Curiosidades

Adolescente com ‘síndrome de Rapunzel’ remove bola de pelo gigante do seu estômago

0

Disney é uma das maiores empresas de entretenimento do mundo. Seus estúdios são responsáveis por grandes títulos do cinema internacional, assim como as maiores franquias do meio. As princesas são conhecidas por praticamente todo mundo. E elas dão nome até a alguns transtornos bem estranhos.

Como por exemplo, essa adolescente do Reino Unido que comia, de forma compulsiva, o seu próprio cabelo. A jovem acabou desenvolvendo uma bola enorme de cabelo em seu estômago. E ela acabou abrindo um buraco na parede do órgão.

De acordo com o relatório, a bola de cabelo tinha um formato oval e tinha 48 centímetros de comprimento. Ela enchia completamente o estômago da jovem. Inicialmente, a jovem de 17 anos foi para o hospital depois de ter desmaiado duas vezes.

Por conta dos desmaios, ela machucou o rosto e o couro cabeludo. Os médicos queriam descartar um ferimento na cabeça. Contudo, durante um exame, eles viram uma massa na parte superior do abdômen da menina.

Caso

Segundo a adolescente, ela sentiu dor abdominal intermitente nos últimos cinco meses. E essas dores pioraram nas últimas duas semanas, antes dela parar no hospital.

Além disso, a jovem também tinha um histórico de dois transtornos mentais. Tricotilomania, que é uma necessidade forte de arrancar os cabelos, e uma outra condição relacionada, que era a tricofagia, ingestão compulsiva de cabelo.

Segundo os autores do estudo, foi uma tomografia computadorizada (TC) que revelou um “estômago grosseiramente distendido com uma grande massa interna e uma laceração na parede do estômago”.

Os autores do Queen’s Medical Center em Nottingham, na Inglaterra, disseram que a jovem foi diagnosticada com síndrome de Rapunzel. Nela, uma bola de cabelo no estômago, chamada de tricobezoar, se estende até o intestino.

A jovem passou por uma cirurgia e os médicos tiraram a bola de cabelo. Ela era tão grande que  “formava um molde de todo o estômago”, disseram os autores.

Condição

De acordo com a Organização Nacional para Desordens Raras, entre 0,5%  e 3% das pessoas vão ter tricotilomania em algum momento da vida. Dessas, aproximadamente entre 10 e 30% também irão ter tricofagia.

Entre as pessoas que terão ambas condições, apenas 1% irá desenvolver a massa de cabelo no trato gastrointestinal. Isso segundo um estudo publicado em 2019.

Segundo a Clínica Mayo, ingerir cabelo pode causar complicações bem sérias. Como por exemplo a obstrução do intestino e até mesmo morte. Tanto que, em 2016, uma menina morreu na Inglaterra por conta da síndrome de Rapunzel depois que a bola de cabelo em seu estômago causou uma infecção fatal.

Nesse caso atual, a adolescente foi internada na unidade de terapia intensiva (UTI) depois da cirurgia e recebeu alimentos através de um tubo de alimentação inserido em seu intestino delgado enquanto seu estômago cicatrizava.

Depois de uma avaliação de psiquiatras no hospital, a jovem teve um curso pós-operatório e recebeu alta do hospital sete dias depois da cirurgia. Um mês depois a adolescente não teve nenhum sinal de complicações. Ela estava progredindo bem com seus conselhos dietéticos. Além disso, ela também estava sendo acompanhada por um psicólogo.

10 ‘cura-ressaca’ testadas e aprovadas pelos famosos

Matéria anterior

Isso é o que a dieta realmente faz com seu corpo, de acordo com a ciência

Próxima matéria

Mais em Curiosidades

Você pode gostar

Comentários

Comentários não permitidos.