Bem como outros órgãos de nosso corpo, o cérebro envelhece com o passar dos anos. Assim, se quisermos nos manter jovens, não é só com as rugas que devemos nos preocupar, mas também, com a nossa mente. Portanto, em busca dessa fonte da juventude, nos perguntamos: é possível evitar que o cérebro envelheça rápido demais?

Até 2050, estima-se que 25% da população europeia terá mais do que 65 anos. Além disso, daqui a 30 anos, o número de pessoas com mais de 80 anos irá triplicar. De toda forma, caso você esteja se perguntando, não descobrimos uma forma de voltar no tempo, mas, ao invés disso, trouxemos algumas alternativas para reduzir os efeitos do envelhecimento.

Tudo para melhorarmos nossa qualidade de vida no futuro

Publicidade
continue a leitura

Podemos definir o envelhecimento como um conjunto de mudanças que nos atravessam com o passar dos anos. Nesse sentido, podemos sentir as consequências disso em nossas capacidades motoras, fisiológicas e cognitivas. Dito isso, é preciso lembrar que esse é um processo gradual e, de fato, inevitável. Entretanto, bem como ele pode ser acelerado por doenças e outros fatores, ele também pode ser atrasado.

Em nossos documentos, temos a idade cronológica, que diz respeito ao tempo que vivemos desde o nosso nascimento. Entretanto, nosso corpo e nossa mente também podem mostrar sinais de como estamos vivendo, assim, podemos parecer mais jovens ou mais velhos do que realmente somos, sejam por características físicas ou psicológicas. Nesse sentido, estamos falando da idade fisiológica, que é definida pelas condições de nosso organismo.

Publicidade
continue a leitura

Inevitavelmente, com o tempo, nosso cérebro irá diminuir. Isso acontece porque, perdemos neurônios e a produção de hormônios acontece em outro ritmo. Vale lembrar que, a perca de neurônios causa danos irreparáveis e, por isso, devem ser preservados com o máximo de cuidado. Mas, sabendo de tudo isso, o que podemos realmente fazer?

Algumas medidas para frear o envelhecimento

Publicidade
continue a leitura

Pelo que sabemos, a maneira mais eficiente de frear o envelhecimento é através da alimentação. Portanto, comer de maneira saudável é sempre bom e não é tão complicado quanto parece, mesmo que não seja uma tarefa fácil. Por exemplo, podemos citar a alimentação mediterrânea que implica no baixo consumo de carne vermelha, consumo médio de laticínios, vinho e gordura em quantias moderadas e um alto nível de ingestão de alimentos como frutas, legumes, cereais e peixes. Mas, claro, esse é apenas um exemplo e cada um de nós possui especificidades em nosso corpo. Assim, pode ser que essa não seja a dieta ideal para você. De todo modo, comer de maneira saudável é essencial nesse caso.

Outro ponto a ser lembrado é a nossa alimentação. Logo, em média, precisamos dormir oito horas por dia. Em algumas fases da nossa vida precisamos de mais horas de sono, mas nunca menos. Dessa forma, o sono é fundamental para regular a produção de neurônios e uma série de outras funções cerebrais. Por fim, citamos exercícios aeróbicos, que atuam em uma melhora da função cognitiva. Em resumo, manter seu corpo saudável já é meio caminho trilhado para uma mente saudável.

Publicado em: 19/09/20 12h22