Curiosidades

7 pessoas ilustres de quem você provavelmente não sabia o verdadeiro nome

0

Você deve acompanhar algum artista ou, melhor ainda, alguns. É muito comum conhecê-los por um nome, mas depois descobrir que, na verdade, eles foram batizados com outros nomes, muitas vezes extremamente diferentes. O uso de pseudônimos no mundo dos artistas é algo bastante comum. Eles usam esse meio para resguardar a imagem, proteger-se de ataques, evitar preconceitos de classe social ou apenas para terem um destaque maior no meio de famosos que possuem o mesmo nome. Duplas sertanejas, por exemplo, estão entre as que possuem nomes artísticos diferentes dos nomes reais. Esses pseudônimos são criados de acordo com a história ou imaginação de casa pessoa.

Algumas escolhem um nome aleatório do jornal, enquanto outras voltam a adotar a versão original do nome de família. Outras pessoas usam os nomes dos lugares onde nasceram e por aí vai. E foi pensando um pouco melhor sobre esse assunto, que decidimos trazer essa matéria para você, caro leitor. A redação da Fatos Desconhecidos decidiu buscar e listar algumas pessoas ilustres que você provavelmente conhece por um nome, mas tem outro totalmente diferente. Se você souber algum exemplo que não listamos aqui, manda pra gente nos comentários aí embaixo. Agora, sem mais delongas, confira conosco a seguir e surpreenda-se.

Verdadeira identidade de pessoas ilustres

1 – Sandro Botticelli

O nome verdadeiro de Sandro é “Alessandro di Mariano de Vanni Filipepi”. Esse é o autor da obra “O Nascimento de Vênus” e um grande aluno de Leonardo da Vinci. Ele escolheu um pseudônimo simples: “pequeno barril”. Herdou o apelido do seu irmão mais velho, que era muito mais corpulento.

2 – Voltaire

Na infância, Voltaire era chamado de “pequeno voluntário”, o que pode ter influenciado a escolha do seu pseudônimo. De acordo com outra versão, a palavra “Voltaire” é derivada de uma mudança nas sílabas do nome da terra natal do publicitário: Airvault, vault-air. Seu nome verdadeiro era François-Marie Arouet.

3 – Paracelso

Há uma versão de que Paracelso era chamado assim por seus amigos. Eles comparavam o médico, que fundou a toxicologia, com o médico romano Celsus. “Para”, nesse caso, significava “superior”. O nome verdadeiro dele era Philippus Aureolus Theophratus von Hohenheim.

4 – Ivan Aivazovsky

Hohvannes Ayvazyan era o nome verdadeiro do pintor marinista russo. Durante os anos em que estudou na Academia de Artes da Rússia, foi chamado de Ivan Gaivazovsky. Depois que ganhou reconhecimento, com 23 anos, viajou pela Europa, onde se tornou conhecido pelo nome Aivazovsky.

5 – Máximo Gorki

Máximo foi um escritor russo que assinou suas primeiras obras com o nome Iegudíl Khlamida. Após isso, publicou o conto “Makar Tchudra” sob o pseudônimo que conhecemos. Maxim era o nome do pai e do filho do autor. O nome Gorky significa “amargo” na língua russa e foi adotado porque, em suas obras, ele escrevia sobre a vida amarga das pessoas do país. Seu verdadeiro nome era Aleksei Peshkov.

6 – El Greco

Doménikos Theotokópoulos era o nome verdadeiro do pintor, escultor e arquiteto grego. Ele usou, por muito tempo, o seu nome original nas peças. No entanto, quando se mudou para a Itália e depois Espanha, ganhou o apelido de El Greco, que significava “O Grego”.

7 – Molière

Jean-Baptiste Poquelin era o verdadeiro nome de Molière. Possivelmente, o pseudônimo do dramaturgo francês tem uma referência a uma pequena aldeia do sul do país, que leva o mesmo nome.

E aí, o que você achou dessa matéria? Comente então pra gente aí embaixo.

7 celebridades que têm deficiência auditiva

Matéria anterior

Conheça a história da americana que vingou a morte do irmão

Próxima matéria

Mais em Curiosidades

Você pode gostar