Mundo Animal

Louva a Deus estão devorando cérebros de aves, é o que dizem cientistas

0

A postura e o nome do inseto louva-a-deus podem nos levar a pensar que a criatura é extremamente bondosa e pacífica dentro do reino animal, mas não se engane.

Se a gente precisava de mais alguma prova que essa criatura é a uma ameaça a outros animais e insetos, agora já temos. Um novo estudo realizado por zoólogos descobriu que os louva-a-deus estão matando pássaros e devorando seus cérebro ao redor do mundo.

A notícia pode fazer parecer que os insetos estão contaminados por algum tipo de vírus ou ameaça zumbi que os força a caçar as criaturas voadoras, mas não é o caso. A verdade é que esse comportamento de ataque é completamente natural.

Por mais que ciência já soubesse que os louva-a-deus pudessem atacar pequenos vertebrados – como sapos, lagartos e cobras – além dos artrópodes regulares que costumam comer, até agora os especialistas não tinham indícios de como funcionavam os ataques aos pássaros.

1 138 600x398, Fatos Desconhecidos

Os louva-a-deus são caçadores mortais carnívoros que utilizam a força de suas pernas da frente para capturar insetos e aranhas. Algumas espécies maiores, porém, também conseguem agarrar pequenos anfíbios, répteis ou até mesmo mamíferos, nos casos de pequenos roedores.

Agora, cientistas descobriram que louva-a-deus espalhados ao redor de todo o mundo também estão atacando e comendo pequenos pássaros, de acordo com um novo estudo. Os pesquisadores descobriram 147 exemplos do inseto caçando aves em 13 países de todos os continentes, com exceção da Antártica.

“O fato de comer pássaros estar tão espalhado entre louva-a-deus, tanto taxonomicamente como geograficamente falando, é uma descoberta espetacular”, diz o líder da pesquisa Martin Nyffeler, da Universidade de Basel, na Suíça.

O time de pesquisa de Nyffeler analisou toda a literatura disponível sobre o ataque a pássaros feitos por louva-a-deus e descobriu que o fenômeno já foi percebido em todo o mundo, com insetos atacando cerca de 24 espécies diferentes das avas.

2 99 600x442, Fatos Desconhecidos

No total, os pesquisadores encontraram 147 casos de comportamentos que foram analisados desde o primeiro caso documentado, em 1864, sendo que a maioria deles envolve ataques a diferentes tipos de beija-flor nos Estados Unidos. Nesses casos, as aves costumam ser atacadas quando estão se alimentando em aparatos colocados em jardins residenciais.

De acordo com ao menos uma das observações, o ataque é bem grotesco. Isso aconteceu principalmente porque os louva-a-deus são conhecidos por consumirem algumas de suas presas quando ainda estão vivas.

“O modos operandi do louva-a-deus parece ser aproximar do pássaro, que sempre está abaixo dele, e então entrar na cavidade cranial por meio dos olhos, se alimentando dos tecidos do cérebro.”

O ataque, que pode terminar numa terrível forma de decapitação das aves, é possível graças à poderosa força que os insetos possuem nas pernas da frente, permitindo que os pássaros sejam capturados, incapacitados e imobilizados diante do ataque.

A maioria dos pássaros capturados por louva-a-deus eram relativamente leves, pesando menos de 6 gramas. A nível de comparação, algumas espécies dos insetos pesavam o mesmo tanto ou um pouco mais do que suas presas. Mas os louva-a-deus também são conhecidos por sua habilidade de garantir refeições maiores e mais pesadas do que seus corpos.

Enquanto o hábito de caça aos pássaros pode parecer uma surpresa para muita gente, o autor e especialista em pássaros Kenn Kaufman, de Indiana (Estados Unidos) diz que o número de casos registrados até hoje provavelmente não deve levantar uma preocupação com a sobrevivência dos beija-flor.

“Por mais estranho e brutal que o comportamento possa parecer, eu não acho que isso represente uma ameaça à sobrevivência de nenhuma espécie de beija-flor, porque isso não acontece com tanta frequência em relação à população total”, explicou.

Ainda assim, não dá pra negar que visualizar um louva-a-deus atacando um pássaro e consumindo seu cérebro é uma imagem inesperada, assustadora e quase inacreditável, não é mesmo? O que achou da descoberta científica? Conte para a gente e não deixe de compartilhar o conteúdo com seus amigos!

Veja a abertura de Raven’s Home, o spin-off de As Visões da Raven

Matéria anterior

Série que fala sobre o início do movimento LGBT nos Estados Unidos chegará no Brasil

Próxima matéria

Você também pode gostar

Mais em Mundo Animal

Comentários

Comentários não são permitidos