Curiosidades

Sonda da NASA, de Marte, manda mensagem de despedida

0

Marte, depois da Terra, é o planeta mais popular, por vários motivos. Para alguns, existe possibilidade de vivermos no Planeta Vermelho. Outros acreditam que é lá que vivem os extraterrestres. E os cientistas estudam o planeta à procura de algum sinal de que vida já existiu por lá. Por conta disso que várias sondas já foram enviadas ao planeta.

Contudo, cada sonda, por mais que consiga operar mais tempo do que o previsto, tem seu prazo de validade. Um exemplo recente foi a sonda InSight que mandou uma mensagem de adeus para a Terra. O recado conseguiu emocionar todos os amantes de astronomia.

Ela ficou em Marte durante quatro anos, mas perdeu a capacidade de recarregar suas baterias por conta do pó que se acumulou nas suas placas de energia solar. Como consequência, em pouco tempo ela deve ser desativada por completo.

“Minha energia está muito baixa, então esta pode ser a última imagem que posso enviar. Mas não se preocupe comigo: meu tempo aqui foi produtivo e sereno. Se eu puder continuar falando com minha equipe de missão, eu continuarei – mas estarei encerrando aqui em breve. Obrigado por ficar comigo”, escreveu a sonda na mensagem enviada.

Já no começo de novembro a NASA tinha anunciado que a InSight estava chegando perto do fim da sua missão. “A geração de energia da espaçonave continua diminuindo à medida que a poeira levantada pelo vento em seus painéis solares aumenta. O fim deve chegar nas próximas semanas”, disse a NASA.

Objetivo da sonda

Terra

A sonda fez parte da missão “Mars Interior Exploration”. O objetivo dela era investigar os abalos sísmicos, as dinâmicas de calor e a composição rochosa da superfície de Marte.

O lançamento da missão aconteceu no dia cinco de maio de 2018. Ele foi feito da Base da Força Aérea de Vandenberg, na Califórnia. O pouso aconteceu no dia 26 de novembro depois de ter viajado mais de 480 milhões de quilômetros.

Exploração de Marte

G1

Mesmo que algumas sondas estejam parando de funcionar, outras estão sendo enviadas ao Planeta Vermelho e por mais países. Um exemplo disso é a sonda Tianwen-1 da China.

Assim como as enviadas pela NASA, a sonda chinesa também tem feito imagens fascinantes de Marte. A agência espacial chinesa divulgou imagens feitas por sua sonda. O registro é de toda a superfície do planeta e mostra o polo sul de Marte, local onde estão praticamente todos os recursos hídricos marcianos.

De acordo com a mídia chinesa, para capturar essas imagens, Tianwen-1 deu a volta em Marte mais de 1,3 mil vezes desde 2021. A chegada dela ao planeta foi em fevereiro do ano passado na missão inaugural da China para Marte. Nessa missão, um robô foi deixado na superfície do planeta e um orbitador ficou encarregado de investigar Marte através do espaço.

A sonda fez vários registros, e dentre elas estão as fotos do desfiladeiro Valles Marineris, que tem quatro mil quilômetros, e das crateras de impacto no planalto no norte de Marte, que são chamadas de Arabia Terra.

Como se esses registros já não fossem o suficiente, a Tianwen-1 também fez e enviou para nós imagens em alta resolução da borda da vasta cratera Maunder. A sonda também enviou imagem com uma visão de cima para baixo do Ascraeus Mons. Ele é um vulcão-escudo que tem 18 mil metros e foi detectado pela NASA há mais de 50 anos.

Desde o seu lançamento ao Planeta Vermelho, a sonda Tianwen-1 envia imagens para a Terra. A primeira que ela enviou foi quando ainda estava se preparando para pousar no planeta, já no fim de 2021. E assim como outras sondas, ela faz com que os cientistas saibam cada vez mais sobre Marte e a história do planeta.

Fonte: Yahoo, G1

Imagens: G1,Terra

Cientistas da USP programam robôs para fazer companhia para idosos

Artigo anterior

Após ganhar a Copa, PIB da Argentina pode ser impactado

Próximo artigo