• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE

Esse homem sequestrou 6 aborígenes da Ilha Sentinela do Norte

POR Toni Nascimento    EM História      30/11/18 às 18h10

Há poucos dias, John Allen Chau morreu após ser abatido à flechadas há cerca de uma semana na ilha Sentinela do Norte, no Oceano Índico. O homem buscava alcançar aborígenes para "levar a palavra do cristianismo" para eles. Essa caso acabou revelando, e relembrando, outros casos que aconteceram envolvendo essa mesma tribo que não tem contato com o mundo. Uma dessas histórias marcantes é a do encontro entre os indígenas e o antropólogo indiano T. N. Pandit.

T. N. Pandit

No final do século 19, um jovem oficial da marinha britânica chegou à ilha, que hoje pertence à Índia. Ele estava junto ao seu grupo de autoridades, criminosos condenados e aborígenes de outras tribos do arquipélago de Andaman, com quem já tinha estabelecido relação. Maurice Vidal Portman encabeçava a missão à ilha Sentinela do Norte. O objetivo era estudar a língua e os costumes da comunidade, que relutava em se comunicar com o mundo exterior. A hostilidade do grupo é conhecida desde muito tempo.

Segundo um texto publicado pela revista American Scholar, no ano 2000, de autoria do professor Adam Goodheart, do Washington College (EUA), Portman e seu grupo não encontraram ninguém na ilha a princípio. Maravilhados com a fertilidade do solo e a vegetação da ilha, o grupo permaneceu na ilha por vários dias, até encontrar alguém. Portman encontrou um casal de idosos e quatro crianças da tribo, que acabou sequestrando.

O sequestro

Os indígenas foram forçados a embarcar no navio e foram levados até a capital das ilhas Andaman e Nicobar, onde Portman morava. Seu objetivo era estudar os nativos em detalhes. O sequestro acabou em tragédia. Desacostumados com o contato com humanos de fora da tribo, os idosos ficaram doentes e morreram em pouco tempo. As quatro crianças foram levadas de volta à ilha, com presentes para o restante da tribo. Anos mais tarde, Portman reconheceu o fracasso de sua intervenção.

Por que eles são hostis?

Uma das principais perguntas em meio a isso é: por que essa tribo é tão hostil até os dias de hoje? Os indígenas já hostilizavam estrangeiros antes mesmo do encontro com Portman. Não dá para saber exatamente o porquê dessa tribo não querer contato com o mundo, porém, deve-se respeitar o desejo dos sentinelas de viverem conforme desejem. As leis indianas inclusive proíbem a aproximação de forasteiros da ilha. Eles se defendem como podem, nem que seja com as flechas.

Comenta aqui com a gente e compartilha nas sua redes sociais. Para você que gostaria de aprender mais sobre esse povo, aquele abraço.

Próxima Matéria
Via   BBC  
Imagens El País
Toni Nascimento
Nerd, mas principalmente amante do cinema. Mais em @nascimento_toni
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+