Curiosidades

Qual a ordem dos planetas no sistema solar?

0

O sistema solar é formado pelo sol e por outros 1.700 corpos celestes menores. Entre eles, cometas, asteroides e os planetas com seus satélites. Ao todo, nosso sistema é formado por oito planetas. Deles, os rochosos no sistema interno são Mercúrio, Vênus, Terra e Marte. Já no sistema externo, quem está presente são os gigantes gasosos, que são Júpiter e Saturno, e também pelos gigantes de gelo, Urano e Netuno.

Todos esses planetas estão em uma ordem fixa e têm suas órbitas ao redor do sol. Claro que aprendemos a ordem dos planetas na escola, mas muitas pessoas podem se confundir ou então não lembrar por completo qual ela é quando são adultos. Então, a ordem deles em nosso sistema solar é:

  1. Mercúrio
  2. Vênus
  3. Terra
  4. Marte
  5. Júpiter
  6. Saturno
  7. Urano
  8. Netuno

Nosso sistema solar vai desde o sol, passando pelos quatro planetas internos através do cinturão de asteroides, até que ele chega aos gigantes gasosos. Depois disso, ele vai para o cinturão de Kuiper, que tem a forma de um disco, e continua até chegar na heliopausa, que tem o formato de lágrima.

Segundo os cálculos feitos pelos cientistas, a fronteira do nosso sistema solar está a aproximadamente 15 bilhões de quilômetros do sol, sendo que a heliopausa não é a última coisa nele. Para além dela está a chamada Nuvem de Oort, que é esférica e gigante. O que se acredita é que ela envolve todo o nosso sistema solar.

Por que Plutão não?

Gaia ciência

Durante muito tempo, nosso sistema solar era formado por nove planetas. Isso porque Plutão, o planeta depois de Netuno, era considerado como tal desde 1930. No entanto, no fim dos anos 1990 os astrônomos começaram uma discussão a respeito se Plutão era realmente um planeta.

Até que em 2006, a União Astronômica Internacional tomou uma decisão controversa e decidiu classificar Plutão como um planeta anão. Como resultado, o sistema solar passou a ter apenas oito planetas.

Contudo, os astrônomos ainda buscam o nono planeta, o verdadeiro. A teoria de que ele existe começou depois que evidências matemáticas sugeriram sua existência no dia 20 de janeiro de 2016.

Ele é chamado de “Planeta Nove” ou “Planeta X”. De acordo com os cientistas, ele tem aproximadamente 10 vezes a massa do nosso planeta e cinco mil vezes a massa de Plutão.

Mudanças nos planetas

Stoodi

O curioso, e que muitas pessoas podem não saber, é que assim como a Terra está sentindo os efeitos da mudança climática, os outros planetas do sistema solar também sentem, mesmo que os motivos para isso acontecer sejam diferentes.

Existe um mito de que Marte e Júpiter estão esquentando. O que não é verdade, visto que o próprio sol esfriou um pouco nos últimos anos. Esse aquecimento teórico nos outros planetas seria a “prova” de que o aquecimento que estamos presenciando em nosso planeta seria na realidade uma consequência do aumento da atividade solar e não uma consequência das ações humanas. Contudo, a verdade é que nenhum outro planeta esquentou nos últimos anos, com exceção da Terra e de Plutão.

Para se ter uma ideia, nos últimos 50 anos a produção do sol diminuiu, em outras palavras, nosso astro tem irradiado menos calor. Justamente por isso não faz sentido ele estar causando aquecimento nos demais planetas. Mesmo assim, existem pessoas que se perguntam se os planetas estão mesmo esquentando. Aparentemente não. Na realidade, alguns deles, como por exemplo Urano, podem estar esfriando.

Outro ponto é que os outros planetas do sistema solar têm períodos orbitais muito maiores do que o nosso. Por conta disso, qualquer mudança climática pode ser sazonal. Por exemplo, Saturno junto com suas duas luas demoram 30 anos terrestres para orbitar o sol. O que quer dizer que mesmo uma observação de três décadas do planeta iriam ser, no tempo dele, somente um ano saturniano. No caso de Urano, sua órbita é de 84 anos e ele ainda tem uma inclinação axial de 98°, o que faz suas estações serem extremas. Enquanto tudo isso acontece, Netuno não completou uma única órbita desde que o planeta foi descoberto em 1846.

Por isso, qualquer suposta mudança que os outros estejam passando pode ser apenas suas trocas de estação, mas que para nós parecem mudanças permanentes, quando na realidade não são, por conta do seu tempo de mudança.

Fonte: Olhar digital,

Imagens: Gaia ciência, Stoodi

Russo é multado em R$ 2.500 por ter sonhado com o presidente da Ucrânia

Previous article

Microsoft vai desabilitar Internet Explorer em fevereiro

Next article

Comments

Comments are closed.