Curiosidades

Esse boné ajuda a combater a calvície com terapia a laser

0

Todos nós temos o nosso grau de vaidade. Temos cuidado na hora de nos vestir, quando vamos cuidar da nossa pele, na hora de passar maquiagem e, é claro, quando vamos cuidar dos cabelos.

Normalmente, o cabelo é visto como uma questão estética. Uma forma de parecer mais jovem, ou então de acompanhar a tendência do momento. No entanto, ter um cabelo forte é um reflexo que as coisas estão indo bem em seu organismo.

A calvície é um dos problemas estéticos, e de saúde, que mais perturbam os homens. Isso porque, apesar de existirem mulheres que sofrem com o problema, é mais comum encontrar homens nessa situação. Além disso, apesar de estar mais comumente ligado à genética, a maioria tende a relacionar este fato à idade e, por isso, tentam esconder a queda de cabelo ou até impedir que isso aconteça.

Calvície

Mas, ainda que essa questão seja completamente problematizada, a calvície é mais comum do que a maioria imagina. Em média, 42% dos homens entre 18 e 49 anos apresentam queda de cabelo moderada ou extensa.

Para “resolver” esse problema é possível encontrar vários tipos de pílulas, cremes e soros na internet, mas nenhum deles têm evidências científicas que sustentem as alegações feitas por eles. Entretanto, isso não significa que não exista alguma coisa que a pessoa possa fazer para diminuir essa queda de cabelo.

Há produtos que realmente funcionam. E um deles é o boné de terapia a laser Kiier. O uso de laser para fazer o cabelo crescer pode soar como uma coisa saída de um filme de ficção científica. Contudo, a tecnologia por trás do boné Kiier já existe há muito tempo e é algo legítimo.

A chamada terapia a laser de baixa luz, ou LLLT, foi descoberta na década de 1960 pelo médico húngaro Endre Mester. E desde então ela tem sido usada nos ambientes clínicos para tratar queda capilar. E vários estudos científicos foram  feitos para confirmar que a LLLT melhora, de forma significativa, a contagem de cabelo, tanto em homens, como em mulheres.

Terapia

Essa terapia a laser de baixa luz, assim como o próprio nome diz, funciona com lasers que não geram calor. Por isso que a LLLT, às vezes, é chamada de terapia a  laser frio. O funcionamento dessa técnica é basicamente assim: a luz emitida pelos lasers aumenta a circulação sanguínea na pele. Com isso, transporta nutrientes e estimula o metabolismo e a síntese proteica nas células do folículo piloso. Esse processo é chamado de fotobiomodulação.

O processo pode fazer com que os folículos capilares mudem sua fase dormente, ou telógena, para uma fase ativa ou anágena. Isso quer dizer que assim o cabelo começa a crescer de novo nos lugares onde ele parou de crescer.

Durante muito tempo essa terapia de laser de baixa luz estava disponível somente em clínicas especiais. No entanto, agora esse não é mais o caso. Atualmente, empresas, como a Kiier, dão às pessoas o luxo de estarem no conforto da sua casa e conseguirem fazer yal processo com o laser.

Boné

O boné laser Kiier é, na verdade, um pequeno capacete dentro de um boné padrão. Ele tem uma faixa elástica para pendê-lo na cabeça e cabe em qualquer pessoa, com uma circunferência de até 23,5 polegadas.

O boné Kiier 148 Pro tem 148 diodos laser, já o Kiier 272 Premium tem 272 diodos laser. Esses dois modelos emitem luz em um comprimento de onda de 650 nanômetros. Esse comprimento é clinicamente comprovado como sendo o mais eficaz. E quanto mais intensa for a luz, menos tempo levará para ver os resultados.

O Kiier 272 Premium usado por apenas 30 minutos, em dias alternados, mostrou ser 93% eficaz no crescimento ou espessamento de cabelo. Contudo, isso leva algum tempo. A maior parte das pessoas irá ver resultados depois de três ou quatro meses. E os resultados máximos chegam depois de seis ou sete meses de uso.

Um ponto a ser observado é que o boné Kiier não funciona para todos os tipos de calvície. Ele trata a alopecia androgênica em homens que é classificada de IIa a V e em mulheres que têm classificações de Ludwig-Savin de I a II.

Esses cinco sistemas solares podem ser capazes de sustentar vida

Matéria anterior

7 empresas de sucesso que foram fundadas em períodos de crise

Próxima matéria

Mais em Curiosidades

Você pode gostar

Comentários

Comentários não permitidos.