HistóriaMundo AforaTerror e Sobrenatural

É assim que está Chernobyl 30 anos após o maior acidente radioativo da história

0

No ano de 1986, o maior desastre radioativo ocorreu em uma usina localizada em Chernobyl, na Ucrânia. Na ocasião o objetivo era realizar um experimento com o reator 4 e descobrir qual seria o seu comportamento quando operado com baixos níveis de energia.

Porém, para realizar o teste, os responsáveis pela usina precisaram ignorar uma série de regras fundamentais de segurança, como por exemplo, interromper a circulação do sistema hidráulico que controlava a temperatura do reator.

Por se tratar de um experimento que trabalharia com baixos níveis de energia, os responsáveis acreditaram que não haveria problemas em interromper o sistema de resfriamento por um período pré-determinado.

O que aconteceu, você provavelmente já sabe. O reator entrou em um processo de superaquecimento, que de forma alguma poderia ser controlado, e a consequência foi que em poucos instantes o reator explodiu, liberando na sequencia um material radioativo que era 400 vezes maior do que o que existiam em ambas as bombas atômicas utilizadas contra a cidade de Hiroshima e Nagasaki.

Uma nuvem de material radioativo contaminou uma quilométrica região, tornando a existência humana naquela região simplesmente inviável.

Há 30 anos atrás, quando tudo aconteceu, foi preciso que as autoridades ucranianas realizassem uma gigantesca operação, com o objetivo de não só controlar a contaminação realizada pela radiação, como também de evacuar aproximadamente 45.000 pessoas daquela área.

Algum tempo após os primeiros reparos, o governo da Ucrânia precisou construir uma espécie de sarcófago que isolasse toda a usina em questão. E foi por conta de toda essa situação e perigo, Chernobyl, se tornou uma região completamente fantasma, repleta de marcas que não podem negar o seu assombroso passado.

Agora que já entendemos todo o contexto da situação, confira as imagens abaixo, que revelam como Chernobyl se encontra hoje em dia, 30 anos após o desastre.

01 02 03 04  06

cherno0byl

O vídeo abaixo é um dos últimos trabalhos na área de fotografia, arte e produção que foi gravado diretamente na região. Ele foi produzido por Danny Cooke, que utilizou um drone para conseguir as preciosas imagens. Confira:

E então queridos leitores, qual foi a sensação que essas imagens lhe causou? Conta pra gente aqui embaixo pelos comentários!

24 imagens que vão destruir completamente a sua infância

Matéria anterior

13 coisas que você só aprende com 60 anos

Próxima matéria

Mais em História

Você pode gostar

Comentários

Comentários não permitidos.