• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE

Como será a vida das pessoas no espaço?

POR Toni Nascimento    EM Ciência e Tecnologia      20/09/18 às 15h31

O mundo já evoluiu o suficiente para descobrir porque o céu é azul e o que existe além dele. O espaço é infinito e alimenta a imaginação humana sobre todos os mistérios que ele guarda. O que existe dentro de um buraco negro? Quais os limites do universo? Existem seres extraterrestres? Diante tantas perguntas sem resposta, não é de se espantar que queiramos explorar todo canto possível do espaço. Porém, diante essa alta exploração espacial, fica mais uma pergunta: como é possível que tenhamos tanta vontade de ir para o espaço, se ainda existem tantos mistérios por lá?

A resposta para essa pergunta é muito simples: nós somos fascinados por mistérios, como aqueles clássicos "quem somos, de onde viemos e para onde vamos". Mas ainda assim, é necessário alguns conhecimentos básicos para que se possa ir em uma provável viagem sem volta para o espaço. Depois de tantas perguntas feitas anteriormente, eu te garanto a resposta de apenas uma: como será a vida das pessoas no espaço?

Dormir no espaço

Manter uma rotina no espaço é muito diferente do que manter uma rotina na Terra. As coisas mudam drasticamente na hora de dormir. Se aqui na Terra você precisa de pelo menos um colchão para descansar, lá no espaço não existe gravidade. Isso quer dizer que você pode simplesmente se prender em um saco de dormir na parede, e é isso. Você irá dormir, literalmente, na parede: na vertical.

Além disso, já ficou claro que o espaço faz as pessoas pararem de roncar. Um estudo feito no ano de 2001 expõe argumentos que mostram que os astronautas que roncavam na Terra dormiam em silêncio no espaço. Segundo a pesquisa, isso acontece porque a gravidade desempenha um papel dominante na geração de apneias, hipopneias e roncos. É possível que os astronautas ronquem no espaço, porém, os efeitos da gravidade zero parecem, se não eliminar, reduzir o barulho.

Exercício Físico

Na gravidade zero, não existe gravidade para puxar o corpo e exercitá-lo. Isso aumenta muito o risco dos músculos atrofiarem. Por isso é fundamental que eles se exercitem durante 4 horas, a cada 16 horas. Assista um vídeo da NASA aonde um astronauta mostra como é o hábito de exercício físico deles:

Higiene pessoal

Quando se trata de higiene pessoal, a coisa fica mais complicada ainda. Cortar as unhas já não pode ser feito em qualquer lugar. Isso acontece porque, se você cortar as unhas em qualquer canto, os pedaços vão ficar voando por aí e poderão acertar o olho de alguém sem querer. Por isso só é permitido cortar as unhas, perto do duto de ar pois os pedaços ficam presos lá e depois são eliminados na limpeza semanal. Assista ao vídeo da NASA sobre isso:

Escovar os dentes também muda drasticamente no espaço. Por lá, eles deixam uma bolha de água flutuando, enquanto escovam os dentes com escova e creme dental normais. Porém, na hora de limpar a boca toda cheia de creme dental, ao invés de cuspir a água, os astronautas a engolem, com tudo.

Alimentação

No espaço, a comida precisa ser hidratada antes de ser ingerida. Na maioria das vezes, é necessário encaixar o pacote em um distribuidor de água para hidratar a comida. O astronauta irá escolher a quantidade necessária e aguardar até que a água deixe o alimento hidratado e pronto para ser ingerido.

Além disso, sal e pimenta não estão a disposição no espaço da forma como nós os consumimos, e sim, apenas em forma líquida. Isso acontece porque os astronautas não podem usar sal e pimenta em sua comida no espaço. No fim das contas, o sal e a pimenta flutuariam, deixando em aberto o perigo de obstruir as saídas de ar, contaminar o equipamento ou ficarem presos nos olhos, boca ou nariz de algum astronauta.

E aí, você conseguiria sobreviver no espaço? Comenta aqui com a gente e compartilha essa matéria nas suas redes sociais.

Próxima Matéria
Via   O  
Imagens DC
Toni Nascimento
Nerd, mas principalmente amante do cinema. Mais em @nascimento_toni
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+