• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


7 fatos incríveis sobre os dragões-de-komodo

POR Jesus Galvão    EM Mundo Animal      14/08/19 às 18h58

Os dragões-de-komodo são os maiores lagartos vivos da Terra. Atacar humanos e invadir túmulos são alguns dos comportamentos mais famosos dessa espécie. No entanto, o que muita gente não sabe, é que os dragões-de-komodo são muito inteligentes e até mesmo brincalhões.

Também conhecidos como crocodilos-da-terra, esses animais vivem nas ilhas de Komodo, Rinca, Gili Motang, Flores e Sitio Alegre, na Indonésia. Eles são muito hábeis para nadar e possuem uma estranha maneira de se livrar de seus predadores. Pensando nisso, hoje, listamos alguns fatos e curiosidades sobre esta espécie animal, que vocês podem não conhecer. Confira!

1 - Nenhuma carcaça passa despercebida

Cobras e lagartos bifurcaram suas línguas para coletar partículas de sabor microscópicas transportadas pelo ar. Depois que suas línguas são expostas no ar, elas se retraem novamente e seus dentes são encaixados no órgão de Jacobson do animal. Sendo este localizado no céu da boca deles. Esse 'mecanismo' permite aos dragões-de-komodo identificarem um animal morto a mais de três quilômetros de distância.

2 - Dragões-de-komodo são venenosos

Há alguns anos, os cientistas acreditavam que os dragões-de-komodo possuíam, em sua saliva, bactérias mortais potentes o suficiente para matar um búfalo. Porém, isso parece não ser verdade, de acordo com o bioquímico Brian Fry. Em 2009, ele realizou diversos testes em dragões-de-komodo em busca de microrganismos perigosos.

No entanto, o que Fry encontrou foram glândulas de veneno, situadas em maxilar inferior. Tais glândulas liberam uma substância que causa paralisia, perda extrema de sangue ao impedir a coagulação do mesmo em suas presas. Além de dor excruciante. Contudo, nada a ponto de matar.

3 - Eles podem comer o equivalente a 80% de seu peso corporal de uma vez só

As mandíbulas extremamente flexíveis desses animais são de grande ajuda para eles. Isso porque dragões-de-komodo podem engolir animais pequenos inteiros, como podemos ver no vídeo acima, com um dragão-de-komodo devorando um leitão de tamanho médio.

4 - Dragões-de-komodo já mataram ao menos quatro pessoas

Alguns encontros mortais entre humanos e dragões-de-komodo foram registrados em 1974, 2000, 2007 e 2009. No ataque que aconteceu em 2009, um homem foi atacado por dois espécimes, enquanto estava no chão, depois que caiu de uma macieira. De modo geral, esses animais adoram atacar sepulturas. Assim, nativos das regiões, em que eles habitam, costumam colocar pedras sobre os túmulos de seus entes queridos.

5 - Dragões-de-komodo fêmeas podem se reproduzir sem copular

Dragões-de-komodo fêmeas não precisam esperar por um macho para terem seus bebês. Em diversas ocasiões, fêmeas em cativeiros colocaram ovos, que produziram bebês saudáveis, mesmo sem terem copulado. Esses animais, bem como outros lagartos, podem praticar algo chamado partenogênese. Basicamente, isso significa que certos óvulos podem fertilizar uns aos outros.

6 - Pequenos dragões-de-komodo rolam nas fezes para não serem canibalizados

Muitas vezes, os dragões-de-komodo não pensam duas vezes antes de devorar seus próprios filhos. Portanto, até que cresçam o suficiente para poderem se defender, eles se afastam dos adultos, se refugiando nas arvores. Mas, nem sempre isso, é o suficiente para evitar que ele se tornem um jantar. Quando não há para onde correr, os mais jovens costumam rolar em fezes, o que nem mesmo os dragões mais famintos podem tolerar.

7 - Eles são excelentes nadadores

Muitas vezes, os dragões-de-komodo andam longas distâncias em busca de comida, não sendo incomum vê-los migrar entre as ilhas da Indonésia. Portanto, é muito comum ver esses animais "nadando" nas águas que banham as ilhas.

Então pessoal, o que acharam da matéria? Deixem nos comentários a sua opinião e não esqueçam de compartilhar com os amigos.

Próxima Matéria
Jesus Galvão
Goiano, Canceriano e Publicitário.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+