Entretenimento

Após oferecer bebida alcoólica para criança, influencer se arrepende

0

Beber depois de um dia cansativo de trabalho, ou com os amigos no final de semana, é uma coisa que muitas pessoas fazem. No entanto, existem restrições para o consumo de bebida alcoólica. No nosso país, por exemplo, as pessoas não podem consumi-las antes dos 18 anos. Por isso que alguns casos em que a bebida está envolvida chamam a atenção.

Um desses casos, que aconteceu recentemente, foi o vídeo que viralizou nas redes sociais, no qual a influencer Belle Belinha oferece uma bebida alcoólica para uma criança. Por conta de toda a repercussão que o vídeo teve, a influencer gravou um vídeo pedindo desculpas. Nesse vídeo, ela aparece junto com a criança e sua irmã, que diz ser responsável por ela e que estava no momento em que o outro vídeo foi feito.

Pedido de desculpa

@bellee_belinha

Nosso pronunciamento #bellebelinha

♬ som original – Belle belinha

“A gente não esperava que fosse acontecer tudo que aconteceu. Naquele dia, a Livia estava com a irmã dela, a responsável. Ela não bebeu de verdade. Quem acompanha sabe. A gente pensou em fazer a brincadeira. A gente não pensou na hora o que ia causar. Foi errado. Eu peço desculpas. (…) Eu achei sem noção que apaguei em 15 minutos, mas começaram a compartilhar”, disse Belle Belinha.

Além da fala, a influencer também escreveu na legenda do post que “tudo não passou de uma brincadeira de mau gosto”. Ela também pontuou que provando que a criança não tomou a bebida, ela colocou um emoji no rosto dela no momento. Contudo, é possível ver que a criança cheira e encosta os lábios na boca da garrafa.

“Foi apenas uma simulação. Realmente fui sem noção de fazer o vídeo e postar, tanto é que logo em seguida apaguei das minhas redes. (…) Quero me desculpar com quem se sentiu ofendido de alguma forma. E deixar bem claro que bebidas alcoólicas não são para menores de 18 anos”, escreveu.

A desculpa não foi dada apenas pela influencer. No vídeo, a irmã da criança também se desculpa com o público. “Nosso intuito não era incentivar crianças a beber. A gente sabe que faz mal para o nosso organismo e de pessoas que não se desenvolveram 100%. A gente pede perdão para quem se sentiu ofendido”, disse ela.

Caso

Uai

Para quem não sabe sobre o caso que motivou esse pedido de desculpas, ele aconteceu no último fim de semana, e o vídeo já foi removido da conta de Belle Belinha. Nele, a influencer pede que a criança cheire a bebida alcoólica com sabor de bluberry. Depois, ela faz um brinde com a criança para que as duas bebam juntas.

“Estou aqui com a mini querida ‘hablando’ (falando) horrores. Ela vai experimentar pela primeira vez. É de blueberry, meu favorito. Cheire”, disse Belle Belinha.

“O cheiro é bom”, respondeu a criança.

“Você tomaria outro?”, pergunta a influencer que acaba o vídeo com o brinde das duas.

Riscos da ingestão de bebida alcoólica

News lab

A maioria das pessoas sabe das possíveis consequências do consumo de bebidas alcoólicas, mesmo assim, infelizmente, a ingestão precoce de álcool é uma das principais causas de morte de jovens entre 15 e 24 anos no mundo todo.

Como dito anteriormente, no Brasil a idade mínima para se consumir bebida alcoólica é 18 anos, mas de acordo com a Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), pelo menos 40% dos adolescentes do país já experimentaram álcool pela primeira vez entre 12 e 13 anos. E essa experiência acontece em casa.

Conforme ressaltam os médicos, quanto menor for a idade em que se ingere esse tipo de bebida, maiores são as chances de a pessoa se tornar um usuário dependente dela durante a vida. Especialmente se esse consumo acontece aos 16 anos.

Isso acontece porque os efeitos do álcool têm repercussão em locais do cérebro que ainda estão em desenvolvimento e que são relacionados com as habilidades cognitivo-comportamentais. Como resultado, a pessoa tem um desajuste social e um atraso em adquirir habilidades próprias da adolescência.

De acordo com os especialistas, os maiores riscos são: sequelas neuroquímicas, emocionais, déficit de memória, perda de rendimento escolar, retardo no aprendizado e no desenvolvimento de habilidades, entre outros problemas.

Fonte: Extra

Imagens: TikTok, Uai, News lab

Quantas vezes James Cameron mergulhou até os destroços do Titanic?

Previous article

Vírus HIV pode permanecer dormente no cérebro humano, aponta estudo

Next article

Comments

Comments are closed.