Entretenimento

Essa tiktoker foi criticada por dançar ao lado da mãe internada

Vídeo tiktok
0

Qual é o limite da sensibilidade? Soraya Mecco estava internada por conta de um câncer em estágio gravíssimo. A mulher já tinha passado por vários tratamentos, mas, aos 51 anos, já não apresentava perspectiva de melhora.

Stephanie Mecco, sua filha, tinha o hábito de gravar vídeos para a rede social TikTok e, durante uma das gravações, decidiu incluir sua mãe no fundo do vídeo. O problema é que a mãe estava na cama de hospital e desacordada enquanto a jovem dançava ao seu lado.

Na visita ao hospital, no dia 30 de dezembro no ano passado, a tiktoker, de apenas 19 anos, gravou a dança e publicou na rede social. Depois de postar as imagens, ela recebeu críticas fortes de usuários ao redor do mundo. “Eu fiz o vídeo para descontrair e fazer com que ela ficasse mais tranquila naquele momento”, defendeu a jovem em entrevista à BBC News Brasil.

A tiktoker disse que, mesmo com a mãe com um quadro complicado, ela ainda acreditava que Soraya logo se recuperaria. Assim, Stephanie conta que o vídeo era para registrar o momento e, posteriormente, mostrar à mãe. “Ela se recuperaria e eu diria: olha como você estava nesse período, mãe”, explicou a jovem.

Stephanie Mecco

Divulgação

Comentários maldosos

Contudo, infelizmente, poucas horas depois, a mãe de Stephanie faleceu. Para homenagear à mãe, que já tinha o costume de aparecer nos vídeos da jovem, ela decidiu publicar o vídeo gravado no hospital. Na legenda, estava escrito: “Hoje o ano se encerra e você se foi com ele. Te amo demais, mãe. Descanse em paz. Obrigada por tudo. Um dia nos vemos.”

Porém, o vídeo não foi bem recebido pelos internautas e passou a ser compartilhado em outras redes sociais. Dessa forma, muitas pessoas viram a gravação e a publicação como um enorme desrespeito à mãe e uma forma de conseguir seguidores a todo custo.

Dentre os comentários, alguns repetiam a palavras como “psicopata” e “desprezível”. Falaram até que a tiktoker deveria ter morrido no lugar de Soraya. Para a jovem, em uma situação de fragilidade, a reação dos internautas foi injusta, já que não entenderam que ela estava demonstrando amor e pesar.

“Não consigo ver nenhuma maldade ali. Era um momento meu e dela em que tentei fazer de tudo para fazer com que ela ficasse mais calma. A gente enchia a nossa mãe de beijo e falava que ela ficaria boa logo. O vídeo foi só mais uma forma de descontrair”, afirma a jovem.

Permissão para gravar

Stephanie explicou que sua mãe era a sua maior incentivadora na criação dos vídeos. Além disso, ela pediu permissão para gravar naquele dia. “Perguntei se podia gravar um TikTok naquele momento, a abracei e ela fez um sinal positivo com a cabeça”, disse.

“Então, arrumei a posição do celular, comecei a dançar ao lado dela e do meu irmão. A minha mãe até empurrou a cabeça pro lado quando comecei a gravar, como se quisesse me ver melhor. Quando terminei, falei: depois, quando você ficar bem, a gente vai ver isso, mãe”, relata.

Em seu perfil, é possível encontrar diversos vídeos em que dança ao lado da mãe. Para ela, sua mãe era sua melhor amiga. “No começo da pandemia, ela me incentivou a publicar vídeos no TikTok, porque dizia que eu dançava muito bem, e isso me deu forças.”

Soraya sabia que a filha queria se tornar uma influenciadora no TikTok e comemorava sempre que os vídeos tinham muitas visualizações. No entanto, a partir de setembro de 2020, Soraya parou de gravar tantos vídeos com a sua filha, porque precisou se dedicar exclusivamente à sua saúde.

A mãe foi diagnosticada com glioblastoma de grau IV, um tumor com grande capacidade de crescer no tecido cerebral e costuma ser resistente aos tratamentos. Antes disso, seu pai havia morrido por causa da mesma doença. Assim, Soraya passou por cirurgias para reverter sua situação, além de fazer quimioterapia e radioterapia. “Ela sempre falava que ia vencer e eu realmente acreditava nisso. De toda forma, ela foi uma vencedora por tudo o que passou”, diz Stephanie.

Em dezembro de 2021, os médicos decidiram suspender os tratamentos, com a intenção de esperar a imunidade subir novamente e, então, tentar um novo tratamento. Porém, o estado de saúde da mulher piorou, que ficou cada vez mais fraca. Então, ela fez um pedido a todos: que ficassem alegres e otimistas sempre.

“Os médicos proibiram que os parentes chorassem ou demonstrassem tristeza durante as visitas, porque sabiam que isso poderia assustar a minha mãe”, comenta Stephanie. Segundo a jovem, Soraya se comunicava somente mexendo sua cabeça levemente ou apertando a mão um pouco.

Vídeo viral

Vídeo tiktok

Reprodução/TikTok

O vídeo logo teve 17 milhões de visualizações. Assim, inicialmente, os comentários eram positivos e de apoio, mas, quando o vídeo se tornou viral, a chuva de críticas começou. Algumas pessoas até disseram que ela estava dançando ao lado do corpo da mãe, após sua morte. Isso deixou a jovem abalada, mas ela não se arrepende de ter compartilhado o vídeo.

“Postei como forma de despedida. Vou manter no meu perfil, mas privei os comentários, porque não quero deixar que usem esse vídeo como forma de destilar ódio”.

Como mudar o horário das refeições pode ajudar a perder peso?

Matéria anterior

Esses casais já movimentaram o edredom no BBB

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos