Curiosidades

Saiba quais são os trava-línguas mais difíceis da língua portuguesa

0

Quem é que nunca ouviu falar sobre trava-línguas? Frases como “o rato roeu a roupa do rei de Roma …”, “em um ninho de mafagafos….”, “o tempo perguntou para o tempo…”, dentre tantas outras que fazem parte da língua-portuguesa e também pode ser usada como uma forma de diversão para os pequenos.

Crianças e adultos se divertem com os trava-línguas, que fazem parte da cultura brasileira e popular, desta forma, muitos deles são criados baseando-se na estruturação de versos, prosas e rimas. Apesar de envolverem diversão e entretenimento, são também uma boa fonte aprendizado.

Independente da sua língua-mãe ou se você é fluente em mais de um idioma, o importante e o legal é se aventurar e tentar falar corretamente, aumentando o nível de dificuldade a cada vez que conseguir desenrolar a rima sem errar. Apesar da popularidade, existem vários graus de dificuldade envolvendo um trava-línguas. A brincadeira desafia o participante a testar a velocidade em que consegue desenrolar os versos com precisão, atenção e entendimento sobre o que esta sendo falado.

O que podemos aprender com os trava-línguas?

Uma característica marcante dos trava-línguas e que faz com que eles se tornem mais difíceis é o fato de se tratar de textos que possuem exemplares perfeitos de características definitivas das frases usadas, por meio da união de palavras que possuem fonemas muito parecidos.

Na prática, isso significa dizer que a pronuncia rápida dessas palavras faz com que o orador se “embole” nas palavras que está dizendo, o que resulta na troca de ordem das palavras ou até mesmo a troca das sílabas de lugar. Isso faz com que seja um desafio pronunciar um trava-línguas rapidamente, sem errar nada.

Devido ao seu grau de dificuldade e atenção, são excelentes ferramentas para aperfeiçoar a pronuncia e desenvolver o nosso raciocínio lógico. A recomendação é que os trava-línguas sejam apresentados para as crianças durante a infância, como uma forma de auxílio ao aprendizado, pois através deles os pequenos poderão treinar a pronúncia de sons e palavras com mais exatidão.

Uma curiosidade sobre a brincadeira é que o MIT realizou um estudo para elaborar o trava-línguas mais difícil de ser pronunciado, em âmbito mundial. Através desta pesquisa, os estudiosos puderam perceber que o que fazemos dessas palavras, demonstra a maneira como o nosso cérebro assimila as palavras. Segundo os pesquisadores, a forma como assimilamos as palavras pode ser diferente, dependendo da forma como a frase é lida.

Para quem tem constante contato com crianças, esta é uma forma divertida de prender a atenção dos pequenos, entretê-los, além de treinar o desenvolvimento intelectual, a fala, a pronúncia, a atenção, o raciocínio lógico, a leitura e a interpretação de textos.

Para auxiliá-los na brincadeira a dica é providenciar cartões com os trava-línguas a serem pronunciados. Desta forma, cada um escolhe um texto e ganha a brincadeira aquele que pronunciar mais rápido e sem erros.

Os trava-línguas mais difíceis da língua portuguesa

Foto: Reprodução

Nível fácil:

  •  Fia, fio a fio, fino fio, frio a frio.
  •  O pelo do peito do pé do Pedro é preto.
  •  Luiza lustrava o lustre listrado; o lustre lustrado luzia.
  •  Fala, arara loura. A arara loura falará.
  •  Bote a bota no bote e tire o pote do bote.

Nível intermediário:

  1. O que é que Cacá quer? Cacá quer caqui. Qual caqui que Cacá quer? Cacá quer qualquer caqui.
  2. Sabia que a mãe do sabiá não sabia que o sabiá sabia assobiar?
  3.  Casa suja, chão sujo.
  4.  Atrás da pia tem um prato, um pinto e um gato. Pinga a pia, apara o prato, pia o pinto e mia o gato
  5.  Um ninho de mafagafos, tinha sete mafagafinhos. Quem desmafagar esses mafagafinhos bom desmagafigador será.
  6.  O desinquivincavacador das caravelarias desinquivincavacaria as cavidades que deveriam ser desinquivincavacadas.

Nível difícil:

  1.  Não confunda ornitorrinco com otorrinolaringologista, ornitorrinco com ornitologista, ornitologista com otorrinolaringologista, porque ornitorrinco é ornitorrinco, ornitologista é ornitologista e otorrinolaringologista é otorrinolaringologista.
  2.  Disseram que na minha rua tem paralelepípedo feito de paralelogramos. Seis paralelogramos tem um paralelepípedo. Mil paralelepípedos tem uma paralelepipedovia. Uma paralelepipedovia tem mil paralelogramos. Então uma paralelepipedovia é uma paralelogramolandia?
  3.  Há quatro quadros três e três quadros quatro. Sendo que quatro destes quadros são quadrados, um dos quadros quatro e três dos quadros três. Os três quadros que não são quadrados, são dois dos quadros quatro e um dos quadros três.

Fonte: Rock Content

Crianças famosas que não envelheceram bem

Matéria anterior

10 fatos e curiosidades sobre o natal que você não sabia

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos