O que acontece se uma pessoa comer apenas fast-food por um mês?

POR Ultra Curioso    EM Ciência e Tecnologia      21/09/15 às 13h01

Com as rotinas super agitadas e os hábitos de "rush" que a maioria da população contraiu com o passar dos anos, é casa vez mais difícil manter uma alimentação saudável, balanceada e programada - que é o recomendado se quisermos ter qualidade de vida. E é aí que entra ele, como um heroi e ao mesmo tempo um vilão disposto a matar sua fome rapidamente e não ser nem um pouco generoso com seus corpo: o fast food.

Por ser um tipo de comida rápida, barata e que mata a fome de forma bem prática, o fast-food tem sido a alimentação mais consumida por milhões de pessoas ao redor do mundo. Muitas delas já perderam o hábito de se sentar à mesa e optam por um bom e gorduroso Big Mac.

Fritas, pizza, hambúrgueres e refrigerante. A princípio é tudo muito bom, tudo muito gostoso, mas já foi comprovado que o consumo frequente desse tipo de comida é extremamente prejudicial ao organismo. A campanha de conscientização tem sido tanta que até algumas redes de fast food têm procurado adequar o cardápio a um meio mais 'natureba', e muitas pessoas estão consumindo de maneira mais esporádica, ou seja, só de vez em quando.

Afinal, um indivíduo precisa de uma série de nutrientes que só são fornecidos por frutas, verduras e outros tipos de alimento que não seja a 'comida rápida'. Mas como ficaria uma pessoa se ela do nada, talvez para testar suas capacidades, resolvesse comer apenas no McDonald's, por exemplo, pelo tempo aproximado de 30 dias? Afinal, o que acontece se uma pessoa comer apenas Fast Food por um mês?

Bem, aparentemente norte-americano chamado Morgan Spurlock se fez essa pergunta e resolveu provar a teoria, transformando a experiência num documentário. Exatamente, Spurlock passou 30 dias inteiros comendo três vezes ao dia única e exclusivamente na famosa rede de fast food McDonald's. Por um mês, tudo o que entrava no estômago do norte-americano, seja comida ou bebida - e até água, vinha do palhaço Ronald McDonald.

Super-Size-Me

O documentário, chamado de 'Super Size Me", tornou-se um fenômeno ao retratar o cotidiano de um homem normal de 34 anos de idade que resolveu testar a própria saúde para denunciar a preocupante propagação da obesidade em nome de uma alimentação ruim, comendo apenas fast food por um mês.

Sua regras eram: ele deveria plenamente comer em McDonald's três comidas por dia; escolher cada item no menu do McDonald's ao menos uma vez durante o transcurso dos 30 dias (fez em nove dias); ingerir só os itens do menu (o que inclui água engarrafada); escolher o tamanho "Super Size" de sua comida sempre que lhe for oferecido; aceitar todas as promoções oferecidas para que ele compre mais comida que a intencionada inicialmente, e teria que caminhar a média que se caminha nos Estados Unidos, sobre a cifra de 5000 passos ao dia.

super-size-me

No começo da experiência maluca, Spurlock tinha uma dieta normal e variada, e era saudável com um peso proporcional à altura (84 kg para 1,88 de alt). Mas assim que começou a gravar Super Size Me, o homem passou a comer apenas nos McDonald's que ficavam próximos a sua residência.

Após 5 dias da experiência, Spurlock havia ganhado cerca de 5 kg. Nesse período, o homem começou a experimentar uma sensação de depressão, letargia e dores de cabeça. O médico que acompanhava a experiência deu o ultimato: ele já estava viciado, e com problemas de saúde (física e emocional).

Depois de 20 dias, a noiva de Spurlock, Alexandra Jamieson, testemunhou a perda de energia e desempenho sexual de seu noivo. Este, começou a se queixar súbitas palpitações no coração. Ao consultar o médico, o doutor aconselha que ele interrompa a experiência imediatamente. Spurlock já tinha ganhado cerca de sete quilos, mas mesmo assim decide ir até o fim com o experimento.

supserize_spurlock2

Finalmente, o norte-americano chega ao trigésimo dia com uma preocupante constatação médica. Ele havia comido em 30 dias o recomendável de McDonald's para 8 anos (Spurlock consumiu 5.000 calorias por dia, com cerca de seis Big Mac's)! Resultado da experiência de 30 dias comendo McDonald's: ganho de 11 kg, mudanças de humor, disfunção sexual e dano irreversível ao fígado - além de um sério risco de ataque cardíaco. O homem levou cerca de 14 meses para perder os quilos que ganhou, mas sua saúde jamais voltou a ser a mesma.

Ultra Curioso
Ultra Curioso o acervo de um dos maiores sites de curiosidades brasileiros.

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+