Fatos NerdNotícias

Revelar spoilers virou motivo de cadeia no Japão

0

Quem nunca foi vítima de spoiler na vida que desconecte a internet. Não importa o tanto que tentamos fugir deles, em algum momento iremos nos deparar com uma informação capaz de comprometer um filme por ver, uma série em andamento, um livro em aberto e assim por diante. Boa parte das pessoas corre de spoilers e evita até mesmo se relacionar com quem não sabe ficar de boca fechada. Por outro lado, claro, sempre tem aqueles que simplesmente não se importam em receber, muito pelo contrário. Essas pessoas acreditam que saber sobre o que acontece em determinada obra melhora a experiência de assistir e/ou ler.

Apesar disso, spoiler se tornou um ato bem condenável em nossa atual sociedade, algo que tende a levantar discussões calorosas entre amigo e mesmo na internet. Algumas pessoas acreditam que quem tem coragem de soltar spoilers deveria ser presa, um assunto que chegou a ser matéria em sites de humor em 1º de abril. Então, para aqueles que são a favor da ideia, temos uma boa notícia. Recentemente três pessoas foram presas no Japão por divulgarem spoilers do aclamado mangá One Piece.

O trio formado por Yo Uehara, Shizuka Nagaya e Ryoji Hottai (de 30, 23 e 31 anos respectivamente) começou a liberar em seus sites páginas escaneadas do mangá que ainda não tinham sido publicadas oficialmente. Eles foram detidos e multados pela prática. Uehara e Nagaya mantinham o site em funcionamento há cerca de um ano e foram taxados em 75 milhões de ienes (alto em torno de R$ 2,14 milhões de reais) em direito de imagem. Hottai, no entanto, era o mais antigo na área, com seu site aberto há cerca de três anos. Ele arcou com o maior prejuízo, 305 milhões de ienes (uma estimativa de R$ 8.69 milhões de reais).

O caso foi encaixado como violação de direitos autorais e esta foi a primeira vez no Japão que pessoas foram presas pelo crime. Em comunicado ao jornal Asahi Shimbun, a editora Shueisha – que publica o mangá no país – comentou que ficou furiosa com o que houve. “O autor coloca seu coração em um trabalho do tipo e pessoas ganham dinheiro divulgando versões inapropriadas do trabalho”, desabafa. Em complemento, ele ainda disse esperar que o caso sirva de alerta para a pirataria e o uso não autorizado de conteúdo.

O que você acha sobre o caso? Comente suas impressões coma gente.

American Horror Story – Cena de Show de Aberrações que você deve reassistir antes de ver Cult

Matéria anterior

5 filmes de terror extremamente difíceis de se ver

Próxima matéria

Mais em Fatos Nerd

Você pode gostar

Comentários

Comentários não permitidos.