Notícias

Motorista viraliza ao mandar áudios divertidos e informar localização do ônibus em Rio Branco

0

Quem nunca perdeu um ônibus? Esse momento é de puro estresse, frustração e tristeza. Incrível seria se fosse possível saber exatamente onde está o ônibus para que seu dia ocorra do jeito que você planejou. Com a ajuda de um motorista bem humorado, alunos de Rio Branco tiveram esse privilégio.

“Atenção, senhores passageiros, acadêmicos, universitários, fiquem ligados para mais uma largada da nave! São 12h02, marcando agora no meu relógio, confira na sua escala. Linha 707, a nave já está pronta, as turbinas já estão ligadas. Nesse exato momento, estou saindo do Terminal da Ufac, dentro de 3 minutos vou estar passando dentro da Ufac a 60 km/h, a todo vapor. Partiu! Venha para a parada para você não perder a nave. Fui!”

Essa é a mensagem do motorista de ônibus Vanderlei Fernandes, de 47 anos, para os passageiros que pegam seu ônibus. Assim, ele faz isso para informar aos passageiros a localização exata no ônibus que ele dirige, uma das linhas mais movimentadas, visto que o ônibus 707 atende alunos do Instituto Federal do Acre (Ifce) e as universidades de Rio Branco, incluindo a Ufac.

No dias atuais, não existe um aplicativo em Rio Branco para que os passageiros do transporte público possam saber em tempo real a movimentação dos carros. No entanto, a capital chegou a ter esse recurso, há alguns anos, mas hoje o aplicativo não funciona mais.

Assim, já que não podem contar com a ajuda de um aplicativo para o transporte público, eles podem contar com a ajuda de Vanderlei. Isso porque o motorista criou uma corrente de gentileza que caminha com a tecnologia à sua disposição.

Motorista faz sucesso com áudios engraçados informando localização de ônibus

Sabendo da dificuldade de diversos passageiros, que perdiam ônibus ou então ficavam tempo demais esperando nas paradas, os próprios passageiros se organizaram e criaram um grupo de mensagens para que houvesse uma comunicação. Porém, precisavam de uma peça central: um motorista disposto a ajudar.

Foi aí que Valderlei mostrou sua generosidade. Ele trabalha com o transporte público desde os 40 anos e criou bons relacionamentos com os passageiros que o encontram entre as 5h e as 15h, sendo este o horário em que ele está ativo nas ruas, pilotando o ônibus, ou melhor, sua nave. Em sua maioria, os passageiros são estudantes.

Dessa forma, por causa do isolamento social decorrente da pandemia do coronavírus, o grupo dos passageiros estava parado. Porém, com a volta da rotina, os grupos do Ifac/universidades voltaram à ativa e contam com a informação de localização do ônibus em tempo real.

“Eu via muito assalto e ficava pensando que devia ter algo para ajudar esses alunos, algo que fizesse com que eles ficassem pouco tempo na parada, porque quanto mais tempo ficavam lá esperando o ônibus, mais expostos ao risco eles ficavam. Então comecei a mandar mensagens escritas no grupo, mas não pegou muito, então passei a gravar áudios mais animados e aí eles adoraram”, relembra.

Áudios divertidos

Reprodução

Sempre de bom humor logo cedo, Vanderlei avisa ao grupo quando está saindo do terminal. Depois, enquanto ele está na direção, os passageiros que sobem no ônibus fazem o trabalho de atualizar o grupo.

“A ideia do áudio era uma forma de deixar tudo mais divertido, porque o aluno nem sempre acorda bem, tem que madrugar para pegar o ônibus, então já é uma forma de animar mais eles”, conta.

Agora, Vanderlei conta que os alunos não esperam mais de cinco minutos na parada, o que garante a segurança deles.

“Tirou muito eles do risco. Me agradecem muito, porque dizem que não é minha obrigação como motorista, mas que faço e que acabo ajudando bastante. O primeiro áudio é meu e aí, conforme eles vão entrando, oriento que mantenham o grupo informado de onde estamos passando e tem dado certo.”

Hoje, são pelo menos quatro grupos no WhatsApp, um deles com mais de 200 participantes. Além disso, estão se organizando para migrar para o Telegram, que possibilita grupos maiores.

O valor da comunicação

Bruno Andrade, de 29 anos, cursa o 7º período de psicologia da Universidade Federal do Acre (Ufac). Assim, ele usa a linha de ônibus e também é um dos administradores dos grupos responsáveis pela rede do 707.

“Essa comunicação é importante porque nos ajuda a não perder o ônibus e também nos afasta de algum perigo. Infelizmente desativaram um terminal de pequeno porte, onde muitos alunos acabaram prejudicados, tendo que ir até o terminal do Centro para pegar outro ônibus e ir ao campus.”

“Com esses informes, alguns podem descer em um ponto perto desse terminal e pegar a integração, tudo com a ajuda dos informes dele. Porque seria bem arriscado a pessoa descer e o ônibus já ter passado e perder a integração. E o reconhecimento dele é merecido, porque é uma pessoa humilde e bem carismática. É bom ver a alegria dele nas manhãs, nos contagiando dessa forma. Ele é um grande amigo, se tornou amigo de muitos alunos e trabalhadores que fazem uso da linha”, diz.

Fonte: G1

Google Fotos começa a disponibilizar filtros para tons de pele escuros

Matéria anterior

Justiça proíbe mãe de difamar salão que errou no cabelo de seu filho

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos