Curiosidades

Rússia lançará sua primeira missão à lua após quase meio século

0

lua é um dos corpos celestes mais pesquisados. Esse nosso vizinho cósmico é o único corpo do sistema solar que os humanos já pisaram, e é bem conhecido. Mas parece que o que já se conhece a respeito dele é pouco, tanto que os esforços para colocar o homem de volta no satélite natural nunca pararam.

A corrida espacial para chegar ao nosso satélite começou com a disputa entre EUA e a antiga União Soviética. Por mais que os EUA tenham ganhado essa disputa, isso não quis dizer que a vontade de chegar até a lua acabou em seu concorrente.

Tanto é que, agora, a agência espacial Roscosmos, da Rússia, fez o anúncio de que o país irá lançar a sua primeira missão para a lua desde 1976. A missão chamada Luna-25 não será tripulada. Ela veio em um momento de intensificação de esforços dos países líderes na exploração espacial, como EUA e China, para explorar a lua.

Missão

Jandra times

O módulo da Rússia pesa 800 quilos e irá ser lançado através de um foguete Soyuz montado na base espacial de Vostochni, que fica no extremo oriental da Rússia. De acordo com a programação da nave, ela pousará perto do polo sul da lua. Essa é uma região bem desafiadora, mas que tem um grande potencial de dados científicos válidos.

Segundo a agência espacial russa, o estimado é que a nave demore entre quatro a cinco dias e meio para chegar na lua. A missão tem como objetivo coletar e analisar amostras do solo lunar e fazer investigações científicas de longa duração. E esse módulo russo terá um papel importante na exploração e compreensão da superfície do nosso satélite natural e suas características.

Antes da missão ser lançada, quem mora em Shakhtinskyi, localizada na região de Khabarovsk, terá que ser evacuado. Isso porque a cidade está em uma região que é esperado que os propulsores do foguete caiam depois que se separarem.

Lua

Gazeta do povo

Além da Rússia, os EUA também anunciaram recentemente que em 2024 será lançada a missão Artemis 2, com quatro astronautas a bordo. No entanto, esses quatro astronautas não pisarão na lua. Isso irá acontecer somente na missão Artemis 3, que está prevista para 2025. Ela pousará no polo sul lunar, um local novo e mais desafiador. Até porque, nenhuma pessoa nunca esteve lá.

Eles já estão escolhidos. São eles: Victor Glover, Christina Koch, Reid Wiseman e Jeremy Hansen, da CSA (Agência Espacial Canadense). Todos eles bem diversos, em comparação ao passado. A tripulação é composta por um negro, uma mulher e um estrangeiro. “Estes exploradores representam o melhor da humanidade, ousando forjar novas fronteiras no espaço em nome da humanidade”, disse a NASA.

Christina Koch

A mulher de 44 anos será a especialista da missão. Isso porque Christina é uma astronauta experiente e foi selecionada pela NASA em 2013. Ela é formada em física e engenharia elétrica e fez história como engenheira nas expedições 59, 60 e 61 até a Estação Espacial Internacional (ISS).

Quando ela foi para a ISS, o previsto era que ela ficasse alguns meses. Contudo, por conta de imprevistos ela passou quase um ano por lá. Ao todo foram 328 dias, entre março de 2019 e fevereiro de 2020. Isso fez com que ela tivesse o recorde de mulher que ficou mais tempo no espaço.

Victor Glover

O homem de 46 anos irá ser o piloto da missão. “Este é um grande dia. Temos de celebrar este momento da história humana”, disse ele. Victor é um engenheiro negro, comandante da Marinha dos EUA e um piloto de caça F/A-18 experiente.

Em 2015, ele finalizou seu treinamento de astronauta e foi selecionado para a tripulação em um programa comercial em parceria com a SpaceX. Ele participou da expedição 64/65 e ficou mais de seis meses na ISS. Com isso, ele foi o primeiro afro-americano a viver no local.

Reid Wiseman

Esse homem de 47 anos será o comandante da missão. Ele começou sua carreira como piloto de testes e, em 2009, foi selecionado para ser astronauta. Reid foi engenheiro de voo na missão 40/41 e ficou 165 dias no espaço.

Em 2020, ele foi promovido a Chefe do Escritório de Astronautas da NASA. Contudo, ele renunciou esse cargo para voltar para o espaço e ir até a lua.

Jeremy Hansen

O homem de 47 anos é o estrangeiro que participará da missão. Ele irá ser o especialista a bordo. Jeremy é o único que nunca foi para o espaço, mas sua formação é bem sólida.

Desde seus 12 anos ele é piloto e é formado em física e ciência espacial. Em 2009, ele foi selecionado pela CSA e trabalhou no Centro de Controle da Missão, que é formado por especialistas que ficam na Terra monitorando a ISS.

Fonte: History, Tilt

Imagens: Gazeta do povo, Jandra times

Larissa Manoela fala do sofrimento de ter se afastado dos pais por questões financeiras: ‘Recebia uma mesada’

Artigo anterior

Pesquisador acredita que os humanos podem viver até 20 mil anos

Próximo artigo