7 melhores performances e polêmicas do Super Bowl
Tempo de leitura:3 Minutos, 22 Segundos

7 melhores performances e polêmicas do Super Bowl

O Super Bowl é a final do campeonato NFL, a principal liga de futebol americano dos Estados Unidos. É esse evento que decide quem é o grande campeão da temporada. E o mundo todo para e volta seus olhos para esse acontecimento.

O evento é disputado desde o ano de 1967, a partir da junção das duas principais conferências da liga, a NFC e a AFC. O Super Bowl é o maior evento desportivo e de maior audiência televisiva do país. Milhões de pessoas, apenas nos Estados Unidos, param para acompanhar os jogos. É ainda um evento que apresenta a publicidade mais cara da televisão mundial, onde patrocinadores desembolsam verdadeiras fortunas para exibirem suas propagandas no intervalo.

No último domingo, The Weekend se apresentou no show do intervalo do Super Bowl. Ele pagou sete milhões de dólares do próprio bolso para ter o show conforme queria. E o esforço valeu a pena, já que todos estão falando bem de sua apresentação.

Mas além de The Weeknd vários outros grandes nomes da música se apresentaram no Super Bowl. Mostramos aqui algumas das melhores apresentações e algumas polêmicas.

1 – Super Bowl 2020

Nesse ano, o show ficou por conta de Shakira e Jennifer Lopez. A apresentação das duas foi cheia de energia e muita dança. Além de contar com os maiores hits das duas cantoras. O show foi um sucesso de audiência e até foi indicado ao Emmy.

2 – Super Bowl 2019

O show do intervalo de 2019 ficou por conta do Maroon 5. Além da banda, eles convidaram os rappers Travis Scott e Big Boi, e um coro gospel. Contudo, a apresentação não foi das melhores e teve muitas críticas.

Várias pessoas acharam a performance sem graça e isso foi visto nos números da audiência.

3 – Super Bowl 2018

O grande show nesse ano foi feito por Justin Timberlake. O cantor não deixou nenhum dos seus grandes hits de fora da sua apresentação. Além de músicas como “My love”, “Cry me a river” e “Sexy back”, JT também fez uma homenagem ao cantor Prince.

As críticas a respeito do show de Timberlake foram mistas. Mas o que ninguém pode falar que foi mais ou menos foram os movimentos de dança do cantor.

4 – Super Bowl 2017

Em 2017, vimos a pirotecnia e Lady Gaga voando. A cantora entreteve o público com alguns dos seus maiores hits. Muitos consideraram o show brilhante mesmo sendo um pouco “contido” para os padrões de Lady Gaga.

As críticas que a cantora recebeu foram por conta do seu corpo. Contudo, Gaga não ficou calada e disse que estava bem satisfeita com seu corpo e todas suas curvas.

5 – Super Bowl 2016

O ano protagonizado por Beyoncé, Coldpaly e Bruno Mars foi marcado por polêmicas. Começando pelas roupas das dançarinas de Beyoncé, que eram inspirados no Partido dos Panteras Negras. As roupas eram uma crítica direta aos casos de violência policial contra os  negros nos EUA.

O ex-prefeito de Nova York, Rudolph Giuliani, chegou a considerar a performance de Beyoncé afrontosa.

6 – Super Bowl 2015

Nesse ano, o show do intervalo foi feito por Katy Perry. Ela levou Lenny Kravitz e a rapper Missy Eliott, para fazer parte da sua apresentação. O show foi cheio de efeitos visuais, ilusões de ótica e todo um aparato tecnológico.

Mesmo com tudo isso, Katy não escapou das polêmicas. Ela precisou negar que o espaço para se apresentar no Super Bowl foi pago por ela mesma, para que tivesse a chance de fazer um desses icônicos shows do intervalo.

7 – Super Bowl 2014

Esse ano o espetáculo foi feito por Bruno Mars, que chamou o Red Hot Chilli Peppers para fazer parte do seu show. A polêmica desse ano foi por conta do suposto playback usado pelo grupo de rock. Todos repararam que os instrumentos deles não estavam ligados.

O baixista do Red Hot defendeu a banda em um comunicado dizendo que o combinado era tocar “Give it away” e que os vocais seriam ao vivo, mas o baixo, bateria  e guitarra seriam pré gravados.