• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Por que aconteceu uma Maré Vermelha em Fortaleza?

POR Fabiana Souza    EM Ciência e Tecnologia      29/09/15 às 17h16

Vez ou outra presenciamos fenômenos na natureza, alguns frequentes e conhecidos pelo homem, como mudanças climáticas ou desastres ambientais. Já outros, nem tanto. E é justamente quando isso acontece que surgem especulações e novas teorias sobre esses acontecimentos.

Um caso que caracteriza bem esse fato, são as Marés Vermelhas. O fenômeno tem como foco a coloração avermelhada nas águas (doces ou salgadas) e quando ocorre levanta varias questões. Alguns afirmam que sua causa é o sangue de animais presentes na água, outros já vão para lados mais extremos e afirmam ser um apocalipse. Enfim, o que importa é que nenhuma dessas explicações está correta.

A ocorrência da variação de tonalidade da água é causada por fatores ambientais e desiquilíbrio ecológico. Ou seja, mais uma para colocar na conta do ser humano. O fenômeno ocorre com a proliferação excessiva da população de algas tóxicas, as chamadas Pyrrophyta (do grego Pyrrhos = Cor de fogo, Phyton = planta) encontradas nas dinoflageladas. Contudo, a ocorrência desse evento não condiz com seu nome, visto que a coloração da água pode variar para a tonalidade marrom, por exemplo, em decorrência da proliferação de outras algas. Por isso, o nome correto para esse fenômeno é "floração de algas nocivas".

As causas relacionadas a mudança de comportamento das espécies reúnem uma série de fatores, o principal deles é o escoamento de esgoto doméstico e outras meterias orgânicas nas águas, causando a alteração na salinidade e consequentemente a proliferação excessiva das espécies planctônicas. Outros fatores responsáveis para esse fenômeno são o aumento da temperatura e luminosidade nas zonas pelágicas (0 a 200 metros de profundidade).

Sem título

O aumento da ocorrência desse fenômeno, em termos de quantidade, intensidade e dispersão geográfica, está relacionado ao processo de eutrofização das águas marinhas. A eutrofização acontece pelo excesso de nutrientes (compostos químicos contendo nitrogênio ou fósforo) em uma determinada região de água, causando o aumento de algas que dão origem a maré vermelha.

A ocorrência do fenômeno não é exclusividade apenas do Ceará, outros estados como a Bahia já tiveram suas águas tomadas pela tonalidade avermelhada, assim como outros países, como Austrália e Estados Unidos.

Danos que o fenômeno causa

Quando o fenômeno ocorre causa muitos danos à região afetada. A reprodução excessiva dos organismos libera substâncias tóxicas, capazes de envenenar a água e os seres vivos que vivem naquela área, como por exemplo, causar a morte de peixes e moluscos e a diminuição de oxigênio na água, causado pelo impedimento do processo fotossintético.

Os danos não afetam somente os seres que vivem nas águas, mas também o ser humano. O contato com águas contaminadas pode causar danos à saúde (diarreia, problemas respiratórios e circulatórios), sem contar nos alimentos que se tornam tóxicos, em consequência do acúmulo de substâncias nocivas nos tecidos dos animais marinhos (ostras, camarões e peixes). Além de prejuízos econômicos, relativos à produtividade pesqueira.

Próxima Matéria
Fabiana Souza
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+