Curiosidades

Atraída por objetos, russa se casa com maleta de metal

0

Uma mulher de 24 anos, natural de Moscou, na Rússia, conheceu seu marido, Gideon, há cinco anos atrás, em uma loja de ferragens, enquanto comprava adereços para realizar uma sessão de fotos. Acredite ou não, Gideon é uma maleta de metal.

Rain Gordon, que trabalha como professora de uma creche, sempre sentiu atração por objetos inanimados. Esse fascínio por objetos começou quando ainda era jovem. Desde então, a russa sempre acreditou que tudo ao seu redor tinha alma. Portanto, com o passar do tempo, a crença em relação animismo se fortaleceu.

Amores inanimados

No início da adolescência, o primeiro grande amor de Gordon foi um shopping center recém-inaugurado em sua cidade natal. Com medo de ser julgada, a russa, até então, nunca havia revelado tal segredo a ninguém.

Por ter adquirido uma certa maturidade, Gordon, agora, resolveu se abrir para o mundo, revelando, então, seu amor por Gideon, a maleta de metal. O objetivo da russa, em expor seu romance com o objeto em questão, é romper todos os equívocos e estigmas que norteiam os relacionamentos românticos que podem surgir com objetos inanimados.

“Gideon fez meu coração bater mais forte. Estou perdidamente apaixonado pelo metal prateado e por tudo que a maleta reflete”, disse Gordon em uma entrevista ao Caters News. “As pessoas não entendem meu sentimento. Muitos dizem que estou doente e devo procurar um tratamento adequado. Ainda bem que esses comentários não me ofendem mais”.

O casamento com a maleta

A russa, que tem apenas 24 anos, conheceu Gideon em agosto de 2015, depois de comprá-lo em uma loja de ferragens. A maleta foi apenas um dos adereços que Gordon adquiriu para a suposta sessão de fotos que faria na época.

Com o passar do tempo, a russa acabou desenvolvendo um amor descomunal pela maleta e, por esse motivo, decidiu oficializar o relacionamento Gordon e a maleta se casaram em novembro do mesmo ano.

Desde então, ambos seguem juntos e, claro, felizes. “Eu não tinha ideia de que acabaríamos juntos. Admirei sua aparência, mas não pensei mais em nada”, explicou Gordon. “Mas, de repente, comecei a gostar demasiadamente de Gideon. Foi então que percebi que estava começando a me apaixonar”.

“Para demonstrar meu carinho, começamos a nos beijar e, depois disso, começamos também a passar mais tempo juntos. Principalmente na hora de dormir. Sem contar que sempre passamos horas conversando sobre tudo”.

A relação

Gordon afirma que a maleta não é somente um objeto sexual. Gordon, ao longo de sua vida, chegou a ter um namorado, mas o indivíduo rompeu o relacionamento em 2019, quando descobriu que a russa se sentia atraída por objetos inanimados. Mesmo tendo vivido um relacionamento de quase dois anos com o indivíduo, Gordon revela que nunca foi capaz de se sentir tão conectado como se sente com a maleta hoje.

“Quando fui confrontada, me vi sendo obrigada a escolher entre o namoro e a minha afeição pelos objetos. Sem hesitar, escolhi os objetos” disse Rain. “Eu sempre vou escolhê-los, gostem ou não. Para mim, os objetos são realmente melhores que as pessoas”.

A cerimônia entre Gordon e a maleta ocorreu na presença de amigos e familiares. Mesmo não sendo um casamento oficial, a russa se sente extremamente feliz porque o relacionamento é, em poucas palavras, um outro nível.

6 coisas desnecessárias com as quais gastamos muito dinheiro

Matéria anterior

Estudo planeja infectar cobaias para testar vacinas de Covid-19

Próxima matéria

Mais em Curiosidades

Você pode gostar

Comentários

Comentários não permitidos.