• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE

7 fatos bizarros que você não sabia sobre a Arlequina

POR Gabi Noronha    EM Fatos Nerd      13/09/18 às 16h56

Arlequina é uma das poucas personagens de histórias em quadrinhos que não teve sua origem neles. Na verdade, ela foi criada para a série animada de Batman, intitulada Batman: The Animated Series. Originalmente, a personagem era conhecida como Dra. Harleen Frances Quinzel, profissional da área de Psicologia que trabalha no Asilo Arkham. Seu mundo desmoronou quando ela foi designada a tratar de Coringa e ficou loucamente apaixonada pelo Palhaço do Crime, a ponto de ajudá-lo em sua fuga do local.

Paul Dini, seu criador, disse que fez a personagem apenas para ser mais uma capanga do Coringa. Com o diferencial, claro, de ser uma mulher. Sendo assim, ele não esperava todo o sucesso causado por sua aparição. Arlequina cresceu dentro e fora da série. Ao longo dos anos, sofreu bastante nas mãos do Coringa, porém, eventualmente conquistou sua liberdade física e psicológica. A seguir, separamos algumas curiosidades sobre essa personagem tão querida entre os fãs da DC Comics.

1 - Imunidade a maioria das toxinas

Assim como boa parte dos personagens do universo do Batman, Arlequina é humana e como tal não possui superpoderes. No entanto, isso não significa ausência de certas habilidades especiais. No caso, ela é resistente a inúmeros venenos e substâncias tóxicas, inclusive o veneno do Coringa. Arlequina conseguiu a imunidade graças ao seu relacionamento com Hera Venenosa, que chegou a salvá-la depois do Palhaço tê-la deixado para morrer.

2 - Já foi treinada pelas amazonas

Na série Countdown, a Trindade passou um tempo afastada de tudo e, assim, a segurança do mundo ficou a cargo de outros heróis. Nesse período, Arlequina e Holly Robinson - que assumiu o manto de Mulher Gato após Selina Kyle dar à luz - foram até Themycira treinar com as amazonas. A experiência foi importante para o aprimoramento em suas técnicas de combate.

3 - Já recebeu poderes dos deuses

Ainda na série Countdown, Arlequina, Holly Robinson e Mary Marvel vão até Apokolips após descobrirem que os deuses gregos haviam sido sequestrados. Como forma de gratidão pelo resgate, as divindades concedem a elas alguns de seus poderes, o suficiente para torná-las fortes o bastante para enfrentar o exército de Apokolips. Arlequina foi abençoada com os poderes de Thalia, a Deusa da Comédia, o que lhe permitiu força sobre-humana e durabilidade.

4 - Fator de cura

Entre todos os superpoderes básicos dos personagens de quadrinhos, o fator de cura costuma estar presente em quase todos. Mesmo sendo humana, Arlequina já portou a capacidade de se curar rapidamente de ferimentos. Assim como tantas outras, essa habilidade lhe foi concedida por uma injeção aplicada por Hera Venenosa. Com o fator ativado, ela conseguia se curar em questão de segundos.

5 - A dubladora original foi inspiração para a personagem

Diferente da maioria dos personagens, Arlequina foi introduzida no universo DC em Batman: The Animated Series. Seu criador e showrunner da série, Paul Dini, revelou que a atriz Arleen Sorkin foi sua inspiração para o design da personagem. Em entrevistas, Dini comentou que decidiu fazer a personagem após sonhar Days of Our Lives, novela da qual Sorkin participou. Além de inspiração, a atriz também foi sua dubladora por muitos anos.

6 - Já lutou (e perdeu) contra Teela

Vez por outra o mundo DC colide com Os Mestres do Universo. Recentemente, os personagens se encontraram nos quadrinhos de Injustice, onde Batman vai até Eternia em busca da ajuda de He-Man. Em meio a esses encontros, Arlequina cruza com Teela e, na verdade, as duas sequer chegam a lutar de verdade. Arlequina sai voando depois de ser chutada por Teela. A personagem tem a mania de tentar enfrentar pessoas muito mais fortes que ela. Algumas vezes ela até consegue a vitória, mas não na maioria dos casos.

7 - Margo Robbie não foi a primeira versão live action

Com Esquadrão Suicida a atriz Margot Robbie caiu de vez nos braços da comunidade nerd. Sua interpretação como Arlequina foi uma das melhores coisas do filme. O destaque foi tanto que ela foi promovida a líder das Aves de Rapina, futuro filme da Warner Bros. Contudo, está não foi a primeira versão live action da personagem. Em 2002, Mia Sara deu vida a Dra. Harleen Quinzel na falecida série Birds of Prey.

Próxima Matéria
Via   SR  
Gabi Noronha
Resumindo, é basicamente isso! Mais aventuras em Instagram: @gabinoronhaf
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+