10 animais que nasceram com mutações raras no corpo

POR Júlia Marreto    EM Mundo Animal      15/02/17 às 17h15

É comum vermos pinguins pretos com barriga branca, tigres listrados de amarelo, zebras brancas e pretas, assim como elefantes cinzas e cangurus marrons. Mas, como toda a magia da natureza, nem todos os animais dessas - e de outras - espécies são iguais.

Apesar de ser algo raro, é possível encontrar algumas variações nas espécies, criando-se subespécies, como no caso do panda marrom. São animais que chamam a atenção por sua beleza diferenciada. Qualquer animal, inclusive nós humanos, somos passíveis de mutações. Bom exemplo disso são as pessoas albinas.

Precisamos lembrar que não temos o intuito de criticar, julgar, muito menos impor verdades absolutas. Nosso objetivo é único e exclusivo de informar e entreter. Por isso, o conteúdo dessa matéria se destina a aqueles que se interessarem e/ou identificarem.  Sendo assim, nós aqui da redação da Fatos Desconhecidos selecionamos essa lista com  10 animais que nasceram com mutações raras no corpoConfira:

1 - Elefantes albinos

Elefantes brancos sofrem de albinismo mas, apesar de seu nome, eles não são realmente brancos. São cor de rosa ou avermelhados. Essa rara mutação é mais comum em elefantes asiáticos do que em elefantes africanos.

Em países asiáticos como Myanmar e Tailândia, elefantes brancos são, tradicionalmente, considerados sagrados e não são usados em qualquer forma de trabalho. Acredita-se que encontrar um desses animais é um sinal de que o líder da região ou país reina com justiça e poder e que o reino é abençoado.

Esse animal também deu origem à expressão inglesa "white elephant" (elefante branco), que se refere à coisas com pouca utilidade, apesar de seu suposto valor. A história conta que os reis de Sião (atual Tailândia) costumavam dar, literalmente, elefantes brancos como presentes a qualquer um que quisessem punir.

Como os elefantes albinos eram sagrados, quem os ganhasse não podia simplesmente colocá-los para qualquer trabalho e certamente não podiam matá-lo. Assim, quem o ganhasse, era obrigado a cuidar do "valioso presente" até ir à falência.

2 - Veado branco de Seneca

Até seu fechamento, em 200, o depósito do exército dos Estados Unidos em Seneca, Nova York (EUA), serviu como local de armazenamento para armas da era da Segunda Guerra Mundial e da Guerra do Golfo.

Em 1941, durante o estabelecimento de limites de propriedades, diversos veados brancos ficaram presos dentro das dependências do depósito. Graças às políticas favoráveis e à caça controlada, os veados correspondem a cerca de 25% dos 800 veados que vive, hoje, no antigo depósito.

Sendo a maior população de animais mutantes que vivem em um único habitat. Os veados brancos de Seneca não formam uma espécie própria, são uma variante do cariacu - ou veado de cauda branca.

Os brancos possuem leucismo, o que significa que os pelos de seu corpo não possuem pigmentação, mas seus olhos são marrons, assim como os de qualquer outro veado.

3 - Tigre com melanismo

Melanismo é o excesso de produção de melanina - pigmento que dá coloração à pele. O tigre é uma das maiores espécies de felino do mundo, seu peso pode passar dos 300kg. Os tigres com melanismo não são completamente pretos, na verdade, eles são listrados, como as zebras. A grande diferença desses tigres para outros é que eles possuem as listras pretas ao invés de amarelas ou douradas.

4 - Lagosta americana meio a meio

As lagostas americanas - também chamadas de lagostas de Maine - são marrons, mas ficam laranjas quando cozidas. Em julho de 2006, uma lagosta americana, capturada no Maine (EUA), estava naturalmente meio cozida meio crua, na verdade, sua cor natural era metade laranja e metade marrom.

A casca das lagostas americanas tem uma combinação de pigmentos amarelos, vermelhos e azuis, a metade laranja dessa lagosta em questão, assim estava porque faltou o pigmento azul.

A outra metade não foi afetada porque os lados crescem de maneira independente. A possibilidade de essa mutação acontecer é de 1 em 50 milhões.

5 - Canguru albino cinzento oriental

Os cangurus cinzentos orientais, Macropus giganteus, são uma das maiores espécies de cangurus. Eles podem chegar a medir 2,10m de altura e pesar mais de 50kg. Eles também são capazes de alcançar 8m em único salto, e 1,8m de altura, atingindo velocidade de mais de 50km/h.

