Curiosidades

Oferenda de dois mil anos é encontrada preservada embaixo de pirâmide mexicana

0

A arqueologia é a ciência responsável por estudar culturas e civilizações do passado. Em suma, é através das descobertas arqueológicas, que vestígios de antigas sociedades e culturas são descobertos. Assim, pode-se compreender melhor como viveu determinado povo, quais eram seus hábitos e costumes. Até mesmo, o que levou ao seu fim.

Felizmente, arqueólogos estão sempre fazendo novas descobertas e conhecendo mais do passado das civilizações humanas. Como por exemplo, esses ramos de flores que foram embrulhados em buquês e colocados embaixo de um amontoado de madeira há quase dois mil .

Quem fez esses buquês  foram o antigo povo de Teotihacan. Agora, os arqueólogos encontraram os restos dessas flores. E elas estavam supreendentemente bem preservadas em um túnel serpenteado embaixo de uma pirâmide da cidade antiga, que está localizada a nordeste do que hoje é a Cidade do México.

Descoberta

Oferenda1, Fatos Desconhecidos

A pirâmide já é imensa e mediria 23 metros de altura quando ela foi construída. Isso faz com que ela seja mais alta do que a Esfinge de Gizé, do antigo Egito. Essa pirâmide de Teotihucan é parte do chamado “Templo da Serpente Emplumada”. Ele foi construído para homenagear Quetzalcoatl, um deus serpente adorado na Mesoamérica.

De acordo com ergio Gómez-Chávez, arqueólogo do Instituto Nacional de Antropologia e História do México (INAH), líder da escavação, os buquês foram encontrados 18 metros abaixo do solo, na parte mais profunda do túnel.

Além deles, várias peças de cerâmica representando Tlaloc também foram encontradas. Ele era um deus relacionado com a chuva e à fertilidade.

Oferenda

Oferenda2, Fatos Desconhecidos

Provavelmente, os buquês eram parte de rituais, possivelmente relacionados à fertilidade, que esse povo fazia no túnel. Com a descoberta, os arqueólogos esperam conseguir determinar a identidade dessas flores e com isso conseguir aprender mais sobre os rituais.

Essa descoberta foi feita há somente algumas semanas. E de acordo com Gómez-Chávez, o número de flores varia entre os buquês. Ele observou que enquanto um buquê tem 40 flores amarradas, outro tem 60.

Junto com as flores, eles também encontraram evidências de uma grande fogueira com vários pedaços de madeira queimada. Isso indica que as pessoas colocavam os buquês primeiro no chão e depois os cobriam com uma grande quantidade de madeira. E essa quantidade de madeira parece ter protegido as flores do fogo da fogueira.

Túnel

Oferenda3, Fatos Desconhecidos

O túnel onde Gómez-Chávez e sua equipe encontraram as flores está sendo escavado desde 2003. Desde sua descoberta ele já rendeu milhares  de artefatos. Como por exemplo,  cerâmica, esculturas, grãos de cacau, obsidiana, restos de animais e até mesmo uma paisagem em miniatura com piscinas de mercúrio líquido.

No entanto, os arqueólogos ainda estão tentando entender o motivo dos povos antigos criarem esse túnel e saber também a forma como eles o usavam.

Namorados de 1.500 descobertos na China em um abraço eterno

Matéria anterior

7 hits de sucesso que escondem mensagens subliminares

Próxima matéria

Você também pode gostar

Mais em Curiosidades

Comentários

Comentários não são permitidos