• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Andy Serkis pode ter revelado a história de Venom 2

POR Letícia Dias    EM Notícias      06/08/19 às 19h36

Há um tempo, já vinha circulando rumores a respeito de Andy Serkis em uma produção de super-heróis. As apostas estavam em The Batman, e especulações sobre o possível personagem não faltaram. Todavia, tudo foi elucidado ontem, quando o cineasta confirmou, em seu Twittter, que assumiria a direção da sequência de Venom. Serkis transpareceu muito entusiasmo, em sua publicação, onde escreveu "Está acontecendo. O Simbionte encontrou um anfitrião em mim e eu estou pronto para esse passeio... Mal posso esperar!".

Além de diretor, Serkis é conhecido por seus icônicos trabalhos como ator. Um nome já familiar aos nerds, o astro deu vida à papéis icônicos que envolveram técnicas de captura de movimento, como Caesar na recente trilogia de Planeta dos Macacos e Gollum em Senhor dos Anéis. Recentemente também pudemos vê-lo em Pantera Negra, como Ulysses Klaw, o Garra Sônica. Como cineasta, seu longa mais atual é Mogli: Entre Dois Mundos, uma produção da Netflix.

Além de ter compartilhado a notícia de sua contratação, o post de Serkis continha uma foto dele segurando a sexta edição de Venom: Lethal Protector. A série de quadrinhos foi publicada no início dos anos 1990 e serviu de inspiração para o primeiro filme do simbionte, dirigido por Ruben Fleischer. Essa referência pode sugerir tanto a narrativa que Serkis utilizará em sua adaptação, quanto uma homenagem ao trabalho que antecede o seu. De qualquer forma, considerando a cena pós-crédito do primeiro filme, onde vemos Woody Harrelson como Cletus Kasady, podemos esperar que Venom enfrente o Carnificina.

Mais sobre Venom: Lethal Protector

Essa série é marcante para Eddie Brock, pois foi a primeira vez que ele recebeu o papel de protagonista. Além disso, também foi novidade para o público ver a progressão de Venom de vilão para anti-herói. A publicação da Marvel Comics circulou entre fevereiro e julho de 1993 e contou com roteiro de David Michelinie e ilustrações de Mark Bagley. A narrativa apresenta um Venom após ele fazer um acordo de paz com o Homem-Aranha. Obviamente sob a condição de que o simbionte não cometesse nenhum crime. O antagonista resolveu se mudar para São Francisco e viver uma vida pacata.

Tudo ocorreu bem até que a lei do retorno levou Orwell Taylor, o pai de uma das vítimas de Venom, até Brock. Taylor juntou um grupo de mercenários super-poderosos para se vingar do assassino. O Homem-Aranha vê uma cobertura sensacionalista de Venom na TV e decide ir para São Francisco confrontá-lo. No fim, os dois acabam se unindo e lutando juntos contra os cinco descendentes simbiontes de Venom: Scream, Riot, Lasher, Agony e Phage. É uma narrativa cheia de elementos, que atraem profundamente o leitor. Ainda não sabemos a ideia de Serkis para o filme. Todavia, se for qualquer coisa perto disso, será magnífico.

Próxima Matéria
Imagens Marvel Sony
Letícia Dias
Trabalhando pra falar de super-heróis, filmes e séries em tempo integral | @letdiax
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+