Curiosidades

Pesquisador acredita que os humanos podem viver até 20 mil anos

0

Com o passar do tempo, a expectativa de vida humana foi aumentando cada vez mais. E com isso, também veio o desejo de se poder viver o máximo possível. No entanto, o envelhecimento é algo normal e inevitável. Com o tempo, nosso corpo vai decaindo, é natural da vida de qualquer ser vivo. Mas até quando será que os humanos podem viver?

De acordo com João Pedro de Magalhães, professor de biogerontologia molecular do Instituto de Inflamação e Envelhecimento da Universidade de Birmingham, na Inglaterra, é possível que seja desenvolvida uma tecnologia que consiga desbloquear, de forma genética, a chave de envelhecimento. O professor diz que se isso for feito, os humanos poderiam ter uma expectativa de vida de milhares de anos.

“Minha hipótese é que temos um conjunto muito complexo de programas de computador em nosso DNA que nos transformam em um ser humano adulto. Mas talvez alguns desses mesmos programas, à medida que continuam na idade adulta, se tornem prejudiciais”, disse ele.

Estudo

expectativa de vida

50 e mais

Ainda conforme Magalhães, o foco principal não é em descobrir um remédio que aumente a expectativa de vida. Na visão dele, a intervenção médica que deve ser feita para que uma longevidade seja alcançada tem que envolver a capacidade de eliminar o envelhecimento em um nível celular através da reprogramação de células e genes que são fundamentais no processo do envelhecimento.

O estudo do professor até o momento tem o foco em animais que superaram sua expectativa de vida, como por exemplo, a baleia-da-Groenlândia, que pode viver até 200 anos, e o rato-toupeira-pelado, que chega aos 30 anos de vida.

“É necessário retardar ou até reverter o envelhecimento. Na prática, é difícil, mas em teoria, acredito que há um grande potencial […] Na verdade, fiz alguns cálculos anos atrás e descobri que se pudéssemos curar o envelhecimento humano, a média de vida humana seria de mais de mil anos e a expectativa de vida máxima, excluindo acidentes e mortes violentas, poderia ser de até 20 mil anos”, concluiu.

Expetativa de vida

Longevidade saudável

Mesmo que Magalhães acredite que a expectativa de vida humana possa chegar aos milhares de anos, ao que tudo indica, provavelmente o ser humano pode viver até 130 anos e possivelmente muito mais. Contudo, as chances de se atingir essa super idade fiquem cada vez menores de acordo com novos estudos.

Esse limite da expectativa de vida humana tem sido bastante debatido. Alguns estudos recentes afirmam que o ser humano poderia viver até 150 anos, ou até mesmo dizem que não existe idade máxima teoricamente para o ser humano.

Mesmo que o risco de morte aumente ao longo da vida, a análise feita pelos pesquisadores mostra que o risco eventualmente se estabiliza e permanece constante em cerca de 50-50.

“Depois dos 110 anos, pode-se pensar em viver mais um ano como sendo quase como jogar uma moeda justa. Se der cara, você viverá até seu próximo aniversário e, se não, morrerá em algum momento no próximo ano”, explicou Anthony Davison, professor de estatística do Instituto Federal Suíço de Tecnologia em Lausanne (EPFL), que liderou a pesquisa.

Baseando-se nos dados disponíveis até o momento, parece provável que os humanos consigam viver, pelo menos, 130 anos. No entanto, extrapolar a partir das descobertas “implicaria que não há limite para a vida humana”, concluiu o estudo.

Mesmo que os humanos possam, teoricamente, chegar aos 130 ou mais, isso não quer dizer que provavelmente se irá ver isso em breve. Até porque, a análise feita se baseia nas poucas pessoas que alcançaram essa façanha rara.

Além do que, mesmo aos 110 anos, sua chances de chegar aos 130 são “cerca de uma em um milhão. Não impossível, mas muito improvável”, ressaltou Davison.

O professor acredita que se possa ver pessoas chegando aos 130 anos ainda neste século conforme mais pessoas chegassem ao status de super centenários, o que aumentaria suas chances de ser um em um milhão.

“Mas, na ausência de grandes avanços médicos e sociais, idades muito acima disso dificilmente serão observadas”, concluiu Davison.

Fonte: History, Science alert

Imagens: 50 e mais, Longevidade saudável

Rússia lançará sua primeira missão à lua após quase meio século

Previous article

A incrível história da jovem que sobreviveu 11 dias na Amazônia após um acidente de avião

Next article

Comments

Comments are closed.