Curiosidades

Por que nós acordamos às 3 da manhã e pensamos nos nossos medos?

0

Todos os seres humanos têm a necessidade de dormir. Independente de como fazemos isso. Dormir está em nossa rotina diária. No entanto, não quer dizer que todas as pessoas tenham um sono de qualidade. Tanto que não é incomum que as pessoas acordem no meio da noite.

Às vezes, a hora que a pessoa acorda no meio da noite pode influenciá-la a ter determinados pensamentos. Como por exemplo, acordar as três da manhã e ter o que se chama de “pensamento de arame farpado”. O nome vêm porque a pessoa pode ficar presa nele.

Geralmente, esses pensamentos costumam ser angustiantes e punitivos. E felizmente eles parecem se esvanecerem com a luz do dia. O que prova mais ainda que o pensamento das três da manhã é completamente irracional e improdutivo.

Isso levantou uma pergunta: por que isso acontece? Então Greg Murray, pesquisador de psicologia com experiência em humor, sono e sistema circadiano, resolveu pesquisar sobre o assunto para responder essa pergunta.

Sono

Por volta das três ou quatro da manhã, em uma noite normal de sono, a neurobiologia das pessoas atinge o seu ponto de inflexão. Então, a temperatura corporal central começa a subir, o impulso de sono está diminuindo, a secreção de melatonina chegou ao seu pico e os níveis de cortisol estão aumentando conforme o corpo se prepara para acordar a pessoa para o novo dia.

Toda essa atividade acontece independente dos sinais do ambiente, como por exemplo a luz do amanhecer do dia. Isso porque, há tempos a evolução decidiu que o nascer e o pôr do sol são importantes e devem ser previstos, para isso temos o sistema circadiano.

A realidade é que todas as noites as pessoas acordam várias vezes. E ter um sono mais leve é mais comum na segunda metade da noite. No entanto, quando o sono está indo bem, geralmente as pessoas não tem consciência dessas acordadas. Mas se existe um pouco de estresse, a chance de que o despertar aconteça é bem maior.

Não é à toa que a pandemia é um fator de estresse que perturba o sono. O que fez com que mais pessoas acordassem às três da manhã com uma frequência maior. Além disso, o estresse também afeta o sono na insônia. Onde as pessoas ficam hiper vigilantes por estarem acordadas.

Essa preocupação de estar acordado quando deveria estar dormindo pode acabar fazendo com que a pessoa pule para uma vigília ansiosa sempre que ela passar por uma fase de sono leve.

Três da manhã

Como terapeuta cognitivo, às vezes brinco que a única coisa boa em acordar às três da manhã é que nos dá um exemplo vívido de catastrofização. Por volta dessa época do ciclo do sono, estamos em nosso ponto mais baixo, física e cognitivamente. Do ponto de vista da natureza, este é um momento de recuperação física e emocional, então é compreensível que nossos recursos internos estejam baixos. Sem nenhuma de nossas habilidades humanas e capital, somos deixados sozinhos no escuro com nossos pensamentos. Portanto, a mente está parcialmente certa quando conclui que os problemas que gerou são insolúveis. Até porque, às três da manhã, a maioria deles realmente é”, explicou Murray.

“A verdade é que nossa mente não está realmente procurando uma solução às três da manhã. Podemos pensar que estamos resolvendo problemas trabalhando mentalmente sobre os problemas a esta hora, mas isso não é realmente uma solução de problemas. É o gêmeo do mal da solução de problemas: a preocupação”, ressaltou.

O que fazer?

É importante notar que a maioria dos pensamentos que vêm às três da manhã são focados na própria pessoa. Nessa hora é fácil deslizar, sem saber, para um estado extremo de egocentrismo.

Justamente por isso, circulando em trono do “eu”, a pessoa pode gerar sentimentos doloroso voltados para o passado. Como por exemplo, culpa ou arrependimento. Ou então direcionar os pensamentos para o futuro que sempre é incerto e projetar medos infundados.

Uma das formas de lidar com isso é a atenção plena ensinada pelo budismo. “Eu trago minha atenção para os meus sentidos, especificamente o som da minha respiração. Quando percebo os pensamentos surgindo, levanto suavemente minha atenção de volta ao som da respiração”, contou Murray.

“Às vezes, essa meditação funciona. Às vezes não. Se ainda for pego em pensamentos negativos depois de 15 ou 20 minutos, sigo o conselho da terapia cognitivo-comportamental e me levanto, acendo a luz fraca e leio”, concluiu ele.

Fonte: https://www.sciencealert.com/why-do-we-wake-up-at-3am-and-dwell-on-our-fears-a-psychologist-explains

Nunca coma esses 10 alimentos crus

Matéria anterior

Viagens longas no espaço podem aumentar o risco de danos cerebrais

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos