CuriosidadesMundo Afora

7 cidades da Europa que pagam para você morar lá

0

Muitas pessoas têm o sonho e a vontade de morar fora do Brasil. As razões que motivam as pessoas são as mais diversas. Alguns vão para estudar, trabalhar e tentar uma vida nova. Outros se mudam apenas pela experiência de viver uma nova cultura e costumes. Seja qual for a causa, se a pessoa tem esse sonho, o importante é tentar segui-lo.

No entanto, o dinheiro, ou a falta dele no caso, pode ser um fator determinante para realização, ou não, do sonho de ir além das nossas fronteiras. O que muita gente pode não saber é que existem várias cidades pagam para as pessoas morarem lá.

Já se imaginou morando na Europa e ainda recebendo uma ajuda para ir até lá? Algumas cidades europeias estão sofrendo com o envelhecimento da sua população porque os jovens acabaram se mudando para cidades grandes. E com o objetivo de combater essa realidade, as prefeituras e conselhos locais estão incentivando pessoas a se mudarem para lá através de um auxílio na forma de moradia ou dinheiro. Mostramos algumas dessas cidades.

1 – Albinen, Suíça

Cidade1 640x420, Fatos Desconhecidos

Essa é uma pequena cidade na Suíça que está localizada no cantão de Valais, no sudoeste do país. A cidade oferece 50 mil  euros para as família que quiserem morar lá

Contudo, não e todo mundo que pode se mudar para Albinen e receber essa ajuda. Existem os requisitos para serem aprovados. Alguns deles são: ter menos de 45 anos, ficar pelo menos dez anos na cidade e investir em uma casa de mais de 171500 euros.

2 – Santo Stefano, Itália

Cidade2 620x413, Fatos Desconhecidos

A cidade fica na Província de Grosseto, na Toscana. E para se mudar para lá, o conselho de Porto Santo Stefano paga oito mil euros por ano. Além de também poder pagar até 20 mil euros caso a pessoa tenha interesse em abrir um negócio lá. A prefeitura também oferece moradia por aluguel.

No entanto, quem quiser mudar para Santo Stefano tem que ser residente italiano ou ter condições legais para se tornar um. A pessoa também tem que ter menos de 40 anos.

3 – Utrecht, Holanda

Cidade3 800x600, Fatos Desconhecidos

Se a Holanda é um país que te interessa, a cidade de Utrecht dá um incentivo mensal de 840 euros em dinheiro para quem for morar lá. Mas, ao contrário das outras cidades, esse dinheiro não é dado por conta do número baixo de habitantes. Nessa cidades, as pessoas podem escolher se querem ou não trabalhar.

4 – Candela, Itália

Cidade4 1200x628, Fatos Desconhecidos

Essa cidade tem a política de pagar pessoas para morarem lá desde 2018. Ela fica perto do mar e menos de duas horas de Nápoles. Ao todo, Candela tem 2.824 habitantes, mas a região comporta oito mil pessoas. Por isso procura aumentar sua população.

A prefeitura oferece 800 euros para os solteiros, 1.200 para os casais, entre 1.500 e 1.800 euros para as famílias de três membros, e mais de dois mil euros para as famílias de quatro ou cinco pessoas.

Para receber esse auxílio também existem requisitos. Como, morar em Candela, alugar uma casa e possuir um trabalho com um salário de, pelo menos, 7.500 euros por ano. Além de a cidade de origem da pessoa tem que ter dois mil habitantes ou mais.

5 – Ponga, Espanha

Cidade5 759x500, Fatos Desconhecidos

Essa cidade espanhola tem um pouco mais de 850 habitantes, sendo sua maioria idosos. Por isso, o governo quer atrair famílias para repovoar o lugar. E oferece até três mil euros para os casais que desejam morar na cidade. E mais três mil euros são dados por cada filho.

Mas essa ajuda não inclui moradia. Isso fica por conta da família. E a única exigência para morar em Ponga é que as famílias passem, pelo menos, cinco anos na cidade.

6 – Molise, Itália

Cidade6 650x433, Fatos Desconhecidos

A cidade oferece 700 euros, por três anos, para quem quiser morar nessa cidades com menos de dois mil habitantes. Para receber o benefício, as  pessoas tem que se comprometer a investir em algum negócio na cidade.

7 – Tristão da Cunha, Reino Unido

Cidade7 1200x675, Fatos Desconhecidos

Esse arquipélago paradisíaco fica no sul do Oceano Atlântico. A região tem apenas 275 habitantes e é a ilha mais remota habitada do mundo. Por conta disso a cidade figura entre as que pagam para as pessoas morarem nela.

A prefeitura ajuda a população local com dinheiro e se propõe a pagar o transporte e moradia dos novos habitantes. Só que também existem regras. Por exemplo, é preciso falar inglês, ter uma formação acadêmica e preencher o perfil profissional para os programas que  a ilha quer implementar.

SpaceX diz que pode leva humanos de volta a lua antes de 2024

Matéria anterior

Veja o antes e depois desses 7 galãs dos anos 2000

Próxima matéria

Você também pode gostar

Mais em Curiosidades

Comentários

Comentários não são permitidos