Fatos NerdNotíciasSéries e Sagas

iCarly retornará com boa parte do elenco original

0

Sem dúvidas 2020 foi um ano de grandes surpresas, embora a maior delas não tenha sido das melhores, aos quarenta e cinco do segundo tempo, a indústria do entretenimento segue apresentando grandes anúncios. Na noite de ontem, toda uma geração de fãs de iCarly ficou maravilhada com a notícia de que a saudosa sitcom da Nickelodeon ganhará um revival. A fonte oficial da revelação foi a revista Variety que informou que o retorno de iCarly foi encomendado pelo Paramount Plus, serviço de streaming da Paramount.

Além disso, o anúncio ficou ainda melhor após a confirmação de retorno de boa parte do elenco original. Só para ilustrar, Miranda Cosgrove (Carly Shay), Jerry Trainor (Spencer Shay) e Nathan Kress (Fred Benson) estão prontos para aparecer na nova versão da série. Embora nada tenha sido dito sobre Jennette McCurdy revisitar seu papel como Sam Puckett, seguimos esperançosos de vê-la. Ademais, Jay Kogen e Ali Schouten assinaram contrato para desenvolver a nova versão da série.

Originalmente, iCarly foi exibida entre 2007 e 2012 na Nickelodeon. Suas seis temporadas são divididas em 97 episódios e segue um grupo de melhores amigos criando um webcast enquanto enfrenta com problemas e aventuras cotidianas de adolescentes. Durante sua temporada original, o show provou ser incrivelmente popular e quebrou recordes de audiência para a Nickelodeon. Agora que o revival apresentará a versão mais velha dos personagens, estamos curiosos para conferir as modificações narrativas que Kogen e Schouten farão no enredo.

Até então, ainda não há nenhuma outra informação sobre a produção e nem uma estimativa de lançamento. No entanto, não deve demorar para que demais detalhes sejam anunciados. E então, ansioso para o revival de iCarly? Compartilhe sua opinião com a gente.

Para além de iCarly: os serviços de streaming e a monetização da nostalgia

Essa não é a primeira vez que vemos a indústria do entretenimento utilizar a monetização da nostalgia, ou seja, a revisitação a clássicos que são foco de memórias afetivas da audiência, como forma de atrair ainda mais público para suas produções. Na verdade, essa grande jogada foi altamente popularizada pela Disney que, desde 2010, vem investido em versões live-action de suas aclamadas animações da década de 1990 e tem usado essa abordagem como uma das maiores promessas em seu serviço de streaming. Além disso, outro bom exemplo disso é Stranger Things, da Netflix, que nada mais é do que um compilado de referências à filmes dos anos 1980. Indo um pouco mais além, também encontramos o HBO Max utilizando Friends como seu carro-chefe e divulgando um especial que reunirá o elenco da amada sitcom. Enfim, o revival de iCarly é apenas mais um exemplo em meio a um mar de produções que visam reconquistar o público, através da revisitação de memórias afetivas relacionadas a esse programa. E achamos ruim? Não mesmo.

Imagens: Nickelodeon  Netflix  Disney  Warner Bros.

Fate, live-action de Clube das Winx, ganha trailer e data de estreia

Matéria anterior

Quarteto Fantástico altera drasticamente os poderes do Galactus

Próxima matéria

Mais em Fatos Nerd

Você pode gostar