Rússia quer colonizar a Lua em 2030

POR A redação    EM Ciência e Tecnologia      08/08/14 às 23h34

É isso mesmo. Segundo o jornal russo Izvéstia, no ano de 2030 a Rússia começará a colonizar o nosso satélite natural, o projeto do programa lunar russo está sendo desenvolvido pela Roscosmos, Instituto de Política Espacial e a Universidade Estatal de Moscou.

O vice-premiê Dmítri Rogózin já havia anunciado, em um artigo publicado no jornal "Rossiiskaya Gazeta" em abril, que os objetivos estratégicos da Rússia na exploração espacial estão ligados a uma presença mais ampla em órbitas baixas da Terra, à colonização da Lua e à exploração de Marte e outros objetos do Sistema Solar.

Mas, somente agora, os autores do projeto afirmaram que "as primeiras expedições de cosmonautas para criar uma base lunar permanente estão planejadas para 2030", e eles não descartaram a ideia de conseguir dinheiro na iniciativa privada para o projeto.

Segundo eles, é necessário explorar a Lua de forma dinâmica, pois "as principais potências espaciais irão explorar e atribuir para si territórios na Lua que vão fornecer oportunidades de uso prático para os próximos 20 ou 30 anos".

"A Lua é o primeiro passo no caminho para o espaço profundo", diz o cientista do Instituto de Política Espacial, Ivan Moiseiev. "Portanto, é de se pensar no uso da Lua como um promissor espaçoporto", acrescenta.

Já se falando em exploração dos recursos minerais da Lua, o cientista acredita que não seja uma boa ideia, porque mesmo que encontrassem diamantes por lá, o custo de envia-los a Terra anularia completamente o lucro.

"Mas, em qualquer caso, é possível começar com a geração de oxigênio, já que ele existe em muitos compostos químicos na Lua", finaliza Moiseiev.

1

A redação
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+