Curiosidades

Qual motivo de algumas árvores serem pintadas de branco?

0

Grandes e robustas, as árvores nunca são pensadas de maneira diferente do senso comum, ou seja, um bom lugar para fazer sombra e, às vezes, render alguns frutos para o consumo. Contudo, sabemos desde sempre que as árvores são extremamente importantes para o nosso planeta. São imprescindíveis para a vida na Terra. Ainda mais agora que estamos passando por mudanças climáticas profundas por conta do descaso com a natureza.

E cada uma delas tem suas características próprias. No entanto, não é incomum ver algumas árvores pintadas de branco pela cidade. Muitas vezes esse detalhe pode passar desapercebido, mas você já parou para se perguntar por qual motivo isso é feito?

O que a muitas pessoas não sabem é que pintar as árvores de branco data de tempos bem antigos. Isso porque, desde os tempos antigos, fungos e insetos existem e tentam pegar os nutrientes das árvores e, no fim das contas, tirar a vida delas.

Motivo

Minhas plantas

Por conta disso que o branco em seus caules se faz necessário. Ele é feito por uma mistura de cal hidratada e sulfato de cobre. Por conta disso, quando ela é passada no tronco da árvore ela age como se fosse uma armadura que a protege tanto de pragas como de doenças.

Além disso, o branco também traz outro benefício: ele consegue refletir a luz do sol. Essa habilidade tem um papel fundamental na proteção dessas árvores. Até porque o tronco funciona como se fosse um escudo que protege as árvores das altas temperaturas, e quando o calor é muito extremo, ele pode sofrer expansão e até rachar. Se isso acontece, toda a planta se torna vulnerável aos ataques dos fungos e insetos. Contudo, quando o tronco está pintado de branco, ele consegue refletir essa luz solar e o tronco mantém sua temperatura estável.

Como se esses benefícios já não fossem o suficiente, o branco também serve para confundir os insetos e impedir que eles se aproximem das árvores. Por conta da cor, os insetos a veem como um obstáculo e não como alimento.

Ressalvas

Cultivando

Mas claro que não existem somente coisas boas. Mesmo que usar essa mistura nas árvores seja uma coisa que funcione, especialistas e ambientalistas tem discutido muito a questão. Isso porque, o cobre que compõe a mistura pode acabar contaminando o solo e gerando riscos para o meio ambiente.

Outro ponto levantado por eles é que algumas espécies de árvores não conseguem respirar por suas folhas, por isso tem nos seus troncos estruturas chamadas lenticelas que fazem essa troca de gases. Nesses casos, quando a árvore é pintada de branco as estruturas são obstruídas, o que causa danos e até mesmo a morte da planta.

Árvores

Amazonas atual

Como dito, por mais o branco possa ajudar algumas árvores, em outros casos ele causa a morte delas. A morte de uma árvore é bem preocupante porque ela consome e armazena carbono da atmosfera em sua madeira. E o que acontece depois que ela morre?

Essa pergunta é tão complexa que até os dias de hoje não se entende bem como todo o processo acontece. A madeira morta, que é composta por árvores caídas, árvores mortas em pé  e troncos e galhos caídos, atualmente tem aproximadamente 8% de todo o carbono que já está na atmosfera.

Contudo, o quadro completo que a madeira em decomposição tem no ciclo global do carbono é difícil de se estimar. Por conta disso, vários experimentos novos estão sendo feitos para colocar um número nessa parte que é tão importante no ciclo de carbono do nosso planeta. Eles sugerem que os insetos têm um papel invisível, mas muito importante.

Os estudiosos acreditam que anualmente cerca de 10,9 giga toneladas de carbono são liberadas de matéria lenhosa em decomposição ao redor do mundo. Isso é o equivalente a 115% das emissões anuais de combustíveis fósseis, e um quarto do carbono liberado dos solos todos os anos.

Entretanto, isso também é uma parte natural da renovação da floresta. Já que a decomposição é uma parte crucial do ciclo de vida da floresta. Mais de 90% dessas emissões vêm da desintegração da madeira nos trópicos. E quase 30% são liberads pelos insetos em decomposição.

“Até agora, pouco se sabia sobre o papel das árvores mortas. Sabemos que as árvores vivas desempenham um papel vital na observação do dióxido de carbono na atmosfera. Mas até agora, não sabíamos o que acontece quando essas árvores se decompõem. Acontece que isso tem um impacto enorme”, disse o ecologista e biólogo conservacionista David Lindenmayer, da Australian National University (ANU).

Claro que nem todo o carbono que é liberado pela madeira morta vai direto para a atmosfera. Um pouco fica preso no solo ou em criaturas que usam a madeira como alimento ou abrigo

De acordo com um estudo feito no começo de 2021, se descobriu que as árvores mortas em pé podem não estar emitindo tantos gases de efeito estufa por conta própria quanto o solo. E essas árvores podem, na realidade, agir como palha e sugar carbono ou metano do solo e os emitindo na atmosfera.

Fonte: Mistérios do mundo, Science alert

Imagens: Minhas plantas, Cultivando, Amazonas atual

Na Grécia, bebê nasce com DNA de três pais

Artigo anterior

Veja as sugestões ao Governo para a volta do carro popular

Próximo artigo