Curiosidades

Enxame de abelhas invade quarto de apartamento em Santa Catarina

0

As abelhas podem não ser o bicho mais amigável e preferido das pessoas, isso por causa da sua dolorosa ferroada. Contudo, a existência delas e o que elas proporcionam para o mundo são coisas que interferem bastante em nosso cotidiano, que talvez você nem saiba.

Embora elas tenham sua importância e sem sua existência, provavelmente, a nossa também se acabaria logo, encontrar um enxame de abelhas dentro do seu quarto não é uma coisa boa.

Esse foi o caso visto em um apartamento em Criciúma, no sul catarinense. Isso aconteceu na última quinta-feira, quando um enxame de abelhas invadiu o quarto. Depois da invasão, elas ficaram na janela. O enxame era tão grande que um apicultor foi chamado para tirar as abelhas do local.

Abelhas

G1

“Na hora que vi aquilo tudo, me apavorei. Cheguei em casa, tipo umas 19h. Fiz um café, normal, não tinha visto nada. Quando eu fui ao banheiro, eu vi uma abelha no banheiro. Foi a hora que eu comecei a acender as luzes da casa”, disse Raquel Pieri, a dona do apartamento invadido pelas abelhas.

Desse modo, Raquel percebeu que tinham algumas abelhas pelo apartamento. Contudo, ela disse que, de primeira, não tinha visto todo o enxame que estava lá.

“Quando eu entrei no quarto, eu vi umas abelhas na parede. Eu tenho a porta e um guarda-roupa do lado, então o guarda-roupa me tampou, no primeiro instante, a visão da janela. Quando eu viro o pescoço, eu vejo aquela janela entupida de abelhas. Eu fiquei com medo porque eu liguei a luz e o ventilador de teto começou a funcionar. Eu olhei aquilo, saí de ré, fechei, encostei a porta, porque ela estava sem trinco e não está fechando direito. E tinha já bastante, uma quantidade boa de abelhas dentro do apartamento”, relembrou ela.

Retirada

YouTube

Depois que Raquel viu o enxame de abelhas em seu apartamento, ela foi para a casa da sua vizinha e chamou os bombeiros. De acordo com ela, eles entraram em contato com um apicultor para que ele fosse até o apartamento. Antes do apicultor chegar, Raquel entrou no quarto para registrar aquele enxame de abelhas que estava no quarto em sua casa.

O apicultor chegou no apartamento de Raquel por volta das 22h. “Ele ficou até 0h30. O meu era o quinto atendimento do dia. Ele recolheu as abelhas. Ficaram algumas no apartamento, ele passou as recomendações. Como ali era um quarto e guarda-roupa, algumas iriam ficar. Mas elas estavam cansadas, então caem e acabam até morrendo”, disse Raquel.

Mais casos

Assiscity

O mais curioso é que o caso de Raquel não foi o único em seu prédio. Tanto que, vizinhos dela também relataram situações parecidas.

“Me disseram que há alguns anos já aconteceu isso no prédio. Eu não lembro. Eu moro ali há 30 anos, mas eu não me lembro desse ocorrido. Aconteceu do bombeiro ser acionado por causa de abelhas que invadiram um apartamento”, contou ela.

Segundo o Corpo de Bombeiros Militar de Criciúma, eles geralmente atuam quando acontece um ataque de abelhas. Como esse não foi o caso de Raquel, então eles fazem o contato com o apicultor para que ele faça a captura e manejo das abelhas.

Fonte: G1

Imagens: G1, YouTube, Assiscity

Como era a América antes da chegada de Colombo?

Artigo anterior

Mais tubarões matam humanos ou mais humanos matam tubarões?

Próximo artigo