• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Por que encontrar água na lua é tão importante?

POR Jesus Galvão    EM Ciência e Tecnologia      18/03/19 às 14h55

A velocidade com que novas coisas são descobertas no campo da ciência é impressionante. Todos os dias novos progressos são feitos em inúmeras áreas e são publicadas em jornais e revistas, dando esperança àqueles que aguardam tratamento para doenças e problemas, por exemplo.

No entanto, às vezes, algumas descobertas não prometem acabar com as mazelas da humanidade, mas nos ajudar a expandir os horizontes como sociedade. E é basicamente sobre isso que iremos falar hoje.

É possível existir água na Lua?

Pela primeira vez na história, cientistas encontraram dados que comprovam a existência de água na Lua. Tal descoberta é muito importante, pois significa que futuras expedições lunares poderiam contar com uma fonte de água e tornar mais fácil a exploração e a estadia no satélite natural da Terra. Isso segundo os colaboradores do Laboratório de Propulsão a Jato da NASA, em um comunicado a respeito do descobrimento.

A água foi detectada nas regiões mais frias e escuras dos pólos, tanto ao norte quanto ao sul. No norte, as evidências foram encontradas em áreas dispersas. No sul, a água parece estar concentrada em crateras permanentemente sombreadas, onde as temperaturas dificilmente atingem números acima de -157º Celsius.

Em investigações prévias, os especialistas conseguiram provar a existência de água na Lua. No entanto, isso se dava especificamente nas imediações da superfície lunar. Eles também encontraram evidências da formação de gelo na superfície do polo sul lunar. Porém, eles não possuíam nenhuma prova definitiva até o momento.

A equipe responsável pela descoberta de água na Lua foi liderada pelo cientista Shuai Li, pesquisador do Instituto de Geofísica e Planetologia da Universidade do Havaí. Um artigo foi publicado sobre a descoberta em 20 de agosto de 2018, na revista científica Proceedings of the National Academy of Sciences, PNAS.

Os resultados

Os pesquisadores analisaram dados coletados pela Moon Mineralogy Mapper (M3) da NASA, que estava abordo da nave espacial Chandrayaan-1, e que explorou a Lua entre 2008 e 2018. Os dados mostraram três "assinaturas" químicas que apresentaram a presença de gelo formado por água.

"Os resultados me pareceram muito convincentes", disse o professor de ciência planetária e astrobiologia em Birkbeck, Universidade de Londres. Para Philip Metzger, cientista planetário da Universidade da Flórida, em entrevista a NBC News, a descoberta vai muito além de apenas uma melhoria nas missões lunares.

"Isso tornará as missões em Marte mais acessíveis para a SpaceX e para a NASA e também ajudará a estabelecer a economia cislunar", afirmou Metzger em referência às empresas que pretendem lançar missões entre a Lua e a Terra.

A ideia de que o interior da Lua é repleto de água levanta diversos questionamentos sobre a formação de nosso satélite natural. Os cientistas acreditam que a Lua tenha sido gerada depois que um objeto do tamanho de Marte tenha se chocado com a Terra nos primeiros estágios do Sistema solar.

A crença na impossibilidade de haver água na Lua surgiu da aparente improvável sobrevivência do hidrogênio, necessário para a formação da água,  ao calor do impacto ocorrido. "As crescentes evidências de água dentro da Lua sugerem que a água sobreviveu de alguma forma, ou chegou lá após o impacto de asteroides ou cometas antes que a Lua se solidificasse totalmente", disse Shuai Li.

Então pessoal, o que acharam da matéria? Deixem nos comentários a sua opinião e não esqueçam de compartilhar com os amigos.

Próxima Matéria
Jesus Galvão
Goiano, Canceriano e Publicitário.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+