• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE

7 desastres naturais que resultaram em lugares incríveis

POR Natália Pereira    EM Natureza      09/05/18 às 17h14

Desastres naturais, como o próprio nome já diz, consiste em ações da natureza que acabam resultando em catástrofes ao ambiente e, em alguns casos, a humanidade. De forma geral, a atual fragilidade do planeta Terra tem feito com que eles se tornem cada vez mais frequentes e, futuramente, podem acabar sendo os causadores do nosso fim. Assim como, em certos momentos, foram para muitas outras espécies.

Existem diversos tipos de desastres naturais, fazendo com que eles possam ser divididos em algumas classificações. Tais como tempestades, terremotosmaremotos, furacões, ciclones, tufões, secas, erupções vulcânicas e inundações. Todas elas já foram responsáveis por grandes destruições e, como já tratamos em um post anterior, até contribuíram com guerras humanas. Mas, por incrível que pareça, elas também podem ter efeitos positivos. E, se você não acredita, olhe tudo o que ela já proporcionou de magnífico na natureza.

1 - Cenotes de Yucatán

Os cenotes são uma espécie de buraco na terra que abre as portas para uma linda e imensa caverna. Mesmo não sabendo que esse era o seu nome, você provavelmente já deve ter se maravilhado com elas na internet, difícil imaginar que alguém não tenha. Mas, essas em específico, se encontram na Península de Yucatán, no México, e deixam rastros importantes sobre os maias. E, na verdade, quando se aproximam ainda mais delas, é possível entender questões importantes do período Cretáceo.

Aparentemente, o famoso asteroide Chicxulub - que trouxe a extinção em massa das espécies do período Cretáceo, teria proporcionado a formação e abertura dos cenotes. No final das contas, apesar de ter sido responsável por um desastre histórico, ele também foi o causador de toda essa beleza natural. Além disso, os Cenotes de Yucatán permitem que se entenda mais sobre o asteroide em questão e toda a sua dimensão.

2 - Cataratas do Niágara

As Cataratas do Niágara são mundialmente famosos e o motivo para isso se torna claro no momento em que você a vê. E, se a sua beleza já não fosse o bastante para encantar os seus turistas, ela carrega uma história incrível que todos deveriam conhecer. Ao contrário do espetacular cenote mencionado anteriormente, essa catarata foi formada aos poucos durante um longo período. E, na verdade, tudo se iniciou no Pleistoceno - conhecido pela maioria como 'Era do gelo'.

Essa era acabou proporcionando uma enorme mudança nas paisagens da Terra, assim como a extinção de algumas espécies, por exemplo, os mamutes. E, a formação das Cataratas do Niágara estão entre elas. Isso porque as geleiras que cobriam o sul de Ontário, que tinham camadas com cerca de 3 quilômetros de espessura, acabaram proporcionando a água que a abastece hoje.

3 - Lago Crater

Esse lago incrivelmente belo se encontra no sudoeste do Oregon e, assim como os demais, esconde uma história fascinante. Por mais que você não imagine isso assim que o vê, o Lago Crater, ocupa o lugar onde antes havia um enorme vulcão. A mais ou menos 7.700 anos atrás, o vulcão conhecido como Mount Mazama tinha cerca de 3.600 metros de altura mas, depois de uma erupção, acabou tendo o seu topo completamente afundado. E, depois de aproximadamente 250 anos recebendo chuva, o local acabou se tornando o que é hoje.

4 - Parque Nacional de Yellowstone

Esse parque possuí diversos pontos capazes de torná-lo único e, por isso, acabou se tornando tão popular. Dentre os seus pontos principais está o géiser 'Old Faithful', que proporciona explosões de até 56 metros de altura, e duas espécies de planta que só podem ser encontradas por lá, sendo estas a 'Yellowstone Sand Verbena' e a 'Yellowstone Sulphur Wild Buckwheat'. Além disso, ao visitar o local, você provavelmente não demorará para se deparar com bisões, alces, lobos e ursos.

Mas, o que foi capaz de proporcionar toda essa sua beleza inconfundível e suas incríveis caldeiras? Acontece que, apesar das pessoas temerem o potencial do supervulcão de Yellowstone, três explosões já aconteceram no local antes. Essas grandes explosões teriam acontecido a mais ou menos 2,1 milhões de anos e acabaram proporcionando grande parte delas como as conhecemos hoje.

5 - Tubos de lava Undara

Existem diversos locais para se visitar na Austrália mas, caso algum dia chegue a visitá-la, um em específico não deve ser perdido por nada. O Tubo de lava Undara é um dos mais longos da Terra e merece ser lembrado. A sua extensão é de mais ou menos 32 quilômetros e, apesar de ser um longo percurso, faz por merecer. Elas mantem algumas das cavernas mais biologicamente diversificadas e, mais uma vez, foram formadas por uma erupção vulcânica. Isso porque, assim que a lava caiu sobre o leito seco de um rio, ela acabou se solidificando. O restante dela, que estava dentro do tubo, continuou seu percurso até ser drenada.

6 - Parque Nacional de Ujung Kulon

O local, assim como o parque mencionado anteriormente, chama a atenção por residir diversas espécies importantes. Ele é o lar do rinoceronte javanês, um animal raro que está em extinção e conta com apenas 60 deles, e 57 tipos de plantas diferente e igualmente importantes. Além disso, ele guarda o importante vulcão Krakatoa, que ficou conhecido depois de sua explosão em 1883. A explosão foi tão grande que chegou a matar 36 mil pessoas e produziu um som imenso que alcançou até 4.800 quilômetros de distância, sendo o maior já registrado na Terra. E hoje, o parque nacional que se encontra em sua base, exibe uma floresta tropical e um ecossistema natural primitivo que resultou desse desastre.

7 - Delta do Okavango

Esse Patrimônio Mundial é outro dos lugares fascinantes proporcionados por um desastre natural. Apesar de ficar no deserto de Kalahari, o 'Delta de Okavango' é muito diferente do que as pessoas imaginariam. Diferente dos demais deltas, esse não se esvazia em um oceano, o que acabou fazendo com que o local se transformasse em um pântano. O que, certamente, acabou proporcionando um vasto ecossistema e permitiu que elefantes, zebras e hipopótamos, por exemplo, vivessem por lá.

Acontece que, para falar a verdade, nada disso seria possível se não fosse o terremoto que gerou o Vale do Rifte do Leste Africano. Mas, enquanto o rio tentava fluir até o oceano por meio dos lagos, as fendas e terremotos impediram o processo e fizeram com que o rio fosse espalhado pelo deserto. Esse conjunto de fatores deu origem ao local e permitiu toda a vida que existe por lá.

É incrível ver como algo que julgamos unicamente negativo pode resultar em coisas maravilhosas. Aparentemente, tudo acaba tendo dois lados. E, se tratando desses desastres naturais, um deles acabou sendo bom. O que acharam? Sabiam que esses lugares haviam sido formados por uma catástrofe?

Próxima Matéria
Natália Pereira
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+