Curiosidades

Drone faz vídeo impressionante do telescópico Arecibo desabando completamente

0

Há pouco tempo, a National Science Foundation (NSF) anunciou que iria desativar essa enorme antena parabólica do Observatório de Arecibo. Eles tomaram essa decisão depois que os danos fizeram a instalação ficar muito perigosa para ser reparada.

Em agosto, um cabo escorregou do soquete. No entanto, os engenheiros avaliaram a situação e disseram que estava estável. Contudo, no começo de novembro, um segundo cabo se rompeu de forma inesperada. E foi isso que deixou todo o equipamento mais perigoso.

Então, depois de avaliar os três relatórios separados de engenharia, a NSF, que é a dona do telescópio, decidiu que a instalação estava muito instável. E qualquer tentativa de reparo iria colocar os trabalhadores em um risco muito grande.

Agora, na última sexta-feira a NSF divulgou imagens chocantes do colapso do Observatório de Arecibo. O vídeo foi capturado no dia primeiro de dezembro e mostra o momento em que os cabos de suporte arrebentaram e fizeram com que a estrutura de 900 toneladas suspensa acima de Arecibo caísse. Ela caiu em cima do icônico prato de mil metros de largura do observatório.

Desabamento

O desabamento foi capturado pelas câmeras localizadas no Centro de Controle de Operações de Arecibo e também por um drone que estava em cima da plataforma na hora do desabamento. O operador do drone conseguiu ajustar a câmera do dispositivo assim que a plataforma começou a cair.

A NSF já vinha monitorando de hora em hora o observatório com dornes. Eles começaram a fazer isso desde que os engenheiros avisaram que a estrutura estava para entrar em colapso em novembro.

“Acho que tivemos sorte e o operador de drones foi muito adepto para ver o que estava acontecendo e ser capaz de virar a câmera”, disse Ashley Zauderer, gerente de programas da NSF.

Na filmagem é possível ver o momento em que vários cabos arrebentam e fazem com que a plataforma caia e atinja a lateral do prato. Esse colapso também derrubou o topo das três torres de apoio em volta de Arecibo.

“Os cabos que vão do topo da Torre 4 para a plataforma eles são muito fracos na visão da câmera, mas estão lá. E então foram os cabos que falham perto do topo da torre primeiro, e depois, uma vez que eles falham, a plataforma perde estabilidade e começa a descer”, explicou John Abruzzo, empreiteiro da empresa de consultoria de engenharia Thornton Tomasetti, contratada pela Universidade da Flórida Central.

Colapso

O colapso do Arecibo não foi uma surpresa. E a NSF já pretendia fazer uma demolição controlada do telescópio. No entanto, o equipamento parece ter tomado uma iniciativa antes dos humanos.

Agora, a NSF está tentando descobrir como fazer para limpar a bagunça que o desabamento causou de uma maneira segura. Para isso, os engenheiros precisam fazer uma avaliação ambiental completa da área. E descobrirem quão estável são as estruturas que restaram.

“No que diz respeito à substituição, a NSF tem um processo muito bem definido para financiar e construir infraestruturas em larga escala, incluindo telescópios. É um processo de vários anos, que envolve dotações do Congresso, e a avaliação e as necessidades da comunidade científica. Então é muito cedo para comentarmos sobre a substituição”, concluiu Ralph Gaume, diretor da divisão de ciências astronômicas da NSF.

Essas foram as lives mais assistidas do mundo em 2020

Matéria anterior

Após discutir com a mulher, italiano sai de casa e caminha 420 km

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos