Ser sequestrado em qualquer idade é um trauma muito grande. Agora pense uma criança que foi sequestrada duas vezes e mais, em ambas as vezes pela mesma pessoa. A história parece tão surreal que até virou documentário na Netflix.

O homem se aproximou dos pais da menina e os convenceu de que ela era uma alienígena que precisava engravidar dele para que eles salvassem o mundo. E inclusive, a primeira vez os pais não reportaram o sequestro.

Se você pensou que as séries novas do catálogo da Netflix, como You e Maldição da Residência Hill, eram de assustar, esse documentário pode te assustar ainda mais. Chamado Raptado à vista, ele conta a história do caso real de uma menina que nos anos 1970 que foi sequestrada duas vezes pelo mesmo homem.

Primeiro

Publicidade
continue a leitura

O primeiro sequestro aconteceu quando a menina tinha 12 anos e durou algumas semanas, e o segundo foi quando ela tinha 14 anos. E a repetição do crime não é a coisa mais assustadora dessa história.

O nome do sequestrador era Robert B. Berchtold, um homem que fez amizade com a família Broberg justamente com a intenção de sequestrar a pequena Jan, que tinha na época oito anos. Berchtold foi além da amizade com os pais das crianças, ele os seduziu sexualmente e ganhou a confiança deles. Mas como o homem era pedófilo, ele não tinha nenhuma real intenção com nenhum dos adultos.

Publicidade
continue a leitura

Depois de quatro anos de amizade com a família, Berchtold sequestrou Jan e a levou para o México, onde tentou fazer uma lavagem cerebral na menina para que ela fosse convencida de que tinha que ficar grávida do homem antes dos 16 anos para que pudesse salvar o mundo.

Segundo

Publicidade
continue a leitura

Como o homem era amigo da família e os pais confiavam nele, o sequestro foi demorado a ser relatado à polícia. Depois de cinco semanas, Jan voltou para a casa de seus pais e falou para a família que nada tinha acontecido. E por nada ter acontecido realmente, Berchtold sequestrou a menina de novo dois anos depois.

Na segunda vez em que Jan foi sequestrada, Berchtold chegou até matriculá-la em uma escola católica para garotas e fingiu ser seu pai. Dessa vez, Jan conseguiu escapar. Mas para saber o que aconteceu com ela e quais foram as consequências é preciso ver o documentário da Netflix.

Publicado em: 25/01/19 13h36