Os cangurus albinos são raros de serem encontrados. Um exemplar foi encontrado recentemente no Parque Nacional Namadgi, a sudoeste da capital Camberra (Austrália). Os guardas florestais locais acreditam que se trata de um canguru fêmea e a batizaram Renée.

Ao contrário da maioria dos membros de sua espécie, com pelagem cinza, Renée tem pele branca e olhos cor de rosa. Especialistam em vida selvagem dizem que os cangurus albinos tem baixa possibilidade de sobrevivência na natureza, pois são presas fáceis para cães e raposas selvagens.

Também estão mais suscetíveis ao câncer de pele e queimaduras solares, além de ter dificuldade de enxergar e ouvir.

6 - Zebra com listras douradas

Como sabemos, as zebras são animais brancos com listras pretas. Quando a quantidade de melanina é muito baixa em uma zebra, suas listras ao invés de pretas são douradas. No vídeo acima, podemos ver Zoe, uma zebra havaiana, que possui listras douradas e olhos azuis. Ela também sofre com perda de tirosinase, uma enzima responsável pela oxidação de fenóis em plantas e animais.

7 - Zebra com melanismo

O contrário também pode acontecer, ao invés de pouca melanina, a zebra ter excesso de melanina. Assim como o tigre que mencionamos acima, algumas zebras podem nascer com melanismo. Mas ela não é toda preta, ela possui listras pretas, mas muito mais largas do que o normal. As listras de uma zebra são como as impressões digitais dos humanos, não existe uma igual à outra.

8 - Vênus, a gata quimérica

Vênus é uma gatinha que tem metade do rosto preto e olho verde, do outro pelos alaranjados malhados e olho azul. Quimera é uma figura mitológica, que tem por característica sua aparência híbrida - mistura de dois animais - e que lança fogo pelas narinas. Apesar de Vênus não lançar fogo, tem algo de comum com Quimera. Assim, o quimerismo é o nome dado ao resultado de dois embriões que se fundem no útero, um fenômeno bastante comum em gatos.

9 - Pinguim Negro

No mundo todo existem, pelo menos, 17 espécies de pinguins, isso quer dizer que as aves podem variar bastante sua aparência. O

pinguim padrão, como imaginamos, popularizado e como vemos em desenhos animados, possuem as costas pretas e a barriga branca, mas existem vários outros tipos de coloração, entre cristas, plumas alaranjadas, nadadeiras brancas, olhos amarelos brilhantes...

Uma das espécies de pinguim que chama a atenção é o pinguim preto, que possui o corpo todo coberto por penas escuras. De acordo com um fotógrafo - também biólogo especialista em ave - da National Geographic avistou uma dessas aves, em 2010, considerou essa mutação rara, 1 em um zilhão.

10 - Panda Marrom

O panda gigante tem apenas uma subespécie, o panda marrom. Eles também são conhecidos como ursos de Qinling, pois são encontrados originalmente nas montanhas dessa região, na China. Esses pandas tem a pelagem marrom aonde os outros tem preta.

Para os cientistas, essa cor diferente é resultado da endogamia - procriação com parentes. Esses pandas marrons vem sendo observados desde 1985, mas só foi considerado uma subespécie em 2005.

Ainda não se sabe exatamente quantos pandas marrons existem, pode ser que centenas deles estejam escondidos nas montanhas. Até hoje, os cientistas só conseguiram avistar menos que 5 exemplares reais.

E aí pessoal, já conheciam todas essas espécies? Quais outras com mutações genéticas vocês já viram ou ouviram falar? Encontraram algum erro na matéria? Ficaram com dúvidas? Possuem sugestões? Não se esqueçam de comentar com a gente!

Júlia Marreto
É a dona de um coração esculpido pela literatura e preenchido pelos bons vinhos de Baco. Guiada nas artes da vida por Ares, possui a discreta delicadeza de um elefante pulando carnaval numa loja de cristais! Movida diariamente pelo combustível da vida: o café, essa garota possui raízes profundas na poesia da vida. É muito séria, mas sabe brincar na hora certa. Ama os animais e detesta filme de terror. Apesar de cantar mal, canta com sentimento. E adora musicais! Sua principal tentativa desportiva é o baralho. Ela gosta mesmo é de coisas antigas, apaixonada pela vida e sonha com o universo. Instagram: juliamarreto

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+