Após passarem anos lutando pela liberação do Snyder Cutos dcnautas finalmente alcançaram essa vitória. Por muito tempo, acreditamos que esse movimento não renderia resultados significativos além de chamar a atenção da mídia. Contudo, a iniciativa contou com grandes apoios, incluindo integrantes do elenco de Liga da Justiça e membros da produção. Como resultado disso, a WarnerMedia acabou cedendo e anunciando que o corte de Zack Snyder seria disponibilizado no HBO Max. Segundo as informações que temos até agora, a Liga da Justiça de Snyder passará por algumas gravações de cenas adicionais. Além disso, o longa, que originalmente teria quatro horas de duração, agora será convertido em uma minissérie de quatro episódios.

Ainda não sabemos exatamente como essa produção se encaixará no Universo Estendido DC. Segundo Snyder, sua Liga da Justiça não fará parte do cânone do DCEU, o que é ótimo. Todavia, a cada nova informação o Snyder Cut se torna mais intrigante. Agora, por exemplo, os fãs foram surpreendidos pela notícia de que Jared Leto foi chamado para reviver sua versão do Coringa nas refilmagens da Liga da Justiça de Snyder.

De acordo com o Hollywood Reporter, contará com o vilão apresentado em Esquadrão Suicida (2016). Com uma nova rodada de gravações financiadas pelo HBO Max, a Liga da Justiça de Zack Snyder - esse é o título oficial do projeto - está completando cenas não finalizadas e corrigindo os muitos erros de Joss Whedon. Além de Leto, atores como Ben Affleck, Ray Fisher e Amber Heard também estão integrando essas regravações. Entretanto, dentre esses nomes, Leto é a única novidade, visto que ele não apareceu no filme original de 2017. Então, não deixa de ser curioso imaginar o que está por vir. De qualquer forma, aqueles que assinaram a petição para o retorno de Leto como Coringa no DCEU devem estar se sentindo bastante contemplados.

Publicidade
continue a leitura

A petição, o Coringa de Leto e uma nova chance em Liga da Justiça

Publicidade
continue a leitura

abaixo-assinado, criado por Chris Bishop, tinha como objetivo pressionar a Warner Bros. a dar uma nova chance ao ator. Segundo a descrição do documento, a versão do Coringa de Leto possui muitos fãs e isso é comprovado pela quebra de bilheteria, na estreia de Esquadrão Suicida. Além disso, foi dito que os fãs se sentiram traídos pelo tempo limitado que o astro teve em cena, e assim, que o mesmo merece a chance de mostrar seu real potencial. Por fim, foi argumentado que "qualquer fã de verdade da história do Coringa nos quadrinhos, sabe que sua versão é a mais precisa que já vimos nas telas".

Bom, embora muitas das coisas, ditas na petição, sejam controversas, é um consenso que o desempenho de Leto foi afetado pela pós-produção do longa. Durante as filmagens, acompanhamos a intensa preparação do ator para a imersão no personagem. Além disso, não há duvidas de que o que foi entregue, está longe de ser o real potencial do ator. Coincidentemente, o próprio Leto havia afirmado que, diante de um roteiro aceitável e circunstâncias melhores, ele toparia retornar ao papel. Bom, parece que esse momento chegou, só nos resta saber se vai dar certo ou não. E então, o que você acha?

Publicidade
continue a leitura

Imagens: Warner Bros.

Publicado em: 21/10/20 17h37