Ciência e Tecnologia

Aparentemente existe um incrível reservatório de água doce no fundo do mar

0

Um gigante aquífero de água doce foi descoberto por geólogos abaixo do oceano Atlântico Norte. Toda essa água foi mantida todo esse tempo sob as águas salgadas da costa norte americana. Porém, essa talvez não seja assim lá uma grande novidade. A existência do massivo volume de água já era algo que a comunidade científica cogita há algum tempo.

Os primeiros sinais surgiram pela primeira vez durante a década de 1970. No entanto, os cientistas não imaginavam que o imenso reservatório, preso sob rochas porosas, pudesse atingir toda a extensão do nordeste dos Estados Unidos. A descoberta foi detalhada no portal Scientific Reports, em inglês.

“Sabíamos que havia água doce lá em lugares isolados, mas não sabíamos a extensão ou a geometria”, disse a geóloga marinha, Chloe Gustafson, da Universidade de Columbia.

Em 2015, alguns colegas da Gustafson realizaram um estudo na costa do estado norte americano de Nova Jersey e na Ilha de Martha’s Vineyard, em Massachusetts. Com a ajuda do navio de pesquisa Marcus G. Langseth, um receptor eletromagnético foi implantado. A equipe visava pesquisar com o equipamento reservatórios subterrâneos de água enterrados em sedimentos sob as plataformas continentais.

Durante a década de 1970, empresas petrolíferas já haviam encontrado água doce devido à perfuração em busca de petróleo. Portanto, os cientistas já tinham conhecimento de que existia algo nessas camadas profundas. Mas, dados a respeito da dimensão exata sobre o recurso permaneciam um mistério.

A equipe examinou a costa do nordeste norte dos EUA por dez dias, procurando por sinais de condutividade elétrica sob as águas abaixo do Marcus G. Langseth. A água salgada conduz melhor ondas eletromagnéticas do que a água doce. Assim, os receptores EM, implantados ao longo da costa, tornaram possível o mapeamento do enigmático aquífero.

Os resultados revelaram um sistema aquífero submarino contínuo, com ao menos 350 km da costa atlântica dos Estados Unidos. Ele contém aproximadamente 2.800 quilômetros cúbicos de água subterrânea de baixa salinidade. Entretanto, esses resultados ainda permanecem relativamente imprecisos, devido à natureza técnica do mapeamento realizado.

Possibilidades

No entanto, a equipe alega que o aquífero, provavelmente, se estende do estado do Delaware, no extremo sul do país, passando por Nova Jersey, Nova York, Connecticut, Rhode Island, até chegar em Massachusetts. Segundo os pesquisadores, ainda existe a possibilidade de todo esse reservatório ser ainda maior.

“Se considerarmos as potenciais extensões nordeste e sudoeste além de nossos perfis, pode haver várias vezes mais águas subterrâneas subjacentes à porção nordeste da plataforma continental do Atlântico dos EUA, representando um recurso de água doce que rivaliza com os maiores aquíferos terrestres”, explicaram os autores do estudo.

Em relação a como toda essa água pode ter chegado a tais profundezas, os pesquisadores disseram que isso pode ter ocorrido quando grandes quantidades de água do degelo, provenientes da última Era do Gelo, ficaram presas nos sedimentos rochosos.

Caso um dia decidíssemos utilizar essa água para beber, ela primeiramente teria que passar por um processo de dessalinização. Uma vez que parte dela seria salobra. Principalmente na parte mais próxima da água do mar. O estudo também sugeriu que sistemas de águas subterrâneos, como este, poderiam ser encontrados escondidos em outras partes do mundo. Especialmente em regiões mais quentes e secas, como a Austrália e o Oriente Médio.

“(Eles) podem se tornar um recurso importante em outras partes do mundo”, afirmou Gustafson.

Então pessoal, o que acharam da matéria? Deixem nos comentários a sua opinião e não esqueçam de compartilhar com os amigos.

Homem arrisca vida para fotografar a formação de tornados

Matéria anterior

7 remédios caseiros para acabar com o mau hálito

Próxima matéria

Você pode gostar

Comentários

Comentários não permitidos.