Curiosidades

Eclipse dessa segunda será o último de 2020. E tem novidades relacionadas à saúde

0

Os fenômenos no universo sempre atraem a atenção das pessoas ao redor do mundo. O vasto espaço, onde o nosso planeta se encontra, é extremamente rico em diversidade e isso resulta em vários eventos incríveis.

eclipse é um fenômeno astronômico que acontece quando a posição de um objeto celeste em trânsito é coincidente ou atravessa na posição aparente de outro. O termo eclipse é usado com mais frequência, para descrever um eclipse envolvendo o Sol, a Terra e a Lua.

Nesse ano, o foco principal das pessoas no mundo todo estava e ainda está na pandemia do novo coronavírus. No entanto, isso não quer dizer que os fenômenos astrológicos deixam de acontecer.

Tanto que, essa segunda-feira (14) será marcada por um eclipse solar total. E ele pode trazer à tona várias questões relacionadas com a saúde. Isso porque, ele acontece em conjunção com a principal estrela da constelação do serpentário.

Eclipse

Esse será o último eclipse de 2020. E por tudo que aconteceu no ano, ele é bem simbólico. De acordo com a astróloga Virgínia Gaia, esse eclipse solar total acontece em sagitário. Além de também acontecer em conjunção com a principal estrela de uma constelação, que invoca elementos da saúde.

Essa estrela é Rasalhague. Ela é a alfa da constelação do serpentário. Tal constelação tem o desenho de um homem “domando” uma cobra. A cobra é dividida entre duas  constelações. E a que o homem segura é Esculápio, que é conhecido na mitologia grego-romana como pai da medicina.

A astróloga explica que Esculápio está ligado com questões de saúde. Principalmente com a cura, por conta do mito milenar a respeito desse deus. Além disso, o mito de Esculápio também tem a habilidade de manipular o sangue da Medusa e conseguindo separar as propriedades curativas dele.

Novidades

Na astrologia, um eclipse solar total sempre está relacionado com o despertar de uma nova consciência. Isso pelo fato de o sol, simbolizando a consciência, ser encoberto pela lua, que simboliza a experiência adquirida no passado.

“Esculápio é o médico, e Rasalhague é a estrela que está na cabeça dele. É o conhecimento da doença e manipulação do veneno para a cura. A vacinação deve começar pelos profissionais de saúde, como uma estratégia Rasalhague, na cabeça da constelação, para controlar o coronavírus (serpente, veneno)”, explica Virgínia.

Além disso, o fato de o eclipse acontecer no signo de sagitário reforça isso ainda mais. “Ele traz lições, nos faz rever crenças e religiões. Fala também sobre relações internacionais. Temos o ‘antídoto’, mas ele abre um novo tempo e um aprendizado sobre saúde global, líderes mundiais, viagens, intercâmbios culturais, ideologias e estudos para que possamos não só controlar a pandemia, mas aprender com essa experiência”, conclui.

Como ver

O eclipse não poderá ser visto do país todo. Ele será visto parcialmente no sul e sudeste do Brasil. Mas em outros países da América do Sul, como  no Chile e na Argentina, o escurecimento será total.

Esse fenômeno começou às 11:33 horas e terminará às 15:33 horas horário de Brasília. Se você quiser ver, ele está sendo transmitido ao vivo.

Cerveja e batatas fritas podem ser as armas ideais contra as mudanças climáticas

Matéria anterior

Vacinação começou nos EUA e enfermeira foi a primeira a receber dose

Próxima matéria

Mais em Curiosidades

Você pode gostar