7 jogos que você jamais deve se atrever a jogar

POR Natália Pereira    EM Entretenimento      08/05/18 às 16h42

Os Jogos são ótimos, na maior parte do tempo. Eles sevem como uma forma de distração e diversão o que, por sua vez, acaba fazendo com que eles sejam propagados com o tempo. Tornando impossível achar alguém que nunca tenha participado de algum, mesmo que tenha sido quando esse era apenas uma criança. Porque, se você parar para pensar, eles existem das mais variadas formas. Podendo ser feito na rua, sem precisar de mais nada além dos participantes - como o pique-pega, ou mesmo com alguns papeis e canetas, para a adedonha.

O desenvolvimento da tecnologia, por exemplo, fez com que os jogos ganhassem um novo espaço - o virtual. O que, com certeza, ampliou ainda mais o seu público. Mas, mesmo que eles pareçam inofensivos, a realidade sobre eles pode ser bem mais obscura do que você imagina. Isso porque, de forma geral, todos eles são criados por pessoas e elas podem ser bem assustadoras. Além disso, os jogos só precisam de duas coisas para funcionar - uma ideia e um jogador. O que acaba abrindo ainda mais as possibilidades.

Acontece que, com o tempo, alguns jogos começaram a surgir com outras motivações além da diversão. A sua formação começou a beirar o sobrenatural e até mesmo o psicológico, se tornando realmente perigoso para as pessoas. Por isso, jamais devem ser jogados. Afinal, não queremos que você ou outra pessoa entre para a lista de histórias perturbadoras envolvendo jogos. E, para que isso não aconteça, fizemos uma lista com aqueles que você nunca deve se quer cogitar fazer.

1 - Tabuleiro de OUIJA

Mexer com jogos que envolvem espíritos pode ser realmente perigoso. E, para ser sincera, isso vale para todos, mesmo aqueles que dizem não acreditar nesse tipo de coisa. Afinal, para que provocar os mortos? Mas, se você precisa de provas maiores e mais assustadoras para se manter longe deles basta olhar a internet. Ela está cheia de relatos aterrorizantes sobre o assunto. Uma menina chegou a contar nas redes sociais que, ao brincar com um tabuleiro de OUIJA e pedir para que o espírito provasse a sua presença de forma física, ela acabou ficando com 3 marcas nas costas que se pareciam com mãos. Você não vai querer arriscar, não é mesmo?

2 - Baleia Azul

Pode parecer óbvio dizer que, caso você queira continuar vivo e bem, você não deve jogar esse jogo em hipótese alguma. Mas infelizmente, muitas pessoas acabaram participando da "brincadeira" alguns anos atrás e as consequências foram enormes. Muitos acabaram entrando para ver como seria e acabaram se ferindo de verdade. O jogo consiste em fazer desafios propostos por um 'curador' e mandar uma prova de sua realização - como uma foto. A maioria deles é altamente perigoso, indo desde fazer cortes no corpo com uma navalha até subir em lugares perigosos.

3 - Jogo da Asfixia

Esse jogo foi outro que acabou se popularizando e causando muita tragédia. Os participantes eram, em sua maioria, crianças. Elas faziam desafios umas com as outras e tinham como 'consequência' a asfixia. O que, claramente, tinha tudo para dar errado. A "brincadeira" acabou causando desmaios em diversas crianças que participaram e, infelizmente, a morte de um jovem brasileiro. O caso, que você provavelmente deve se lembrar de ver nos noticiários, aconteceu em 2016 e envolvia um menino de apenas 13 anos. Mas, felizmente, a brincadeira parece ter tido fim.

4 - Jogo do elevador

O jogo, que parece ter surgido na Coreia, consiste em fazer uma espécie de "ritual" para ir até o outro mundo. Para que isso seja possível, o participante deve ir até um prédio com no mínimo 10 andares e entrar em seu elevador. Quando ele estiver sozinho, terá que seguir uma sequência de andares, indo para o 4º, o 2º, o 6º, o 2º, o 10º e, por fim, o 5º andar. Assim que ele estiver no 5º andar, a pessoa não deverá sair nem se comunicar com outras pessoas.

