• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE

6 super-heróis que precisam ver um psicólogo (urgente)

POR Lucas Silva    EM Fatos Nerd      05/04/17 às 15h04

Quem nunca quis ter super-poderes? Ou super-habilidades? Ou muito dinheiro e um super-cérebro? Pois é, mas já parou para pensar que ser uma criatura extraordinária pode mexer (e muito) com a sua cabeça - ainda mais se ela já tiver uns parafusos a menos? Se pararmos para pensar, muitos dos super-heróis dos quais gostamos são meio doidos. Afinal, que que dá na cabeça de alguém muito rico com sérios traumas psicológicos sair por aí vestido de morcego batendo em geral, buscando justiça?

Pensando nisso, filtramos 6 casos dignos de horas no divã (e talvez alguns remedinhos tarja preta) pra se tomar cuidado na próxima vez que uma revista em quadrinhos, um filme ou um episódio de série que tenham esses espécimes a seguir começar a fazer sentido demais. Segue a lista de presença do manicômio:

1 - O Justiceiro

Quem assistiu à segunda temporada do Demolidor sabe do que estamos falando. Esse figura apareceu pela primeira em um dos quadrinhos do Homem-Aranha, em 1974, e desde então só piorou. Seria altamente recomendável a ajuda de um(a) especialista no tratamento dos traumas pesadíssimos do cara. Assistir ao assassinato da família não é fácil para ninguém, principalmente para aqueles que já têm uma inclinação à violência.

2 - Harley Quinn

Essa aqui, por sua vez, é doida de pedra já que era ela própria uma psicóloga e passou ara um lado mais Coringa da força. Criada especialmente para o desenho Batman: The Animated Series, a ex-doutora desparafusou total depois de conhecer o Príncipe Palhaço do Crime e desde então ficou brincando de amarelinha entre o bem e o mal, configurando-se assim como uma anti-herói nata. Já trabalhou no Esquadrão Suicida, com a Mulher-Maravilha... Louca-louquinha. Tragam o receituário!

3 - Rorschach

Só o nome desse cara já trava os neurônios. Agora, pensa: a máscara do rapaz é baseada num teste psicanalítico que fica mudando o tempo todo. Quem viu o filme Watchmen do Zack Snyder percebeu que o justiceiro não está para brincadeira. Ele tem uma visão bem inflexível sobre justiça e não deixa barato para ninguém que cruza seu caminho. Depois de uma infância muito complicada e de casos grotescos de violência investigados, o mascarado basicamente abriu mão de sua identidade civil, tornando-se seu próprio alter-ego. Coitado de quem pegar esse paciente.

4 - Hank Pym (Homem-Formiga)

Quem assistiu ao filme do menor super-herói de todos pode não ter percebido, mas o primeiro Homem-Formiga não era bem assim um cara completamente tranquilo. Nos quadrinhos, Hank deu trabalho e não foi pouco não! A instabilidade do cara o levou a ser o primeiro Jaqueta Amarela, grande arqui-inimigo do segundo Homem-Formiga, Scott Lang. Os Vingadores, assim como a sua esposa Vespa, sofreram bastante com sua personalidade difícil e seus esquemas mirabolantes. Vale lembrar que nas revistas quem criou o Ultron juntamente a Tony Stark, foi o próprio Pym, o que justifica a personalidade egocêntrica e megalomaníaca do robô que tocou o terror no Universo Marvel. E outra: o cara conversa com formigas, né? Isso não deve ser bom à saúde mental...

5 - Deadpool

Bom, esse maluco aqui precisava de tratamento desde antes de passar pelos maus bocados do Projeto Arma X (e ter ficado grotescamente feio), imagina depois? Além de ter um filtro social absolutamente desregulado (ou inexistente), o cara é tão louco que ele é um dos poucos personagens que quebra a 4ª parece, conversando assim com os leitores ou espectadores. Depois que Ryan Reynolds fez um estupendo trabalho na interpretação do Mercenário Tagarela, parece que a possibilidade de Wade Wilson tirar o pé do acelerador e procurar melhorar como um ser-humano (mesmo sendo um mutante) ficam cada vez mais distantes.

6 - Legião

Deixamos o caso mais complicado por último. Tendo estreado seu próprio seriado há algumas semanas, o filho do Professor X é um prato cheio para qualquer psicólogo, psiquiatra ou equipe de hospício. David Haller apareceu pela primeira vez nos quadrinhos dos X-Men em 1985 e ele sofre de Transtorno Dissociativo de Identidade, ou seja, em sua mente, habitam múltiplas personalidades, que por sua vez possuem seus próprios poderes mutantes. O cara já ajudou e já deu trabalho a seu pai e seus pupilos, sempre oscilando entre o bem e o mal, sendo completamente imprevisível. Pensa só se não seria divertido tratar de uma pessoa na qual já habitaram 200 personalidades mutantes diferentes? Haja farmácia!

Achou essa lista maluca? Tem algum doidão que ficou de fora? Dê ai sua sugestão nos comentários, mas sem enlouquecer e machucar os coleguinhas.

Próxima Matéria


Matérias selecionadas especialmente para você

Lucas Silva
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+