• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Avião de bombardeiro foi encontrado 47 anos depois de perdido

POR Bruno Dias    EM Curiosidades      22/02/19 às 16h30

O avião B-29 também chamado de Kee Bird foi construído entre agosto e setembro de 1945, e por isso ele nunca foi para a ação durante a Segunda Guerra Mundial. Ele foi na verdade um dos últimos B-29 a sair da linha de produção, na fábrica da Boeing em Wichita. Logo depois de sair de lá, ele foi para o Aeródromo do Exército de Grand Island, em Nebraska, e por lá ficou até definhar por um tempo.

Depois ele e mais 18 aeronaves foram ligados ao 46º Esquadrão de Reconhecimento. Então ele foi equipado com equipamento fotográfico, especializado para um trabalho de vigilância. O Kee Bird foi então usado durante a Guerra Fria para espionar a União Soviética. E em junho de 1946, o Kee Bird foi estacionado no Ladd Field, perto de Fairbanks, no Alasca.

No dia 20 de fevereiro de 1947, Kee Bird foi em sua missão secreta de espionagem da Guerra Fria. Nesse dia, o tenente Vern H. Arnett e seus homens tinham ordens para sobrevoar o polo norte geográfico e depois disso, iriam de volta para Ladd Field. Mas algumas mensagens da tripulação na madrugada de 21 de fevereiro de 1947, disseram que a tripulação estava perdida. E segundo o relatório, estavam sobre a terra mas não sabiam onde.

O comandante do Kee Bird explicou que eles tinham combustível para apenas quatro minutos de voo e como resultado, que iria pousar no gelo ou no solo. A Força Aérea tentou falar com o Kee Bird para resgatá-lo, mas o grande problema era que ninguém sabia onde ele tinha pousado.

Mas mesmo assim, uma missão de busca e resgate foi iniciada e as aeronaves de Ladd Field foram ajudar o Kee Bird. Quando o contato por rádio foi finalmente feito, os tripulantes explicaram que tinham caído no gelo e, felizmente, ninguém tinha se ferido. E para ajudar os pesquisadores a localizarem a aeronave, eles tinham rádios de leituras estelares.

E na manhã do dia 22 de fevereiro, um dos aviões de busca avistou o avião acidentado à noroeste da Groenlândia e outra aeronave passou e deixou suprimentos para o Kee Bird. Arnett e seus companheiros foram ordenados a destruir vários equipamentos sensíveis, mas a questão era como a Força Aérea iria tirar os homens do Ártico.

E no dia 24 de fevereiro, uma aeronave pousou no lago onde Arnett e sua tripulação estavam esperando pelo resgate. Então o tenente e sua tripulação subiram à bordo da aeronave que os resgatou.

Encontro

A tripulação foi toda resgatada, mas o Kee Bird ficou no lago congelado, presumidamente, enferrujando lentamente. Então, um homem chamado Darryl Greenamyer, que já tinha sido piloto da Reserva da Força Aérea dos EUA e passou a ser piloto de testes, disse achar que o Kee Bird não deveria ficar apodrecendo em um lago na Groenlândia.

E para a felicidade de Greenamyer, a Força Aérea dos EUA não tinha reivindicado qualquer propriedade do avião, então qualquer um que quisesse ter o Kee Bird poderia tê-lo. E o homem estava certo de que poderia voar para o lago, restaurar o Kee BIrd e retorná-lo para a civilização.

Para ajudar em suas buscas, Greenamyer montou uma equipe chamada Kee Bird Limited Liability Company. E em 1994, uma equipe foi para o lago onde o Kee Bird estava. E mesmo com progresso da equipe do homem, eles não conseguiram concluir o trabalho.

O inverno veio e parou todas as atividades. Ainda assim, no verão de 1995, Greenamyer estava de volta. E desta vez, eles conseguiram restaurar o Kee Bird. O que a equipe de Greenamyer tinha que fazer era retirar o avião da neve. Quando a equipe ligou os motores, o avião parecia pronto para voar, mas uma fumaça começou a aparecer na parte de trás do avião. E o fogo que foi causado por um tanque de combustível rapidamente atingiu todo o avião.

O resultado foi catastrófico. Greenamyer e sua equipe conseguiram escapar do incêndio e viram a visão devastadora do seu trabalho se desmanchando em sua frente.

Próxima Matéria
Via   Scribol  
Bruno Dias
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+