Aparentemente, uma mulher entrará no elevador e, sem conversar ou olhar para ela, a pessoa deve pressionar para ir ao 1º andar. Caso ele suba para o 10º andar, ao invés de obedecer a ordem de ir até o 1º, ele estará então no outro mundo. O jogo acabou gerando certo medo nas pessoas depois que as autoridades coreanas responsabilizaram a brincadeira pela morte de Elisa Lam, em 2013. Depois que, claramente, algo de estranho acabou acontecendo com ela e o elevador. Tudo acabou sendo gravado pelas câmeras e o caso é extremamente perturbador.

5 - Pique-esconde japonês

Muitas pessoas conhecem o Japão por suas histórias macabras e existem vários motivos para isso, um deles é o 'pique-esconde'. Por mais que a brincadeira feita no brasil seja inofensível, a versão japonesa dela é realmente assustadora. Ela consiste em brincar de se esconder sozinho. Ou melhor, com um espírito. Para isso a criança usaria um boneco como 'residente' para o espírito. Existem várias versões de como ela deve ser feita mas, em geral, seria preciso cortar a barriga do boneco e colocar arroz dentro dele, com unhas cortadas de acordo com algum.

O corte seria então costurado com uma linha vermelha e o boneco, assim que você o momeasse, deveria ser deixado no banheiro. A brincadeira começaria logo em seguir. Você deveria apagar as luzes e se esconder, ou se arriscar a procurar o boneco. Assim que encontrá-lo deveria usar uma faca para esfaqueá-lo e dizer 'Eu ganhei' repetidas vezes. A brincadeira já é assustadora por si só, o que indica que, com certeza, não deve ser feita. Afinal, não queremos saber o que acontece com aqueles que perdem, não é mesmo?

6 - Jogo da meia noite

Dessa vez, assim como no caso anterior, a história por trás da "brincadeira" é a parte mais assustadora. A meia noite é um horário coberto por mitos e superstições, o que acabou fazendo com que um jogo perturbador o envolvesse. Para jogá-lo, a pessoa deverá escrever o seu nome em uma folha de papel e dobrá-la, pingando uma gota do seu sangue nela. Em seguida, a fora deverá ser colocada em frente a porta principal e a pessoa deve bater nela 22 vezes, sendo que o último toque deve acontecer meia noite em ponto.

Depois de todo esse ritual de iniciação, com todas as luzes apagadas e uma vela na mão, o participante deve andar pela casa, indo em todos os cômodos. Aquilo invocaria o homem da meia noite e a ideia é que você verifique os cômodos da casa garantindo que não estará no mesmo que ele. Depois disso deverá fazer um circulo de sal e entrar nele, ficando lá até as 3:30 da manhã. Provavelmente, se você encontrar com ele, as coisas podem não acabar muito bem. Por isso, mais uma vez, é melhor evitar. Além disso, a brincadeira acabou ganhando um jogo virtual que, acredite, é tão assustador quanto a ideia de fazê-lo na vida real.

7 - LSD Dream Emulator

Esse jogo, que passa o seu teor psicodélico desde o seu nome, foi lançado em 1998 para o PlayStation 1. Ele simula estágios do sonho de uma forma realmente perturbadora, sendo que nenhum deles nunca será igual. Existem 365 fases, sendo cada uma delas um sonho diferente de um dia diferente. Elas tem, em média, 10 minutos de duração e vão piorando com o tempo. Além disso, um NPC pode acabar aparecendo nas fases aleatoriamente e, caso se aproxime dele, você perde o jogo. O mais assustador é que ele acabou sendo associado com diversas mortes de jogadores. Aparentemente, eles teriam tido morte súbita depois de jogares, enquanto outros ficaram psicologicamente afetados.

E aí, o que acharam desses jogos? Realmente perturbadores, não acha? Já jogou algum deles antes? Comenta aí se conhece mais algum que ninguém jamais deveria jogar!

Natália Pereira
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
As categorias Terror, Sobrenatural, CreppyPasta e entretenimento tem o único objetivo de entreter. Não devem ser utilizadas como fontes de artigos científicos ou trabalhos escolares.

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+