Curiosidades

Qual motivo do preço da gasolina variar tanto entre os postos?

0

Quem tem um veículo sabe o quão caro é, em nosso país, colocar gasolina. Mesmo com a Petrobras diminuindo o preço dos combustíveis, de alguma forma a gasolina ficou ainda mais cara. Por isso que as pessoas, normalmente, procuram para ver em qual posto ela está mais barata.

Segundo o levantamento feito pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), a diferença vista em Maceió pode chegar a até R$ 2,00 por litro se o consumidor abastecer em um posto onde a gasolina está mais barata. Em São Paulo, essa diferença pode chegar a R$ 3,70.

Mas por que será que o preço muda tanto assim entre postos? O que muitas pessoas podem não saber é que o preço é livre e vai depender da margem de lucro que o dono do posto quer ter. Isso considerando todos os custos de distribuição e revenda da gasolina, que pode ser diferente pelos mais variados motivos.

Variação de preço

Ale

“Cada posto pode vender por quanto acha que deve e que o mercado suporta. Todo empreendedor vai procurar aumentar o preço para maximizar seu lucro, desde que o mercado o permita”, explicou Dietmar Schupp, consultor e especialista em tributação de combustíveis.

Além disso, o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), que é um dos principais impostos sobre a gasolina, também varia de estado para estado e também tem uma grande influência nos preços finais do produto.

Outro ponto que influencia é o local onde é o posto. Isso porque em lugares mais nobres os custos de manutenção do ponto podem ser maiores, como por exemplo, o aluguel, IPTU e salário dos funcionários. E os custos de logística e transporte também são variantes de acordo com a localização do posto. Todos esse fatores acabam se somando e sendo vistos no preço final para o consumidor.

“Alguns postos são localizados em áreas bastante isoladas, onde praticamente não há concorrência. Nesse caso, o preço pode ser maior, porque o mercado permite isso. Em lugares com muitos postos, o mercado se comprime, pois um compete com o outro”, disse Schupp.

Gasolina

Canal da peça

Além desses citados, o que também pode influenciar no preço final da gasolina é o preço do barril de petróleo, a cotação atual do dólar e o valor do etanol, que por obrigação tem que estar presente em 27% da gasolina dos postos.

E se engana quem pensa que existe um limite de preço. Segundo a própria ANP, não existe nem um valor máximo e nem um mínimo. Também não há a necessidade de que um órgão público autorize o estabelecimento para fazer reajustes no valor para seus consumidores.

De acordo com Rodrigo Zingales, diretor-executivo da Associação Brasileira de Revendedores de Combustíveis Independentes e Livres (AbriLivre), com isso, tanto a Petrobras, distribuidoras e postos ficam livres para escolher o preço que irá ser cobrado dos clientes.

Na visão de Schupp, o preço mínimo seria o que não dá margem nenhuma de lucro, ao contrário do máximo, que tem o objetivo de maximizar esse lucro. “Se ofertarem a um preço caro, não vão vender. Se venderem muito barato, vão ter prejuízo por não conseguirem pagar os custos”, pontuou ele.

Cuidados

iCarros

E um ponto importante a ser ressaltado é que a gasolina a um preço baixo não quer dizer que ela está alterada. Segundo os dados da ANP, atualmente somente uma minoria de postos está sendo autuada por conta dessa prática. Contudo, se o preço estiver muito baixo, é bom suspeitar  da qualidade do combustível.

Se o preço deixar o consumidor com dúvida sobre a qualidade do produto, Zingales pontua que o consumidor pode exigir que testes de qualidade sejam feitos naquela gasolina.

“Dificilmente um posto que vende combustível dentro das especificações definidas da ANP, e que não tenha problemas em sua bomba, se negará a fazer qualquer um dos testes. Esse posto é aquele em que o consumidor pode confiar”, concluiu ele.

Fonte: UOL 

Imagens: Ale, Canal da peça, iCarros

Essa universidade da Dinamarca tem a maior coleção de cérebros humanos no seu porão

Artigo anterior

Por que filmes sobre luto, como Pinóquio, são importantes?

Próximo artigo