• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


O que aconteceria se você comesse Urânio?

POR Leticia Rocha    EM Curiosidades      22/02/19 às 16h40

O urânio é um elemento químico natural e comum. Tanto que é até mais abundante que a própria prata. Tem textura metálica e é radioativo. Sendo inclusive o mais utilizado pela indústria bélica, principalmente em meados da Segunda Guerra Mundial. Além disso, também é utilizado como combustível nas usinas nucleares. Já ouviu falar no plutônio? Uma de suas bases está no urânio. Se você é esperto e, nós sabemos que é, já deve ter compreendido que não seria muito bom ingerir esse tipo de substância.

Mas eu sinto informar que, diariamente, você consome alguma quantidade de urânio. Mesmo se você inspeciona seus alimentos e realiza a higienização adequada, o urânio estarão lá. Sim, mas não se preocupe, você não irá morrer. Consumimos cerca de  0,07 e 1,1 microgramas de urânio por dia, que é uma quantidade muito pequena e que sai rapidamente de nosso corpo.

Como o urânio chega até nós?

Lembra que dissemos que o urânio é um elemento natural disposto em grande quantidade na Terra? Imagine então que encontrá-lo não é uma das tarefas mais difíceis. O urânio está presente no solo, em rochas e até na água. A substância também pode ser dispersa pelo ar, por conta da erosão e do vento. Quando isso ocorre, a poeira cai nas plantas e na terra, o que faz com que se tenha contato com os alimentos. Principalmente os tubérculos, como: batatas, rabanetes, nabos etc.

Apesar de ingerirmos alguma quantidade de urânio, ela rapidamente é descartada de nosso organismo. Boa parte é eliminada através das fezes e da urina. Uma pequena quantidade pode permanecer em nossos corpos por um período um pouco maior, mas isso não oferece nenhum dano ou risco a nossa vida. No entanto, não é porque sobrevivemos a essas pequenas quantidades que somos imunes aos seus danos. Muito pelo contrário, a ingestão em grande quantidade pode sim ser maléfica.

Danos do urânio

Como nós dissemos, a quantidade que ingerimos é muito pequena. Chega no máximo a 1,1 microgramas diariamente. No entanto, não é preciso muito mais para nos prejudicar. Caso você ingira 25 miligramas do elemento já é o suficiente para te causar danos severos em seus rins. Se a quantidade for ainda maior, por exemplo, 50 miligramas, isso com certeza causará uma insuficiência renal grave que pode te levar até a morte.

Caso alguém sobreviva após ingerir uma quantidade tão grande de urânio, é provável que as chances de adquirir um câncer ou de ter alterações químicas no cérebro são grandes. Então a dica é sempre se manter longe da substância, pois ela pode ser muito perigosa. E não pense que ela brilha, inclusive, é bom saber que a maioria dos materiais radioativos não brilha, então não espere encontrar algo verde e brilhante.

E você, sabia que o urânio é tão abundante assim? Nos conte aqui nos comentários e aproveite para compartilhar com os amigos. Afinal, é importante saber e conhecer bem tudo o que ingerimos, principalmente quando se trata de urânio. Mas também não precisa cortar as batatas do cardápio, elas são inofensivas, fique tranquilo!

Próxima Matéria
Leticia Rocha
Jornalista e aprendiz de Dani Noce. No insta é ticia_rochaa
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+