Curiosidades

Onda de calor faz venda de água subir 30% e preços também sobem

0

A mudança climática vem afetando o mundo todo de várias maneiras diferentes. Pode-se ver isso nos mais variados ambientes da Terra. Mesmo que algumas condições já sejam esperadas em determinadas épocas do ano, elas estão ficando ainda mais fortes. Por exemplo, a extrema onda de calor. Com isso, é natural que o consumo de água cresça.

Por mais que a água seja uma necessidade humana, ela também é um produto. Então, não é de se surpreender que quando a procura está maior seu preço aumente. De acordo com o índice de preços dos supermercados (IPS) da Associação Paulista dos Supermercados (Apas), o preço da água mineral aumentou 9% em 2023 e 11,9% nos últimos 12 meses. Além disso, nos últimos 30 dias, as vendas dela subiram até 30%.

Além da água, o aumento de preço aconteceu no setor de bebidas, como mostrou o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), índice oficial de inflação no país. Segundo ele, em outubro, o preço das bebidas subiu 0,31% depois de ter quatro meses de deflação.

Aumento do preço

Climainfo

De maneira geral, as vendas das bebidas também tiveram um crescimento no último mês, época em que o Brasil estava passando por um período de vários dias de calor extremo. De acordo com Felipe Queiroz, economista-chefe da Apas, esse aumento foi entre 20 e 30% no volume comercializado nos últimos 30 dias.

Esse aumento nos preços não é culpa dos supermercados. Na visão do economista, essa alta no preço da água vista nos supermercados não pode ser considerada como “culpa das redes supermercadistas”. “O aumento vem da indústria, que também está sofrendo reajuste ao longo de sua cadeia, e é repassado para o supermercado e, consequentemente, para o consumidor na ponta da cadeia”, disse ele.

Além disso, as mudanças climáticas também interferem nos custos da indústria. “Não podemos atrelar o aumento de preço à lei de oferta e demanda, simplesmente. Vários fatores contribuíram para esta elevação, já que a mudança climática tem afetado o custo de produção, a indústria de embasamento e a distribuição”, pontuou Queiroz.

Vendas

Viral

Os fabricantes de bebidas estão otimistas com suas vendas. No caso da Minalba Brasil, ela está se preparando para seu melhor verão dos últimos cinco anos. Além disso, ela confirmou que a tendência é que esse ano tenha uma das melhores primaveras da história da empresa.

Para se ter uma ideia, na primeira semana de novembro foi visto um crescimento de 72% nas vendas de água mineral comparado com a semana anterior. O aumento foi visto em todos os tamanhos de água. Mesmo com o aumento de vendas, a Minalba garantiu que isso não será refletido nos preços.

“Acreditamos que isso não irá ocorrer, tanto pelo momento econômico quanto pelo planejamento e alinhamento que temos realizado junto aos clientes. Eventuais aumentos de preços estão mais relacionados a alguma ação tática de algum canal ou cliente”, disse Aélio Silveira, CEO da Minalba Brasil.

No Grupo Petrópolis, as vendas de água mineral com e sem gás também tiveram um aumento. Em comparação com setembro do ano passado, no desse ano aconteceu um aumento de 32,9% nas vendas.

Água

@ryandubs

It’s honestly a fashion accessory at this point 💧 #luxury #lifestyle #hgtv #rich #mansion #wealth #wealthymindset #water #voss

♬ original sound – Ryan Dubs

Mesmo tendo um aumento em seus preços, a importância da água não é uma coisa discutível. No entanto, não são todas as pessoas que a consomem da mesma forma. Algumas pessoas gastam verdadeiras fortunas com a bebida.

Um exemplo disso é o influencer Ryan Dubs, que viralizou no TikTok quando compartilhou com seus seguidores que gasta por mês 10 mil reais para beber água da marca Voss. De acordo com o influencer norte-americano, ele gasta uma média de dois mil dólares, aproximadamente 10 mil reais, todo mês apenas para comprar a água de luxo.

O influencer ainda se explicou dizendo que compra a água da Voss por ela ser a mais pura do mundo. Além da revelação do quanto ele gasta mensalmente com suas águas, Ryan também mostrou no vídeo uma das suas quatro geladeiras com garrafas de vidro da marca.

“Sempre fui um esnobe com água, odeio o gosto da água da torneira, não posso beber, só posso beber água engarrafada”, disse ele.

O influencer já é conhecido por postar sua vida luxuosa no TikTok. E ele disse que depois de ter postado seu vídeo sobre sua preferência pela água de luxo e o quanto gastava com elas, recebeu várias críticas.

A realidade é que, mesmo a água sendo essencial, segundo as Nações Unidas, mais de cinco bilhões de pessoas podem ter dificuldade de acesso a ela em 2050. O alerta foi feito para que os líderes tomem uma iniciativa a esse respeito.

O pior é que, segundo um relatório da Organização Meteorológica Mundial (OMM) da ONU, já em 2018, 3,6 bilhões de pessoas tinham um acesso inadequado à água durante, pelo menos, um mês do ano.

Fonte: UOL, Vogue

Imagens: Climainfo, Viral, TikTok

Rio de Janeiro e Santos terão partes submersas até meados do século, diz ONU

Previous article

Médica alerta que você nunca deve ficar sentado no vaso sanitário por mais de 10 minutos

Next article

Comments

Comments are closed.