Curiosidades

O Brasil está envelhecendo?

0

Nosso planeta já passou por várias eras e isso também foi visto na população mundial. Atualmente existem aproximadamente oito bilhões de pessoas vivas no mundo. E a quantidade de pessoas na Terra parece aumentar a cada dia e estar longe de ter uma diminuição ou estabilização. Contudo, por mais que pessoas novas não parem de nascer, alguns países estão vendo um envelhecimento da sua população.

De acordo com o Censo de 2022, divulgado nessa sexta-feira pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), é perceptível a mudança do perfil da população do Brasil nas últimas décadas. A conclusão que o levantamento chegou é a de que hoje, nosso país está mais velho.

Conforme o IBGE, a idade média do brasileiro foi de 29 anos, em 2010, para 35 anos, em 2022. Além disso, o país teve o maior salto de envelhecimento visto entre dois censos desde 1940.

Envelhecimento

Olhar digital

Para se ter uma ideia, em 2010, a cada 30,7 idosos, pessoas com 65 anos ou mais, tinham 100 jovens de até 14 anos. Agora, são 55 idosos para 100 jovens. Isso mostra que a população do Brasil está envelhecendo.

Outra coisa que o Censo 2022 aponta é que a população feminina está aumentando constantemente no nosso país nas últimas décadas. Tanto que, atualmente, dos 203 milhões de brasileiros, as mulheres representam 51,5%. Em outros números, existem aproximadamente 104,5 milhões de mulheres e 98,5 milhões de homens.

Por conta desse crescimento, em 2010, o Brasil tinha 96,9 homens para cada 100 mulheres. Já em 2022, eram 94,2 homens para cada 100 mulheres.

Explicando os resultados

Olhar digital

Esses resultados podem ser explicados por alguns fatores, segundo o IBGE. Por exemplo, a taxa de fecundidade, índice que mostra o número de nascidos a cada mil mulheres em idade fértil, dos brasileiros diminuiu no decorrer das últimas décadas.

De todas as regiões do Brasil, o norte é a mais jovem com 25,2% da sua população com até 14 anos. A região também tem a idade média da população mais baixa: 29 anos. Mesmo assim, ela subiu, visto que em 2010 ela era 24 anos. Enquanto que as regiões mais envelhecidas são a sul e sudeste. Nelas, aproximadamente 12% da população tem 65 anos ou mais.

Já os estados que tem a maior proporção de idosos são:

  • Rio Grande do Sul (14,1% da população)
  • Rio de Janeiro (13,1%)
  • Minas Gerais (12,4%)

Enquanto que os estados com maior proporção de jovens, pessoas com até 14 anos são:

  • Roraima (29,2%)
  • Amazonas (27,3%)
  • Amapá (27%)

Com relação ao maior número de mulheres, isso é visto por conta de uma maior taxa de mortalidade entre os homens. Então, como a população feminina morre menos, é tendência que o nosso país continue se tornando cada vez mais feminino.

Os dados do censo mostram que, até os 24 anos, a maioria da população ainda é masculina. No entanto, a partir dessa idade as mulheres já ficam na liderança. E em praticamente todas as regiões do país a população feminina é maior, menos no norte onde tem mais homens, 49.9%. E a região com mais mulheres é o sudeste, com 51,8%.

População

Jovem Pan

Mesmo que alguns países do mundo estejam passando pelo envelhecimento populacional, o mundo todo está enfrentando um crescimento. Com a população humana em constante expansão, algumas pessoas veem essa alta de números como uma história de sucesso sem precedentes. Inclusive, existe uma escola de pensamento que defende que precisamos de mais pessoas.

Enquanto isso, alguns rotulam as massas humanas como “praga na Terra”, e de acordo com essa visão, quase todos os problemas ambientais enfrentados hoje em dia, desde mudanças climáticas até a perda de biodiversidade, estresse hídrico e conflitos por terra, podem estar ligados com a reprodução desenfreada nos últimos séculos.

Em 1994, quando a população global era de 5,5 bilhões de pessoas, pesquisadores da Universidade Stanford, nos EUA, calcularam que o tamanho ideal da população humana no planeta seria entre 1,5 e dois bilhões de pessoas.

Então, será que atualmente o mundo está superpovoado? Por mais que o debate a respeito do número ideal de pessoas no planeta seja desde sempre fragmentado, o tempo para decidir qual é a melhor direção para onde ir está se esgotando.

Contudo, atualmente, quaisquer políticas que envolvam cotas ou metas para aumentar ou diminuir a população humana são condenadas universalmente, a não ser por poucas organizações extremistas. E o risco desses incentivos levarem à coerção ou a outras atrocidades é tido como muito alto.

Fonte: Olhar digital, BBC

Imagens: Olhar digital, Jovem Pan

Como assistir ao eclipse parcial da lua, neste sábado, pela internet

Previous article

3 motivos para assistir Five Nights at Freddy’s

Next article

Comments

Comments are closed.