Aprenda a fazer sua própria cerveja em casa

POR Thamyris Fernandes    EM Curiosidades      06/09/14 às 19h59

Quem gosta de cerveja não precisa de um motivo nem de dia específico para apreciar uma boa breja, não é mesmo? Mas, tem dias que nada se compara ao conforto do sofá de casa, certo? E que tal juntar essas duas comodidades em uma coisa só e fazer sua própria cerveja em casa?

Pode parecer uma ideia maluca, mas tem gente por aí que garante que dá certo! Aliás, para te animar a "entrar na brincadeira" fique sabendo que para fazer cerveja na comodidade do seu lar você vai precisar apenas de 4 ingredientes: água, malte, lúpulo e levedura (fermento).

Tá que o processo de fabricação não é assim, uma coisa tão simples e consiste em 8 etapas, mas isso não é impedimento para quem realmente gosta de uma loira gelada, concorda? Então se liga aí que vamos te contar o que você precisa fazer, parte por parte. Confira:

COISAS QUE VOCÊ VAI PRECISAR:

* Um fogão de 4 bocas
* Duas panelas de 32 litros com torneira
* Um moinho para cereais
* Termômetro
* Balança
* Uma forma de pizza furada para o fundo falso
* Dois baldes de PVC com torneira e tampa
* Uma válvula airlock
* Mangueira para encher as garrafas
* Máquina para colocar tampas em garrafa

1. Cereais triturados

1

Embora seja uma lista pequena de ingredientes, pode ser que você fique meio perdido na hora de encontrar esses produtos no mercado. Se, por acaso encontrar dificuldades não hora das compras, você pode simplesmente pedir o malte, o lúpulo e o fermento (e até mesmo encontrar a receita detalhada) na internet.

Bom, depois disso, você precisa pesar diferentes tipos de maltes e jogar no moedor de cereais. Triture tudo até quebrar a casca. Mas faça isso com muita atenção, porque os grãos não podem virar farinha, isso dificulta a filtragem.

2. Malte e Mosto

2

Agora você precisa de água... muita água quente. O ideal é que sejam aquecidos 20 litros a uma temperatura entre 60 ºC. Mas não deixe de usar o termômetro, que pode ficar até dentro da panela. Daí, você precisa jogar o malte e misturar por 20 minutos, até chegar a exatamente aos 70 ºC.

Desligue o fogo e deixe o mosto, nome que recebe a mistura nessa fase, repousar por uma hora. DICA: Não permita que a temperatura chegue a 74 ºC, por exemplo, porque as enzimas deixam de agir.

3. Limpeza

3

Novamente você precisa acender o fogo e mexer a mistura até que ela atinja 78 ºC (de novo, se você deixar a temperatura ultrapassar o calor indicado é possível que sua bebida fique adstringente). Depois disso, você precisa abrir a torneira e jogar o mosto em uma panela com fundo falso.

Quando terminar, abra a torneira mais uma vez e retire 2 ou 3 litros da babida com a ajuda de uma escumadeira, que vai ajudar a tirar os farelos da bebida. Por fim, transfira o líquido de volta para a panela sem fundo falso.

4. Malte e Mosto

4

Junte mais água a 70 ºC à mistura para repor as perdas que a evaporação e a retirada do bagaço causaram, até ter os 20 litros de líquido que havia no começo. Volte o preparado para o fogo e, deixe ferver por 5 minutos.

Quando isso acontecer, acrescente o lúpulo (primeiro o responsável pelo amargor) e deixe o fogo ligado por uma hora, com a panela sem tampa. Nos últimos 5 minutos desse processo, acrescente também o lúpulo de aroma.

5. Decantação

5

Agora começa a etapa fria da produção. Para começar, higienize tudo que você for usar com álcool hospitalar, porque a presença de bactérias afeta o sabor da cerveja. Depois de desinfetada, mergulhe a panela em uma bacia com água e gelo.

Mexa por alguns minutos no sentido anti-horário e deixe por uma hora, com a tampa fechada. Isso vai fazer com que a parte sólida (com o bagaço de todo cereal) desça para o fundo da panela.

6. Fermento

6

Agora é preciso que você transfira todo o líquido para um balde de PVC. Daí, você pode jogar o fermento, segundo a temperatura ideal indicada na embalagem. Isso é essencial para não matar as leveduras, que são responsáveis por dar toda graça à sua bebida, transformando o açúcar em álcool. Concluída essa etapa, feche o balde com a válvula airlock e deixe repousar de 7 a 10 dias...

7. A maturação

7

Dias depois, a levedura vai afundar para o fundo do balde. Então, para se livrar dela, você vai ter que transferir a cerveja para outro balde de PVC, com a ajuda da torneira e de uma mangueira.

Então, feche a mistura de novo com a trava especial, que vai impedir completamente a entrada de ar; e mantenha o balde fechado, em temperatura ambiente, por mais 2 semanas. Ah, a bebida não pode pegar sol, ok?

8. Engarrafamento

8

Essa é a etapa final da produção e é nessa fase que você precisa tirar todos os resíduos sólidos que ficaram, passando a bebida para outro balde. Depois você vai precisar ferver 100 g de açúcar com 110 ml de água.

Separe entre 5 e 8 g - não exagere, porque a garrafa pode explodir - e jogue em uma garrafa de 1 litro. Preencha o recipiente com a cerveja até a metade do pescoço. Esse encontro final - entre cerveja e açúcar - vai fazer com que a levedura reaja e produza gás. Então é só deixe que a bebida descanse por mais 10 dias.

Nem é tão difícil assim, vai! Dá para fazer em casa, pelo menos para experimentar, não é mesmo? Depois é só gelar e beber!

No vídeo que você vai ver abaixo, é possível entender melhor o processo. O pessoal ensina direitinho, mas eles estão fazendo em quantidades maiores, até porque eles estão longe de ser iniciantes! Assista:

Thamyris Fernandes
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+