• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


7 perguntas simples que têm respostas incríveis

POR Bruno Destéfano    EM Curiosidades      22/05/19 às 16h27

Você já teve vergonha de fazer alguma pergunta na sala de aula por achar que ela seria "boba" demais? É normal passarmos por esse tipo de situação, porque infelizmente levamos em conta a opinião dos outros (direta ou indiretamente). Por isso, acabamos deixando passar uma ótima oportunidade de aprendizado. Venho por meio deste lhe dizer que: os seus professores estavam corretos. Não existe isso de "pergunta estúpida" quando estamos procurando novos conhecimentos. O que é visto como "simples" pode desencadear profundas reflexões. Dessa maneira, é extremamente válido engolir o orgulho e quebrar o silêncio. Muitas pessoas também podem ter a mesma dúvida, mas sentem-se como você. De uma maneira ou de outra, você pode ajudá-la além de se ajudar. Vamos te provar a importância disso tudo. Preparamos uma lista especial com 7 perguntas simples que têm respostas incríveis.

Ainda bem que existem cientistas, não é mesmo? Sem eles, estaríamos impossibilitados de ao menos buscar inovação e conhecimento que agrega a todos nós. O melhor que a gente faz, em certos momentos, é se deixar levar pelo nosso lado "criança curiosa" e fazer o máximo de perguntas possíveis.

1- Os bebês sonham com o quê?

Segundo o psicólogo David Foulkes, os bebês provavelmente não sonham com nada. Ele argumenta que os sonhos são em grande parte baseados no rico conjunto de experiências em nosso subconsciente. No entanto, como os bebês têm poucas experiências de vida, não têm muito o que fazer. Os bebês são capazes de entrar no sono REM, fase na qual ocorrem os sonhos mais vívidos, mas os neurocientistas consideram que isso serve a um propósito completamente diferente.

Acredita-se que seus cérebros estão ocupados construindo os caminhos neurais que nos ajudam a desenvolver a linguagem. Quando as crianças começam a desenvolver a consciência espacial e a capacidade de imaginar, por volta dos 3 anos, elas começam a ter sonhos.

2- As árvores são feitas de quê?

Nos anos 1600, um homem chamado Jan Baptist van Helmont realizou um experimento no qual plantou um salgueiro em quantidade cuidadosamente medida de solo. Depois de cinco anos, ele descobriu que a árvore tinha 74 kg, mas o solo era apenas cerca de 60 g mais leve. Isso não se soma às leis de conservação de massa, de modo que o volume da árvore tinha que vir de algum outro lugar. Como se constata, as árvores são feitas de ar. Ou, mais especificamente, o carbono no ar.

Nós todos sabemos que as árvores "respiram" o dióxido de carbono e "expiram" o oxigênio. Isso é útil para nós, mas também significa que as árvores estão fazendo algo importante com todo esse carbono: elas estão fabricando madeira.

3- Por que não nos lembramos de nossa época como bebês?

O que falta às crianças é algo chamado memória "episódica". Este é o tipo que é responsável por recordar experiências. Enquanto a memória semântica pode ajudá-lo a identificar o que é um gato, a memória episódica o levará de volta a um momento em que você acariciou um gato em particular.

Acredita-se que a razão para isso é que o hipocampo, a parte do cérebro responsável por unir as memórias de longo e curto prazo, não funciona até que você atinja os três anos de idade. Essa é uma das perguntas simples que têm respostas incríveis.

4- Por que "arranhar" o corpo alivia uma coceira?

Um estudo, publicado na revista Nature Neuroscience, descobriu que as coceiras não ocorrem realmente no nível da pele, mas no fundo do sistema nervoso. Os pesquisadores perceberam que a sensação de coçar interfere com esses sinais nervosos e essencialmente lhes diz para se acalmarem. Isso é interpretado como uma sensação de alívio no cérebro.

5- Por que os aviões escurecem a cabine durante a decolagem e a aterrissagem?

O "escurecimento das luzes da cabine" só acontece no crepúsculo, no amanhecer ou quando está escuro fora da aeronave. Esta é uma medida de segurança com o objetivo de garantir que seus olhos se adaptem à escuridão para eventuais casos de emergência em que você precise enxergar alguma coisa.

6- Quando você perde peso, para onde vai a gordura?

Bem, acontece que você está respirando a maior parte dela. Quando você come em excesso, as calorias extras são convertidas em triglicerídeo, que é formado por carbono, hidrogênio e oxigênio. É isso que fica nas células de gordura e as enche.

Quando o seu corpo absorve energia nas suas reservas de gordura, estas são decompostas em glicerol e ácidos que são metabolizados ou "queimados" para produzir mais energia. Isso os converte em dióxido de carbono, que é exalado, e a água é excretada através da urina, fezes e suor.

Assim sendo, é justo afirmar que os pulmões são órgãos basilares para a perda de peso. Essa é uma das perguntas simples que têm respostas incríveis.

7- Você poderia aterrissar em Júpiter?

Existem quatro planetas no nosso sistema solar que chamamos de "gigantes gasosos". Em vez de uma superfície rochosa como a Terra, são apenas enormes bolas de gás. Isso leva muita gente a imaginar como seria tentar pousar na superfície de um desses planetas. Mesmo que os cientistas ainda não tenham certeza sobre o que está no centro de um gigante de gás, como Júpiter, é possível imaginar como seria a aterrissagem.

Supondo que você tenha um traje espacial super-forte e pressurizado que o proteja de níveis perigosos de radiação, sua primeira tarefa seria definir a "superfície". Os gases que compõem Júpiter não têm uma "borda" clara. Eles simplesmente se espalham pelo espaço. Então, quando os cientistas falam sobre a "superfície" de um gigante gasoso, geralmente se referem ao ponto em que a pressão atmosférica é aproximadamente a mesma que na Terra.

Para começar, você não seria capaz de ficar de pé. Com o progresso da queda, a atmosfera ficaria mais densa, gradualmente diminuindo sua velocidade. A temperatura e a pressão continuariam a subir e sua queda gradualmente diminuiria até parar em cerca de 2.000.000 bar, onde a densidade da atmosfera é quase a mesma que a da água e a temperatura externa é quase a mesma que a da superfície do Sol.

Essa jornada inteira levaria cerca de meia hora. Se, por algum milagre, você ainda estiver vivo, a possibilidade de permanecer preso no breu para toda a eternidade é realmente palpável.

Próxima Matéria
Bruno Destéfano
Escritor, fotógrafo e jornalista // Deixe que o conhecimento te revolucione de dentro para fora.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+