• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE

7 imagens que estão escondidas em pinturas famosíssimas

POR Jesus Galvão    EM Curiosidades      16/03/18 às 10h42

Muitas pinturas esconderam grandes segredos por séculos. Com as novas tecnologias e outras técnicas de restauração os especialistas puderam identificar surpreendentes imagens por debaixo das famosas pinturas. A reutilização de telas e as reformas que aconteceram ao longo dos séculos, acreditam os estudiosos, são os principais responsáveis nas alterações das telas.

Listamos alguns casos onde a imagem original após muitas análises acabaram por serem reveladas. Algumas dessas imagens serviram inclusive como prova de autenticidade para um pintor bem famoso.  Confira a seguir!

1 - Os cortadores de madeira de Jean-Francois Millet (1849-1850)

Após uma reflectografia de infravermelho no quadro de J.F. Millet, foi descoberto a existência de uma figura feminina que seria a representação da estátua francesa "La Republique". Alfred Sensier, biógrafo do artista, disse que a imagem da famosa estátua teria sido criada originalmente para participar de uma competição. Como Jean-Francois não ganhou o prêmio, ele teria feito a nova pintura sobre a mesma tela.

2 - Paisagem de Scheveningen Sands de Hendrick van Anthonissen (1641)

A pintura criada por Hendrick retrata a cena de algumas pessoas reunidas em uma praia no inverno. Uma estudante encarregada de remover o amarelamento da pintura descobriu uma curiosa figura na obra. Depois da limpeza a imagem de uma baleia foi encontrada.

Análises posteriores indicaram que o animal morto teria sido coberto por volta dos séculos 18/19. Acreditam os especialistas que a baleia teria sido ocultada para evitar problemas na venda da pintura, uma vez que animais mortos em pinturas eram considerados ofensivos.

3 - Remendo de grama de Vincent Van Gogh (1887)

Cientistas descobriram um segredo em uma das obras mais famosas do pintor holandês. Com a ajuda de um mapeamento de cor avançado com raios-x fluorescentes foi possível detectar um retrato do que seria uma mulher camponesa.

A imagem do quadro é composta principalmente por tons azuis e verdes, enquanto o retrato é feito em marrom e vermelho. Segundo especialistas, Van Gogh tinha por hábito reciclar suas telas para economizar, o que explicaria a origem do retrato.

4 - Jovem mulher se maquiando de George Seurat (1889-1980)

O retrato de Madeleine Knobloch se maquiando compõe a pintura de George Seurat. A modelo era amante de Seurat. Inicialmente, no quadro ao invés do reflexo das flores no espelho da parede ao fundo da imagem, o autorretrato do pintor seria representado. Porém, aconselhado por um amigo e a fim de evitar problemas em seu casamento, George resolveu cobrir a imagem.

5 - Retrato de Don Ramón Satué de Francisco Goya (1823)

Quando cientistas digitalizaram a pintura de Goya eles descobriram um retrato inacabado de um homem de uniforme. Como os detalhes do rosto do misterioso homem não foram finalizados não foi possível identificá-lo. Os itens decorativos no uniforme do desconhecido eram usados por homens do mais alto escalão da cavalaria do rei da Espanha, Joseph Bonaparte. Após o reinado de Joseph, Francisco Goya teria continuado como pintor da corte, e reciclado a tela quando já não podia mais usar as imagens do antigo uniforme.

6 - Retrato de Isabella de" Cosimo I de Medici

Um conservador do Museu Carnegie, em Pittsburgh, nos EUA, fez um exame detalhado da pintura após muitos especialistas duvidarem da autenticidade do retrato. A obra foi tida como autêntica, mas no processo de averiguação os peritos descobriram um grande segredo. Em uma das camadas da pintura, um novo rosto para a nobre italiana foi identificado. Supostamente a imagem teria sido reformada no século 19, com a finalidade de torná-la mais bonita e jovem.

7 - Ainda há vida no prado de Flores e Rosas de Vincent Van Gogh

Especialistas durante muitos anos contestaram se de fato Van Gogh teria pintado o famoso quadro. Muitos detalhes encontrados na pintura não condiziam com outras obras do pintor, como o formato, a composição e a localização da assinatura.

Apenas depois de muita análise da pintura e da descoberta de dois lutadores por debaixo da imagem das flores é que a tela foi considerada verídica. Isso porque os especialistas sabiam que Van Gogh já havia pintado os lutadores e sobreposto algo completamente novo. A informação teria sido confirmada em uma carta do pintor em 1886.

Então pessoal, o que acharam da matéria? Deixem nos comentários a sua opinião e não se esqueçam de compartilhar com os amigos.

Próxima Matéria
Via   Supercurioso     Hypescience  
Jesus Galvão
Goiano, Canceriano e Publicitário.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+