8 partes do seu corpo que foram 'esquecidas' pela evolução

POR Eduardo Coelho    EM Curiosidades      28/08/15 às 15h58

Ao longo da história, como a seleção natural desempenhou o seu papel no desenvolvimento do homem moderno, muitas das funções e partes do nosso corpo humano, foram perdendo as suas respectivas utilidades, até chegarem a um nível de 'estorvo' para nós, homens modernos do século XXI. Ou você acha que os sisos tem alguma função, além de dar dor de cabeça (e de dente) nas pessoas?

Mas o que é mais fascinante de tudo isso, é que muitas dessas partes do corpo humano, permanecem em nosso corpo, agindo como figurantes, perto das outras partes, que possuem uma função específica e pertinente a nossa evolução. Tá afim de ver esses parasitas da evolução, que permanecem no seu organismo e que tem funções relativamente inúteis?

Confira conosco 8 dessas partes do corpo e veja se você enxerga alguma 'função' nesse emaranhado de pedaços remanescentes dos nossos primórdios primitivos:

1. Arrepios

Os seres humanos sentem arrepio quando estão com frio, com medo, com raiva, ou quando sentem admiração.

Muitas outras criaturas também sentem arrepios pela mesma razão, é por isso que um gato ou um cão ficam de cabelos em pé e os espinhos de um porco-espinho levantam abruptamente quando se sentem ameaçados. Os pelos se arrepiam, como uma resposta ao medo, para aparentarmos maiores e assustarmos os 'inimigos'. Isso se vivêssemos em condições selvagens, como os demais animais. Os arrepios não tem mais essas funções em nós, por vivermos com roupas e não precisarmos 'parecer maiores', pois não temos predadores naturais.

2. Irritabilidade a sons agudos

maxresdefault

De acordo com os cientistas, a frequência sonora emitida por esse tipo de sonoridade é parecida com a mesma que é pertinente ao grito de alerta dos macacos. Nos tempos primórdios, esses gritos eram uma excepcional defesa quando vivíamos em grupos e a nossa fala não era aprimorada. Portanto, essa é uma explicação extremamente viável de existir essa relação, afinal a gastura, e o sentimento que concebemos ao sermos expostos ao ruído do gênero, é insuportável.

3. A terceira pálpebra

you-see-th

A terceira pálpebra, é uma membrana muito rara em mamíferos, mas comum em aves, répteis e peixes. Os seres humanos têm um remanescente (mas não-trabalhado) da terceira pálpebra . Ao longo dos anos, ela tornou-se bastante pequena em nós humanos, mas algumas populações têm porções mais visíveis do que outras.

4. Os músculos auriculares

2d3a9de6522faaa9b64a0a1691c636d4

Também conhecidos como os músculos da orelha extrínsecos, os músculos auriculares são usados por animais para rodar e manipular os ouvidos (independentemente da sua cabeça), afim de centrar a sua audição de sonoridades particulares.

O uso destes músculos em gatos é muito visível (como eles podem transformar os seus ouvidos quase completamente para trás) - especialmente quando eles estão perseguindo um pássaro e a necessidade de se fazer os movimentos mais pequenos possíveis para não assustarem a sua futura refeição. Em nós, o músculo é 'fraco' e de pouca movimentação, pois ao longo dos anos, e com a nossa evolução, fomos diminuindo o hábito de 'caçar para sobreviver', portanto a peculiaridade da movimentação das nossas orelhas, através desses músculos, se tornou mio 'inútil'.

5.  Cóccix

coccix_fig

O cóccix é o remanescente do que foi outrora, em tempos remotos, uma cauda humana. Ao longo do tempo nós perdemos a necessidade de  termos uma cauda, mas não perdemos a necessidade de termos um cóccix, que agora funciona como uma estrutura de suporte para vários músculos e ajuda ao sentarmos, não causarmos desconforto ao ânus.

6. Apêndice

dolor-de-apendice

O apêndice não tem nenhum uso conhecido nos humanos modernos e muitas vezes é removida quando é acometida por inflamações. Embora seu uso original ainda seja especulado, o apêndice tornou-se menos útil, cada vez mais que ao longo dos anos fomos variando nossa dieta. Já que uma das teorias para o uso do apêndice do nosso corpo, seja que ele ajuda a filtrar impurezas, provenientes de alimentos do reino vegetal que ingerimos.

7. Dente Siso

siso

Os primeiros seres humanos comiam um monte de plantas - e eles precisavam para comê-las rapidamente, pelo menos o suficiente para que eles obterem todos os nutrientes de que precisavam. Por esta razão, tivemos um conjunto extra de molares para tornar a nossa boca maior e mais produtiva. Mas a nossa dificuldade para nos alimentarmos foi diminuindo, até porque ao longo dos séculos surgiram os preparos mais sofisticados de comidas, talheres e aparatos de todo o tipo. O que fez com que o siso se tornasse apenas um incomodo inútil.

8. Planta dos Pés

rolofacite_SOS_solteiros_studioflex11

A planta dos pés é usada por animais para agarrar e manipular os objetos com os pés. Algo que você vê comumente nos macacos, que podem executar perfeitamente os movimentos dos membros superiores e inferiores. Os seres humanos têm esse músculo, mas agora ele é tão subdesenvolvido que muitas vezes é somente usado por médicos quando precisam de tecido para a reconstrução em outras partes do corpo.

E você, caro leitor? Teve siso ou é um ser hipoteticamente evoluído? tsk tsk!

 

 

Eduardo Coelho
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+